Qual o valor das fontes?

Olá, tudo bem com vocês?

Hoje vim falar com vocês sobre um assunto muito importante, mas pouco notável. São as fontes. Vamos lá:

As fontes são algo quase imperceptível para uma enorme parcela da população. Pessoas abrem as páginas do UOL com uma matéria como “greve dos caminhoneiros faz o Mercadinho São Vicente, do extremo sul de Santo Amaro, ficar sem 90% de suas mercadorias” e a partir disso, apontam o dedo para os caminhoneiros, assim como pessoas lêem uma publicados no Facebook com o tema “gatos fazem mal para crianças”, tiram os gatos de suas casas e segue tudo bem. Não é bem assim.

Existem diversos tipos de fontes: primárias, secundárias, a expert, tipo 1, tipo 2. Aqui, para vocês, eu serei sempre a secundária, que resumidamente, é a fonte que fala sobre algo, sem ser especialista (mas com essa intenção futuramente), sempre procurando as fontes primárias.

As fontes são algo de extrema importância, são elas quem verificam a veracidade de uma matéria e por isso devem ser lembradas sempre. É necessário saber sobre elas se você quiser ser alguém capaz de debater (e hoje em dia, eu acho que mesmo que você não queira, deveria saber debater), pois hoje existem as fake news, que pra quem não sabe, são as matérias falsas.

Para vocês terem noção do que eu tô falando, em 2016, as estatísticas de diversas matérias se baseavam em uma onda onde 39% à 45% das pessoas já compartilharam fake news. Repito: 2016. Esse ano, o professor diretor da USP, Edson Gomi, afirmou a existencia de robôs criados para disseminar informação na internet, lembrando que: um robô não pode ser julgado/preso, como um ser humano, ele mal pode ser julgado.

Um exemplo base: imagina você ler em um lugar que você considera uma “grande mídia”, que o aborto será legalizado. Você pega essa informação e posta no Facebook. Seu amigo compartilha, o amigo dele comenta que é mentira e o debate começa, até descobrirem que você estava errada(o). A humilhação pode ser tremenda, e eu não quero isso para vocês. Por isso, aqui, farei de tudo para colocar a veracidade de uma matéria em primeiro lugar, e com isso, espero que vocês (até mesmo pra me ajudar e se ajudarem) vão atrás das informações, não como jornalistas, mas como pessoas que merecem a verdade, independente do que a mídia fala ou do que sua vó te disse ontem. Esse é um espaço nosso, vamos crescer e aprende com ele, juntos, confirmando as informações, discordando, me dando a estatística atual do contexto, falando e opinando aquilo que quiserem, mas sempre com um embasamento oficial, não sendo mais um disseminador de fake news.

Até a próxima escrita!

-TRACA.

17 comentários em “Qual o valor das fontes?

    1. Pretendo falar sobre tudo que der na telha, só achei interessante comentar sobre as fontes porque pode ser que eu faça matérias sobre estupros, feminismo e coisas do tipo com estatísticas (jornalismo de dados)

      Curtido por 1 pessoa

    2. Eu e as meninas temos formas diferentes de escrever, sou mais direta e pretendo ser um pouco mais séria nos assuntos. Assim teremos temas diversos: as fanfics, historias da Bynd por exemplo, as ajudas emocionais da Ju, o entretenimento composto da Mila que é demais, a Stefany eu não sei ainda KKKK e eu tentando criar matérias que acho que podem ajudar vocês, ser de interesse geral, mostrar o jornalismo de uma forma diferente da mídia, mais simples sabe, mas ainda estou tentando KKKK mas não pretendo falar só disso também

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu acho a ideia do blog de vcs, muito original! E saber que não vai ter notícias falsa, é melhor ainda.
        Cada uma tem seu jeitinho, Mila tem um jeito incrível de falar parece que eu estou escutando ela falar, a Jujuba tem uma forma de da conselheira, ela parece psicológa aquele grilo no seu ouvido. Q Bynd me lembro poema, ela diz o necessário com uma simples texto sentimental. Débora eu ainda não sei Kkkkkk Stefany também não sei quem é kkkkkkk e você foi muito séria, foi estanho demais pq o blog não tinha mostrado esse lado! Estranho mas bom! Trabalhem mais nisso que vai ficar ótimo

        Curtido por 2 pessoas

    3. Vale lembrar que daqui pra frente, nosso público expande pra adolescentes em geral e não só o feminino. Teremos um dia exclusivo pra matérias com focos nunca abordados antes, como jogos (foco da Bynd), entre outros

      Curtido por 1 pessoa

      1. Isso e ótimo, eu espero que achem que não forma de nós dar notícias sérias e qie a gente entenda que isso é sério
        Eu amo ler ei amo ver jornal
        Mas as vezes é tão adulto que eu não tenho saco pra ver, se fosse algo que tentasse conversa com a gente, igaul vcs estão fazendo

        Curtido por 1 pessoa

  1. Muito diferente do que já li aqui no blog.
    Foi bom saber essa informação, o blog não vai fazer parte desse blog que fazem notícias chamativas pra chamar atenção e muitas gente acessar

    Curtido por 2 pessoas

    1. A intenção é ser o mais verdadeira possível, mas é meio complicado pra mim ainda, por isso esse post, qualquer troca de informações é valida pra mim ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Interessante, confesso que no começo não entendi o pq desse post!
    mas percebi que é pra dizer que vcs vão pesquisar sempre antes de dar qualquer informações principalmente jornalístico, bem original, gostei

    Curtido por 1 pessoa

  3. Achei diferente, gosto de saber de coisas que eu raramente vou usar, mas eu precisar eu sei que tenho algo interessante pra falar!
    Gostei Traca, ve se posta mais coisas, pode ser que a gente se acostuma com esse lado mais serio, vc parecia tao meiga na foto

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s