Livro: Adolescência de Lua! Descubra às personagens do livro!

_”Classe, estamos juntos, desde de a 5ªsérie. Então, resolvi elaborar um trabalho diferente, quero que faça uma redação, falando sobre vocês, do que gostam, quais seus sonhos, o que quiserem, mas vocês tem, ate amanhã pra entregar e ler aqui na frente da sala, todos vão ler! Estão liberados, até amanhã com a redação!”

“_Malu, fala sério, não acredito, que ela pediu isso, como eu vou falar de mim mesma?”
_”Bia, é super fácil é só você falar que vive no mundo da lua, sonha conversando com seu Príncipe Encantado e como você queria poder comer e não engordar.”
_”Eu já sei o que você vai falar. Do seu amor oculto pelo meu irmão e de como a sua mãe é chata, de como ela te irrita e blá, blá, blá!”
_”Bianca, vamos embora pra minha casa, eu te ajudo a fazer a redação!”
_”Não pode falar do Bernardo, que já fica brava.”
_”Nada haver, mas só não vai fazer piadinhas dentro do carro.”
_” Isso vai sair caro, é só me da coxinha!”
_ “Combinado e fica quieta!”
_”Sim, pode deixar Dona Maria Luiza!”
_”Biaaaancaa, não me chama assim! Você sabe que eu odeio!”
_”Desculpa, é amor!”


Redação da Bianca

Oi, eu sou a Bianca, não faço ideia de como começar isso aqui, mas vamos lá.
Eu tenho 16 anos, estou no segundo ano do ensino médio, tenho uma melhor, que considero como irmã, ela se chama Malu, eu tenho um irmão mais velho, que entrou na faculdade esse ano, minha mãe trabalha com moda e meu pai mora no Canadá, eu tenho um cachorro chamando pipoca, a tenho a Maria, ela trabalha na minha casa, ela praticamente me criou, ela é como se fosse uma avó para mim.

_”Malu, já deu, eu não sei mais o que escrever.”
_”Me passa pra cá, deixa eu ver isso!”
_” Ah Bianca, fala sério né? Você sabe fazer redações mil vezes melhor que isso, para de preguiça”
_”Eu paro assim que a gente comer e dormir.”
_” Você é um panda Bianca, não é possível!
_”Não revira esse olho pra mim, pandas são fofos e bonitinhos, mas já é você é um bicho preguiça, só sabe dormir, olha a bagunça desse quarto menina, você não arruma nem sua cama!”
_”Bia, você vai começar? Porque, se for vou te dar uma surra de cócegas!”
_”Nem vem!”
_”Calma, pra que esse desespero, é só mais um desafio da Professora Cláudia, ela sempre fez esse tipo de redação com a gente!”
_”Mas, dessa vez é diferente, eu não consigo me descrever, tem certas coisas sobre nós, que nós mesmo gostaríamos de saber”
_”Bianca, falar de si mesmo, é a melhor forma de se conhecer, é falar da sua essência e ponto final, só você sabe tudo sobre você mesma, você só não consegui enxergar agora, é questão de tempo!”
_”Nossa, ta toda poeta agora, que gracinha!”
“Ai Bianca, é sério?! Olha, faz a sua redação ai, que vou fazer a minha, esqueceu que é pra amanhã?”
“_Malu, vou te matar, me deixou nervosa de novo!”
_”Da próxima vez, não faz piadinha, quando eu falar sério com você!”
_”Malu, vai ter troco, você me paga!”


_”Está pronta pra ler a minha redação?”
_”Não acredito, me da isso aqui, que eu vou ler!”
_”Você não vai saber me interpretar!”
_”Cala boca, imitar você é muito fácil, agora me passo isso pra cá!”
Peguei a folha da mão dela com tudo! E comecei a Ler!
_Bianca! Lê em voz alta! Tem outras pessoas, que querem saber né!”
_”Malu, para de graça!”

Redação da Malu

Oi, eu sou a Malu, tenho 16 aninhos.
Nós corredores da escola, costumam dizer que sou maluca, a que fala sozinha, a que acredita em unicórnios, fadas, a que se distrai com qualquer coisa. Fazer o que, não é nenhuma mentira, eu vivo viajando por aí.
Eu tenho uma irmã de 10 anos, ela se chama Fernanda, é uma gracinha, a sortuda nasceu com os olhos claros do meu pai e com os cabelos um poucos loiros.
Já eu, puxei os olhos castanhos da minha, os cabelos longos e castanhos da minha mãe e a incrível personalidade da minha Tia Margô.
Já falei várias vezes dela, ela mora em Florianópolis – SC, ela tem um Estúdio de Talentos, se chama Teen Word Art, lá tem todo tipo de talento, meu sonho é estudar lá, pena que é longe e meus pais não apoiam muito, acho que eles ficam com ciúmes, porque eu admiro mais a profissão da minha tia, do a deles.
O estúdio, também é uma escola, junto com ela tem um estúdio de artes, foi a melhor ideia que a minha tia teve, ela teve essa ideia, quando eu era criançae, ela estava na faculdade de Artes Cênicas. Muitos já viram ela em novelas na televisão, dirigindo filmes, escrevendo roteiros, brasileiros e estrangeiros, além de estudar tudo relacionado a Arte, ela fez faculdade de Arquitetura, que também é um tipo de arte, tudo para deixar meu avô contente, ela me inspira muito!
Meu sonho é fazer a mesma coisa, eu amo escrever, eu amo dançar, eu amo música, eu amo atuar, eu amo cantar, é algo que estou praticando, não puxei o dom da família, minha mãe canta, tem uma voz incrível e a minha tia também, as duas estudaram juntas na escola e hoje minha mãe é casada com o irmão dela, que no caso é meu pai, ele se chama Marcelo, ele é o melhor pai do mundo, sempre me levou, pra assistir todos os filmes de cartaz, dançou comigo na minha festa de 15 anos, na minha formatura.
Mas ultimamente, ele anda meio ausente, porque meu avô, morreu ano passado, e minha mãe e ele teve que assumir a empresa da família, só a minha tia Margô que escapou, ela nunca quis fazer parte da empresa. Desde então, meus pais são um time, eles trabalham juntos na mesma empresa, meu pai é Engenheiro e Arquiteto, minha mãe é Arquiteta e Decoradora. Ele se amam tanto, ele respeita muito a minha mãe, sempre dá flores pra ela, uma melação que dá nojo, mas acho lindo, meu pai é meu herói!
Não posso esquecer, tenho uma melhor amiga a Bianca, somos grudadas desde de criança, passamos todas as férias juntas, viajamos sempre, não vivo sem ela, temos até dois cachorros enormes que são inseparáveis a minha cachorra é uma Labradora, se chama Pink, porque eu amo rosa e o da Bianca se chama Pipoca. Além dela ser minha melhor amiga, o irmão dela, o Bernardo, ele já estudou aqui no nosso colégio, mas ele terminou ano passado, ele é meu melhor amigo, duas sexta feira no mês, boa dois sempre fazíamos maratonas de filme e séries ou jogamos video game, ele joga pra caramba, nunca ganhava dele, a não ser em jogo de luta, eu ganhava mais vezes, ele sempre falava, que eu ganhava na sorte, só porque eu saia apertando todos os botões dos controles, ele me conhece muito, me chama de “Maluquinha”.
É uma pena que agora, não nos vemos muito, ele está na faculdade agora, estudando TI e morando perto da faculdade, é mais facil pra ele, estudar trabalhat, eu conto os dias, pra chegar o feriado, às férias, para que a gente se encontre e passe horas conversando.
Esse é um resumo de quem sou eu, essa são as pessoas que eu amo, as coisas que eu gosto de fazer e as coisas que eu sinto falta.
Ou seja, vamos encerrar por aqui, se deixar eu falo demais e a minha vida dá pra escrever um livro, já pensou? Um livro, sobre mim, seria incrível, agora fui!

_”Malu, sua redação ta incrível, com tu consegue fazer isso tão rápido!”
_”Fala sério, você escreve muito e sabe disso!”
_”Mas falar sobre mim? Para a sala de aula inteira?”
_”Não precisa contar tudo, mas o que for importante pra você!”
_”Vamos comer? Penso melhor comendo!”
_”Você só pensar em comer e para de preguiça e faz isso hoje!”


“Se pudesse mudar alguma coisa na sua vida, o que mudaria?”

Hoje recebemos uma pergunta de uma leitora anônima:

“Se pudesse mudar alguma coisa na sua vida, o que mudaria?”

Eu achei uma pergunta super interessante, tenho certeza, que todas nós, já pensámos em mudar alguma coisa na nossa vida.

Talvez, aquele dia que você pagou mico no corredor da escola, de ter namorado aquele menino da sua escola, super conturbado, que todo mundo ficava sabendo de tudo ou de ter feito amizade com aquela menina e ter quebrado a cara no final, existe muitas outras situações.

Pode ser, que na hora, que certas coisas desagradáveis, aconteceram na sua vida, podem ter te magoado ou coisa do tipo. Mas, acho que a pergunta, que você deve fazer a você mesma é: “Será que vale a pena mudar as cosias?”

Bom, eu Mila, não mudaria nada na minha vida, eu acredito, que cada coisa que passamos em nossas vidas, fazem parte da gente, hoje pode parecer ruim, mas depois, vai pensar que valeu a pena!

“Mas Mila, tem coisa que eu não gostaria de ter passado!”

Eu sei, compreendo, tem coisa que até eu, não queria que tivesse acontecido, mas acho que eu não teria tudo que eu tenho hoje! Cada atitude minha, com cada conseqüência que teve, fez parte, para eu ter uma história, ser quem eu sou hoje!

“Mas Mila, assim parece fácil, quero ver na prática, passar pelo o que eu passei”

Eu até acho simples, porque todo mundo passa por situações difícil, você carrega a carga que é adequada pra você!

Acredite, cada pedacinho, das coisas aconteceram com você, vão falar a pena, até aquela mais horrível, porque é história, todo mundo adora história, trocar experiências, conhecer pessoas, saber o que elas viveu e aprendeu e conseguir aprender com elas!

Aquilo, que você fez ontem, hoje ou que fará amanhã, não importa, porque vai ser aprendizado.

O meu conselho, para esse final de semana, pro resto da vida é que vocês vivem, estudem, faça a faculdade dos seus sonhos, trabalhem, curtam, dancem aquela música que está tocando numa rádio aleatória, se apaixonem, se amem, sorria, faça piadas, abracem alguém, adote um cachorro, faça novos amigos, apresentem eles aos antigos amigos, mistura todo mundo, vá numa festa, beije na boca, vá ao museu, agradeça por tudo, faça uma viagem pra algum lugar, seja pra outro estado ou para aquela cidade vizinha, vá ao cinema, com um amigo, sozinho, não importa, mas apenas viva, o hoje, o agora, deixa o amanhã pra amanhã! Mas seja feliz, se permita a ser feliz,

Porque, tudo isso, um dia, vai ser história, que irá se recordar, será compartilhada com seus parentes futuros que vão saber o quanto você viveu, sonhou, imaginou foi feliz!

Então, não queira mudar a sua história, porque issso é apagar quem você é!

Não esqueçam de sonhar, imaginar, realizar e brilhar e ter muita gratidão por tudo, que tem acontecido agora na sua vida, até agora!

Beijão da Mila, até a próxima, não esqueça de mandar as suas perguntas, vou amar responder!


Livro: Adolescência de Lua

Meninas, a publicação de hoje, foi elaborada por mim e pela Jujuba!
Estávamos, procurando uma forma de explicar mais sobre o livro, sobre a sinopse do livro, como é os personagens, onde vai se passar a história, como funciona a escrita do livro. Achamos, que seria legal, compartilhar isso com vocês!
Muitas meninas, tem compartilhado as suas histórias, falta muitas histórias para serem publicadas, estamos organizando tudo, para que todas, possam ver as suas histórias sendo publicadas aqui!

Então, vamos falar do livro? Eu separei algumas perguntas, sobre o livro em tópicos, assim fica mais fácil para vocês entender! Vai ser um tópico pra cada uma, assim nós duas ficamos mais próximas de vocês! Lembrando: que se quiseram, mandar perguntas sobre o livro, só mandar e respondemos na próxima!

Quem teve a ideia do livro?
Como funciona a escrita do livro?
O livro é para todas as idades?
Quais assuntos vão ser abordado no livro?
Qual a sinopse do livro?
Quais os personagens principais?
O Livro tem histórias reais e fictícias?
Quando vão começar a publicar os capítulos?

 

Quem teve a ideia do livro?

Para explicar isso, vou ter que começar, pelo inicio de tudo!
Sempre fomos viciada em ler, se deixar, líamos ate panfletos de rua, amamos a leitura e escrita, isso influenciou muito, para querermos ser escritoras!
Quando estávamos na 7° série, começamos a querer escrever um livro, ter o sonho de escritora, começou a virar rotinas, todos os dias na escola, trocar várias páginas do livro, escrevíamos tudo em letra de mão, não tínhamos computador ainda.
Sempre tivemos conexão, pra escrever o livro, sempre continuamos ideia uma da outra, sempre ajustando a história pra ficar do jeito que as duas queria!
Quando perdemos, contato uma com a outra, o livro foi se perdendo aos poucos, não conseguimos nem lembrar o nome que demos a ele, cada uma ficou com algumas páginas, mas não conseguimos continuar a história foi se perdendo, já que não tinha nós duas trabalhando no livro.
Quando foi, no final de 2017, nos reencontramos na internet, nem acreditamos, começamos a conversar todos os dias, relembrar historias, contas novas historias, o tempo havia passado, mas a nossa amizade não, essa separação só uniu a gente mais ainda.
Até, que um dia, eu Mila, resolvi falar, que estava com um novo livro parado, se ela não queria tentar de novo, ela ficou super animada e disse que ia da uma olhada.
No outro dia, ela chegou com varias páginas escritas, varias ideias e super animada, desde então, começamos a trabalhar juntas, sem parar!
O início do livro perdido, foi extremamente importante, para chegarmos no livro “Adolescência de Lua”, nosso antigo livro, abordava assuntos adolescentes; mas hoje, conseguimos falar sobre a adolescência e sobre a fase adulta, elas se completam, ou seja, a ideia sempre vai ser das duas.

Como funciona a escrita do livro?

Nós duas escrevemos o livro, sempre foi uma parceria.
As vezes, a Mila, ficava sem nenhuma ideia, parecia que tinha sumido toda a inspiração de escrita dela, olha que ela fantasia muito, nessa cachola dela, mas as vezes, eu tinha ideias do nada, continuava a parte dela e escrevia coisas novas, ela lia tudo, passava limpo pro computador e já ficava cheia de inspiração, sempre foi assim, terminamos a história uma da outra e sempre se encaixa, se as duas ta sem ideia, de alguma forma, acaba surgindo algo pra escrever. Talvez, seja o por isso, que a história é tão original, tão fácil de se identificar!
Nosso livro, tem duas personagens originais, Malu e Bianca. Digamos, que a Malu, representa a vida da Mila e a Bianca representa a minha vida, o livro é baseado em fatos reais e também é baseado em histórias fictícias, é 50% a 50%. Tem algumas parte da Malu que eu escrevi e outras partes da Bianca que a Mila escreveu, o livro tem a inspiração das duas, decidimos juntas cada passado da Malu e da Bianca e de todos os outros personagens!

O livro é para todas as idades?

Acreditamos que sim, o livro tem vários focos, que atinge todas as idades.

  • Meninas e Meninos que estão entrando na adolescência.

  • Meninas e Meninos, que estão na adolescência.

  • Meninas e Meninos, que estão saindo da adolescência e entrando na fase adulta.

  • Mães, Pais, Tios, Tias, Avôs, que já tiveram a sua experiência e que gostaria de reencontrar a sua adolescência e aprender a lidar com os jovens de hoje em dia!

Acreditamos, que nosso livro, vai ser um porta, pra criar esse tipo de comunicação, sabemos o quanto é difícil essa transição. Os adolescentes de hoje em dia, precisam dessa comunicação, para poder conviver melhor com outras pessoas e consigo mesmo.

Quais assuntos vão ser abordado no livro?

Com certeza, temos inúmeros assuntos, que vão ser abordados. Para ficar mais fácil, Bianca e eu, fizemos uma lista, com tudo que gostaríamos de abordar no livro.

  • Adolescência
  • Amizade
  • Namoro
  • Ficante
  • Sexo
  • Movimento LGBT
  • Casamento
  • Festa
  • Bebidas Alcoílicas 
  • Drogas
  • Depressão
  • Suicídios
  • Doenças mentais
  • Saúde
  • Anorexia/ Bulimia
  • Bullyng/ Cyberbulling 
  • Viagem
  • Escola/Faculdade
  • Vida de adulto
  • Gravidez na Adolescência
  • Relacionamento abusivo
  • Feminismo
  • Preconceito
  • Racismo
  • Religião
  • Respeito

Não falamos sobre nem a metade, dos assuntos que podem ser abordado. Precisamos quebrar essa tabu, de conversas com os adolescentes sobre esse assuntos, são apenas assuntos que fazem parte da vida de todos. Se faltou algum assunto, podem mandar pra gente, quanto mais assunto melhor!

Qual a sinopse do livro?

Malu e Bianca são melhores amigas desde de crianças, suas mães são melhores amigas desde de crianças, por isso elas cresceram juntas.

Bianca, tem 16 anos, tem um cachorro chamado Pipoca, é organizada, estudiosa e melhor amiga da Malu. Priscila, é mãe de Bianca e mãe do Bernardo, irmão mais velho de do primeiro casamento da mãe da Bianca. O pai da Bianca, mora no Canadá, mantém pouco contato com elas.
Malu, tem 16 anos, tem uma cachorra chamada Pink, Malu tem uma família completa, parecem família de cartão de natal, pelo menos é o que às aparências mostram. Malu, é muito agitada, faz acompanhamento psicológico e psiquiátrico, desde dos 7 anos de idade, logo quando sua irmã mais nova nasceu, que se chama Fernanda, que só tem 9 anos.

A amizade das duas, vão passar por muitas turbulências, mas elas sempre permanecem juntas, que nem nas reviravoltas de Friends.

Quais os personagens principais?

Os personagem principais são: a Malu e a Bianca.

Mas em volta delas, tem outros personagens super importantes para história.

Personagens principais da vida Malu e da Bianca:

  • Nicole – Mãe da Malu
  • Marcelo – Pai da Malu
  • Margô – Tia da Malu (Irmã do pai da Malu)
  • Dr. Elisa (Psicóloga da Malu)
  • Priscila – Mãe de Bianca
  • Bernardo – Irmão da Bianca
  • Maria – Governanta da Bianca (tipo uma avó adotiva)
  • Benjamim (Pai da Bianca)

No início, esse são os personagens principais da história da vida das duas. Depois vão surgindo outros personagens, sinto muito, mas a lista dos outros personagens fica pra próxima publicação!

O Livro tem histórias reais e fictícias?

Com certeza, algumas coisas do livro, vão ser baseada em coisas que já aconteceu comigo e com a Mila e coisas que não aconteceram, para deixar a história mais completa, mais natural.

Obviamente, que não vai ser fácil identificar o que aconteceu de verdade em nossas vidas e o quê não aconteceu.
Claro, que algumas coisas vamos querer discutir com vocês e explicar alguns pontos específicos da nossa vida, mas tudo no seu limite.

Quando vão começar a publicar os capítulos? 

Estamos com 20 capítulos completos. Queremos muito começar a publicar partes do livro. Mas primeiro, estamos elaborando mais um pouquinho, a construção de personagens e o enredo da história e criando um público, que se interessa pela a história.

Estamos nos organizando também, mas esperamos que essa semana, os tipos de postagens, tenha dia e horário certo, assim fica mais fácil para todos nós curtimos o blog.

Fiquem atentas, nas próximas publicações, estamos cheia de novidades!

Um beijão da Mila! ❤️

Um beijinho da sua Jujuba, minhas gostosas! ❤️

O coração, as vezes, não escolhe de quem gosta, não é?

Olá meninas, tudo bem?

Hoje eu recebi, uma história incrível, de uma leitora anônima, ela não quis se identificar, mas contou a história da primeira vez que ela gostou de alguém e da sua primeira relação sexual. Espero que gostem da história, tanto quanto eu.

Tudo começou, quando recebi uma ligação, para uma entrevista de emprego, em uma empresa muito legal, eu nem acreditei quando eu passei na entrevista, eu tinha um emprego! Eu estava super animada, tudo parecia maravilhoso.

Porém, no primeiro dia o meu coração estava acelerado, com medo de não conseguir fazer as coisas direito.

Era 7 de agosto de 2017, foi nesse dia que eu vi um cara lindo, carismático, com o sorriso mais sincero que já tinha visto. Ele ficava puxando assunto, eu gostava muito, mas eu vi uma aliança no dedo dele, foi o que estragou todo o encanto, porque ele era casado, não podia acontecer nada entre a gente.

Um dia, eu estava assistindo uma série e ele vinha puxar assunto, sobre a série, outra dia comecei ler um livro, ele veio falar do livro eu jurava que era verdade (Porém ele nunca assistiu e nem leu o livro)

Ele me cativava cada dia mais, até que eu troquei de setor, ele tinha que bater o ponto na frente da sala que eu trabalhava, todo dia ele vinha me dar um beijo de bom dia.

Eu nunca ia chegar nele, mas sabe adolescente, quando vê um boy gato e fica toda derretida ?? Então era como eu estava me sentindo.

Um certo dia, ele entro e bateu o ponto e voltou na sala dele, com um papel escrito o número dele e com uma carinha feliz, ele me disse: “Me chama no whats.”

Foi aí, que eu pirei!

Quando, eu sai mandei mensagem e dizendo: “Salva aee”

Pode parecer errado, pelo fato dele ter uma outra pessoa, mas só quem passou por isso sabe.

Ele me chamava pra sair e eu sempre negava, porque não era certo, até que ele começou se abrir e falar que nada daquilo era real, que viviam de aparência, que ele não era feliz a muito tempo, que não aguentava mais e começou a desabafar.

Eu tentei dar conselhos, de como ele deveria lidar com ela, pra eles voltarem, mas parecia que não tinha mais jeito.

Eu simplesmente, me apeguei a ele, eu postava foto, todo dia, só pra receber um bom dia dele.

Até que chegou um tempo e eu fui efetivada, saíamos tarde da empresa.

Teve um dia, que eu fiquei até às 22HRS e meu chefe comprou umas coisas pra comer, ele me perguntou: “Quer Coca-Cola? Eu coloco pra você!”

Meu chefe viu, e disse: “Ixxi! Essa Coca-Cola, vai sair cara” e foi embora.

Um certo dia, ele me chamou pra ir almoçar e eu aceitei, fomos no MCDONALD’S, quando estávamos saindo ele me perguntou: “É um almoço ou um encontro?”

Eu respondi: “Um almoço” Ele disse: “Que pena!”

Ele parecia tão nervoso, que deixava o carro morrer toda hora!
Quando cheguei em casa, ele mandou mensagem perguntando se eu queria sair com ele amanhã de novo, também disse, que iríamos na onde eu quisesse, então eu resolvi ir de novo.

Depois do serviço, fomos para um motel, eu estava morrendo de medo nunca tinha feito aquilo antes, ele perguntou se eu estava bem, eu falei que sim!

Ele me perguntou se eu já tinha ido pra um lugar assim, eu falei que não, ai ele perguntou se eu era virgem, eu respondi que sim, ele ficou mais branco do que o normal, já passou a mão na cara e perguntou se eu queria embora. Eu disse que não, se não, eu nem estaria com ele…

Eu sei que era errado mas parecia ser tão bom…

Foi onde tudo começou, ele foi um príncipe, um neném, ele me tratou super bem, mas eu disse seria a primeira e a última vez, que isso aconteceria, mas a quem eu estava enganando?? Não foi.. teve a segunda, a terceira, a quarta vez…

Até que nós pegamos apaixonados, logo eu, que nunca gostei de ninguém.

Ele me disse, que já tentou sair desse relacionamento, porém por questões financeiras não conseguiu.

Eu entrava, no Facebook da esposa dele e via eles felizes nas fotos, perguntava que palhaçada era aquela, já que ele falava que não estava com ela mais, quem eu estava tentando enganar, claro que eles estavam juntos.

Mas ele sempre vinha me ver, não importava a hora, a gente sempre saia.

Até que um dia, eu falei cansei de ser a outra, minha mãe não me criou pra isso, eu sou melhor que isso, ele falava que nunca se apegou, se apaixonou, amou alguém assim.

Eu falei pra ele: “Enquanto, você não resolver sua vida com ela, eu não fico mais com você. Esta doendo mas é melhor assim.”

Em nenhum momento, eu quis estragar uma família, eu só entrei nisso, porque ele me garantiu que não tinha nada e eu boba acreditei, quando terminamos ele chorou e disse eu vou dar um jeito nisso, vou arrumar a minha vida, eu acabei falando: “Tudo bem, eu te espero.”
Eu não sei o que ele vai fazer, mas eu falei independente de qualquer coisa, vamos sempre ser amigos. Ele me ensinou amar e viver e nunca ligar para o que as pessoas pensam.

Eu amo ele, mas eu tenho que me amar primeiro, mas eu sempre vou lembrar dele, eu sei que vou encontrar alguém melhor e que vale a pena.

Gente, que história, que corajosa né? Não deve ser fácil ter passado por relacionamento assim.

O coração as vezes, não escolhe de quem gosta, de quem ama, não é?

Manda a sua história também, aqui está o e-mail do blog: adolescenciadelua@gmail.com.

Beijão da Mila!

Como é a primeira vez?

Essa semana, uma leitora anonima, mandou uma pergunta, de como era ter relação sexual pela primeira vez, eu achei super legal, ela mandar essa pergunta, tenho certeza que uma dúvida de muitas meninas.

Então, minhas gostosas, esse assunto é tão lindo e ao mesmo tempo complicado, até porque cada uma tem a sua experiência, umas dizem que foi perfeito, outras dizem que só foi bom na segunda vez é algo que cada pessoa tem a sua experiência.
Olha, a minha primeira vez foi horrível, eu não me sentia preparada , não foi com uma pessoa que eu queria muito, não foi com o amor da minha vida, mas cada caso é cada caso.
Tenho uma amiga, que me contou a primeira vez dela, me disse que foi maravilhoso, os olhos dela brilhava, quando me contava cada detalhe da primeira vez dela, vou contar a história dela pra vocês!

A primeira vez da minha amiga, foi totalmente diferente da minha, ela já namorava fazia 6 meses, quando ela decidiu que estava pronta, que ele era o garoto certo, ela contou pra ele que estava pronta e que realmente queria!(detalhe, eu sou amiga do casal, então sei o dois lados da história).
Ele levou ela pra jantar, tiveram uma noite super romântica, depois foram pra casa dele, conversaram um pouco, se beijaram, ela me disse que ele beijou muito ela, beijou o pescoço dela, foi deixando ela super a vontade, ela já tinha experiência, isso ajuda muito, ele perguntou pra ela, se ela tinha certeza, se estava a vontade, ela disse que sim, que estava pronta, ele viu se ela estava bem lubrificada, para não machucar.
Meninas, quando estamos super confortável, soltamos lubrificação, é super normal, é sinal que o seu corpo, está avisando que você esta pronta pra penetração, minha amiga disse, que no início ela sentiu um incomodo, mas passou rápido e depois veio todo o prazer e eles curtiram a noite toda!

Essa foi a história da minha amiga, todas nos mulheres, pelo menos eu acho, ficamos muito nervosas, é algo muito especial, mas a única certeza que eu tenho, é que todos vão passar por isso, é um momento único na da vida de uma mulher.
Lógico, que vai ficar nervosa, vai vir mil perguntas na sua cabeça, se perguntando: “Se ele é mesmo o cara certo!”
Mas eu meu conselho, que você tem que estar pronta, decidida, confortável, beijar muito o seu parceiro, se sentir bem, aproveitar muito, com a mão ali e outra lá, ficar relaxada, isso ajuda muito na lubrificação e será mais prazeroso para você!
Outra coisa, que pode ajudar, é conversar com seu parceiro (a), fala que é a sua primeira vez, que é um passo muito importante pra você, que vai fazer quando estiver preparada!

Lembre-se, é um passo muito importante na sua vida, não faça nada se não estiver pronta, não importa, qual seja a sua idade, muito nova ou bem mais velha, faça se estiver com vontade, segura, caso contrário, não force, é um momento único na sua vida e no momento certo, isso vai acontecer.
A primeira vez, tem que ser especial, bem feita, porque é algo que você não vai esquecer, nem se você querer muito, vai conseguir esquecer, pense muito bem antes.

Antes de encerrar o post de hoje, tem três perguntas, que muitas meninas querem saber a resposta:

  1. Vai doer?
  2. Vai sangrar?
  3. Vou sentir prazer?

Bom, respondendo a primeira pergunta, pode doer um pouquinho, o seu hímen vai ser rompido, por isso, as vezes acaba sangrando, o sangramento pode ocorrer durante a relação ou depois, isso é super normal, varia muito, tenho amigas que disse que não sentiu nada e que nem saiu sangue.
Para sentir prazer, você tem que está relaxada, use camisinha, para prevenir de doenças sexualmente transmissível e de gravidez indesejada.

Por hoje é só meninas, espero ter ajudado a pergunta da nossa leitora e que tenha ajudado outras meninas a entender mais sobre esse momento tão especial!

Um beijo minhas gostosas, ate aproxima!
Beijo da Jujuba!

Nunca deixe pra fazer amanhã, aquilo que pode ser feito hoje ou agora.

Boa Tarde, minhas meninas, que dia lindo hoje não é mesmo?

Tenho duas perguntas para vocês.

  • Já deixou de fazer alguma coisa que queria muito e depois arrependeu?
  • Já fez algo que nunca queria ter feito?
  • Já se arrependeu de ter transado com aquele menino?
  • Já se arrependeu de ter deixado de transar com um menino desconhecido?

Tenho certeza, que algumas dessas opções já aconteceu com vocês, pelo menos duas dessas, situação difícil, não é?

Hoje, uma leitora chamada Aidil, me mandou a história dela, super maluca, super divertida, que me inspirou em escrever uma coisa super especial pra voces, mas primeiro, vocês tem que conhecer a história dela, eu ri muito e adorei, haha!

Olá amorzinho, vou contar um pouco das minhas loucuras, os assuntos mais polêmicos, eu deixo para outro dia.
Então, não fazia muito tempo, que meu namoro de alguns anos tinha acabado, fiquei muito triste pelo ocorrido.

Até que um dia, uma das minhas minhas, disse que não aguentava mais, me ver sofrendo, me chamou para ir na festa da amiga dela, eu resolvo aceitar o convite, porque eu realmente estava precisado me distrair.

( O meu distrair, se resume em muita putaria, eu adoro kkkk)

Faltando mais ou menos uma semana para a festa, eu mandei mensagem para um menino que estava no grupo da festa, porque eu fiquei interessada nele, ou seja, eu estava querendo transar com ele.

( Sou dessas e ponto final!KKK)

Começamos a conversar, trocamos várias idéias, ate que começamos a falar de sexo, que acabou resultando, em um encontro, marcamos de fazer sexo na festa mesmo.

( Ou podia ser em qualquer lugar, desde que a gente conseguisse transar)

Ficamos conversando a semana toda, aquele chegar no dia da festa.

Finalmente, chegou o dia da festa, eu estava super afim de transar e beijar, quem eu encontra-se na minha frente, eu com certeza ia beijar muito. Eu comecei a bebe e beber muito, nisso ele chegou na festa e eu já tava como “taradona”

Como eu sou uma pessoa super tímida, (sqn) eu beijei ele e depois eu beijei umas duas meninas, que ele também queria ficar, eu beijei tanta gente que nem lembro direito quantos foi.

Eu estava tão bêbada, que eu comecei a tirar a roupa dele no meio da festa, e colocar a minha mãe dentro da calça dele, eu não estava mais me aguentando.

Resolvemos sair da festa e ir parar uma praça que tinha do lado da festa, e aí o que aconteceu? Transamos na pracinha ao ar livre, como se não tivesse amanhã, transamos muito, e depois fomos para a festa como se nada tivesse acontecido rs, eu comecei a curtir muito mais ( curtir até demais) e a mãe da aniversariante não estava gostando do meu jeito de curtir, então ela resolveu me expulsar da festa da filha dela, (kkkkkk, isso é sério gente) Isso mesmo, eu fui expulsa da festa, mas para mim festa não tinha acabado ali, o menino que eu conheci me levou pra casa e transamos na minha casa, até o pau dele dizer chega.

(Desculpa a palavra, mas não precisa de cerimônia/ E ele acabou dormiu na minha casa)

No outro dia, ele foi embora, mas a gente, se reencontrou algumas vezes para matar a saudade das nossas fodas.

Resumindo, o meu conselho de hoje, é deixe para amanhã a foda que você pode dar hoje kkkkk, beijos, meninas, adoro esse blog, valeu, por contar uma da minha história.

Fui a única, que ficou, sem fôlego com essa história? Incrível, você acham que ela se arrependeu? Eu acho que não em! Como ela é segura de si mesma !

Muitas vezes, ficamos com medo de se arriscar assim nas festas, queremos muito, mas não fazemos por medo de se arrepender ou por não sentirmos segura!

Mas, eu me atrevo a dizer a vocês, que as vezes, mas só as vezes, se você não tiver muita coragem, se atreva uma única vez na sua vida a se arriscar, a sair da sua zona de conforto, para se permitir viver e se conhecer como mulher, se amar muito e apenas viver e fazer aquilo com vontade, sem medo se arrepender é a melhor sensação da vida, te faz se sentir segura de si mesma.

Não estou dizendo, pra sair pegando o primeiro garoto que aparecer, mas de fazer tudo aquilo que sentir vontade!
Não deixei para amanhã, aquela aventura que pode viver hoje!

A próxima história pode ser a sua, pode ser anônima se quiser, a partir de hoje, vocês podem mandar suas dúvidas, pedir conselhos, contar suas histórias, etc, no próprio e-mail do blog – adolescenciadelua@gmail.com

Um beijão, da sua Mila e até o próximo post ❤️

Amor não correspondido, quem nunca?

Olá meninas, hoje eu estou com uma publicação bem diferente, essa semana, eu pedi para que várias meninas mandassem suas histórias de vida, sobre namoro, amizades, sonhos, decepções e por aí vai.

Lembrando, que se a sua história não foi escolhida hoje, não significa que não será a próxima, fazemos postar todas as histórias que receberemos.

Essa é a história da Nicole, só tem 14 anos, muito novinha, mas já passou por aquele famoso: “Primeiro amor, não correspondido.” Quem aqui, nunca passou por isso? Que atire primeira pedra não é mesmo?

Espero que gostem da história, que está sendo contada por ela mesma!

Estou aqui para contar, uma história muito longa, com muitas confusões, enfim, vamos lá!

Em 2012, minhas primas moravam em uma Chácara em Ibiúna, onde eu ia quase todos os fim de semana com meus avós, então nesse meio tempo acabei conhecendo um primo delas, que no caso não tem parentesco comigo, ele é 3 anos mais velho que eu, eu acabei ficando com as minhas primas na casa dele, no começo eu não sentia nada por ele, mas conforme foi passando o tempo, fomos se vendo em vários finais de semana, comecei a ter um sentimento por ele, apesar de nunca ter conversado muito com ele.

Eu resolvi, contar para as minhas primas e uma amiga que dormiu na minha casa, porque ela iria com a gente para a chácara ver minha família.

Então, nesse dia a gente foi dormir na casa dele e eu fiquei indignada, a minha amiga acabou dormindo com ele, eu chorei demais por causa disso. No dia seguinte, eles ficaram de novo, eu fiquei muito chateada.

Essa fase passou, então fomos de novo para a chácara, só que sem essa “amiga”, nesse final de semana, meus primos estavam brincando, daquele famoso “Jogo da garrafa”, como todos sabiam com quem eu queria ficar, me desafiaram a ficar com ele.

Depois de beijar ele, eu fiquei com nojo, porque eu lembrei dele ter beijado a minha “tal amiga”, aquele dia eu perdi meu BV, eu só tinha 8 anos de idade.
Bom o tempo foi passando e fomos crescendo, eu acabei diminuindo o amor que eu tinha por ele, mas ainda sentia alguma coisa.

Minhas primas, acabaram mudando de casa, em Ibiúna mesmo, só que dessa vez era do lado da casa dele, aí eu pensei né “Pronto, agora vai!”, mas infelizmente pra mim, não foi.

Minhas primas, morou lá durante 4 anos, eu continuei visitando como sempre, mas não aconteceu nada, ele começou a namorar e eu acabei esquecendo essa história, até nem lembra muito.

Antes do começo, do ano passado, eu não gostava dele, mas confesso que de vez em quando eu olhava o Facebook dele.

No ano passado, meu avô acabou falecendo, então minhas primas vieram morar na minha cidade, perto da minha casa e por ironia do destino, ele veio junto, por uns motivos pessoais dele.

Mesmo com ele morando perto de mim, eu tratava ele como se fosse meu “primo”, na terceira semana, que ele estava morando aqui, fomos passar um final de semana na praia e lá acabou acontecendo nosso primeiro selinho, que só aconteceu, porque a minha prima empurrou, só que acabou acontecendo tudo de novo, a minha inocente ilusão, de que ia acontecer algo.

Começamos a conversar, aos poucos fomos criando mais intimidade, nas festas que teve, eu sempre ficava do lado dele, mas sempre escondido, pois a minha família não tirava o olho, mas acabamos ficando um com o outro, ele me tratou super bem, só no dia que ficamos.

Depois disso, ele acabou pegando a vizinha, que eu também tinha feito amizade, mas isso eu relevei, faz pouco tempo que aconteceu, faz uns quatro dias que ele voltou pra cidade dele, acabei percebendo que era só um amor platônico de infância, que ele não era o amor da minha vida, que eu merecia alguém melhor, eu sei que sou nova, pra fica pensando nessas coisas, mas sei que vou encontrar alguém melhor.

Mas ele nunca será esquecido, toda vez, que eu vejo ele ou ver ele meu coração, vai dar aquela acelerada.

Mas quem sabe um dia isso passa ou eu ele não acaba dando certo, nunca se sabe, não é ?

Obrigada pela oportunidade de deixar eu contar a minha pequena história, do meu primeiro amor platônico.

O que acharam, da história da Nicole? Ela só tem 14 anos meninas, muito novinha, mas já descobriu que primeiro amor não é tão fácil assim, mas e você, que leu essa história até aqui, quer contar a sua história de amor também?

Então, manda pra mim, vou adorar ler e divulgar aqui no blog, lembrando que pode ser anônimo também.

Pra encerrar o post de hoje, como o tá foi “Primeiro Amor” “Amor não correspondido”

Quem nunca assistiu o filme Meu Primeiro Amor? Deixo essa dica de filme pra vocês ❤️ Esse filme marcou a minha infância!

Meninas, muito obrigado, até a próxima e boa noite, Beijão da Mila!

Sou a Jujuba, meu primeiro post no blog, venham me conhecer!

Oi minhas gostosas, olha a minha intimidade com vocês, mas eu sinto como se vocês já fosse próximas de mim, minhas amigas virtuais, então são as minhas gostosas e minha paixão.

A Mila, é a minha metade, quando estávamos separadas, eu sentia que alguma coisa faltava e hoje tudo se encaixa, eu sei que ela era o que faltava na minha vida, minha metade. Bom, a Mila já falou algumas coisas sobre nós duas, então, eu vou contar um pouco de mim pra vocês.

Eu tenho 21 anos sou apaixonada por livros e comportamento humano, futura psicóloga e escritora, eu sou uma adulta adolescente. Eu vivo no mundo da lua fiz esse lugar aonde me sinto segura. Eu sempre quis crescer mas eu não sabia, que ia ser tão difícil, eu acho uma a palavra crescer, muito dolorida.

Então, eu fiz um lugar, só meu, aonde nada e nem ninguém pode me machucar, a Mila também, por isso somos metades, vivemos no nosso mundinho.
Temos um livro juntas aonde 50 % do livro é uma história ficção e 50% somos nós, história reais que aconteceu com nós duas, são duas personagens, a minha personagem é a Bianca e logo vou apresenta-lá a vocês, estou ansiosa para conhecer ela e muitos outros personagens do nosso livro!

Por hoje é só, até mais tarde e um beijo da sua Jujuba, não esqueçam, vocês são as minhas paixões!

Tudo sobre a minha parceria com a minha melhor amiga ❤️

Olá meninas, hoje eu vou explicar, sobre a minha parceria com a minha melhor amiga, como funciona etc!

Primeiro, vou contar a nossa história juntas, bem resumida.

A Juliana é a minha amiga desde da 6° série, sempre fomos muito grudadas, até que fomos separadas, eu acabei mudando de cidade, por causa do trabalho do meu pai e outros fatores e ficamos sem se despedir uma da outra, perdemos qualquer tipo de contato, até porque, não tinha essa tecnologia que temos hoje.

Desde da escola, sempre escrevíamos muitas histórias, nosso sonho sempre foi ser escritoras, ter um livro juntas, sobre a adolescência.

Quando foi, em 2017, se aproximando no final do ano, por algum motivo do universo, eu achei ela no Facebook, dei a louca, chamei ela, com medo dela nem lembrar de mim, mas ainda bem que ela lembrou, chorei pra caramba!

Automáticamente, nos duas já estávamos planejando o reencontro, falamos de começar um novo livro, com uma nova história, com novos personagens e sobre as adolescência.

Vocês devem estar se perguntando, mas como vocês duas conseguem escrever a história juntas, com as mesmas ideias?

Então, sem querer se clichê, mas nós duas sempre tivemos essa conexão, desde da escola, Juliana iniciava a história, ficava sem idéia, eu ia lá e continuava a mesma ideia, as vezes eu que começava tal capítulo, mas até que ficava sem ideias, ela vinha e encaixava com as ideias dela, nossas histórias juntas, era como se fosse um quebra-cabeça, sempre se encaixava, se completava. Tinha dias, que eu chegava contando meus sonhos malucos e a Juliana, contando os dela e as vezes, eu voltava e falava pra ela:

“Juliana, você não sabe, terminei seu sonho”

Algumas vezes, ela também terminava os meus sonhos, isso era incrível, ainda é assim, até hoje não mudou, a gente se completa.

O livro, tem duas personagens principais, que são: Malu e Bianca, são melhores amigas, digamos que a Malu representa muitas coisas da minha vida e a Bianca representa a Juliana, mas as personagens são 100% nossa! Eu também escreve coisa sobre a Bianca, assim como a Juliana também escreve sobre a Malu.

O nosso livro, já está com bastante capítulos, com a história bem desenvolvida.

Então, começamos a procura um nome para o livro, que também seria o nome do blog, deu muito trabalho, se vocês soubesse, o número de combinações para fazer um nome legal, até que nos tocamos, que nos duas estávamos com o nome bem na nossa cara, que nos duas, estava tendo no mundo da Lua, imaginando todo nossos futuro, com o nosso livro, que percebemos que o nome tinha que ser ADOLESCÊNCIA DE LUA!

Vocês devem querer sabe, o motivo da Juliana, ainda não ter publicado.

Sobre isso, ela está se organizando, pra começar a postar também, ela vai se apresentar aqui na blog, antes de começar a publica, vocês vão amar ela, tanto quanto eu amo ela.

Semana quem vem, começam umas publicações com horários mais organizado, logo vocês vão ver tanta publicação nossa, que vao ter tanta coisa pra lê e conhecer ❤️, vão até enjoar, mas eu proíbo de enjoar, vocês tem que amar muito, mostra para as amigas, porque tudo aqui vai ser feito com muita amor e carinho!

Um beijão da Mila e até o próximo post!

Hello? Sumi, mas voltei com novidades!

Meninas, desculpa meu sumiço, mal comecei a publicar aqui no blog e fiquei com muitos compromissos, comecei a minha faculdade também, ainda estou me organizando, mas agora ta mais calma, eu espero na verdade! Prometo, que não sumo mais.

Então, a minha novidade, além de estar na faculdade, é que estou fazendo uma lista de assuntos para ser abordado aqui no blog, ainda estou trabalhando no livro, junto com a minha melhor amiga, estou começando a fazer uma pequena historinha, sobre cada personagens do livro, para vocês começar a conhecer um pouquinho mais sobre o livro e os personagens.
As publicações do blog, vai ter horário e dias certinhos, para vocês saberem sempre que tiver publicação nova, minha amiga, vai começar a postar aqui no blog também, em todas as suas postagens ela vai assinar como: Juliana ou Jú, bom ela que sabe, haha, isso é só para vocês saberem quando for publicação minha ou dela!

Fiquem atentos no meu instagram: milachiaratti , vou estar postando no status, sempre que houver publicações no blog ou novas novidades.

Gostaria, que me mandassem perguntas, no instagram, pode ser no direct ou comentar aqui no blog mesmo, assuntos que vocês gostariam que eu respondesse, pode ser sobre o crush da escola, sobre sexo, amizade, namoro, termino, podem pedir conselhos também ou contar alguma história da sua vida, que pode ser postada aqui no blog, sobre o assunto que quiserem.
Na sexta-feira, vou fazer uma publicação sobre os assuntos que vocês mandaram.

(Obs: Se tiverem com vergonha, não quiser que a sua identidade seja revelada, pode pedir anonimato ou mandar no meu Sarahah: MilenaChiaratti.Sarahah.com )

Beijos da Mila, até amanhã!