Era isso que eu precisava

Escrevo para me distrair, escrevo para me conhecer, escrevo para entender os meus erros e acertos, para me aceitar dinovo e renascer todos os dias, quando vejo a luz do sol tocar aquecendo com carinho meu rosto, escrevo para me amar, amar minha face, meus cachos, meu corpo, minhas habilidades, minhas mãos que passeiam sempre com um lápis, escrevo para me fazer feliz, para tirar a tristeza de dentro do peito, já que o papel sempre aceitou tudo de mim.

O tempo passa e é como se a vida perdesse as cores mais fortes, logo as mais vibrantes, a responsabilidade toma o lugar que a magia da infância habitava, toma lugar das pequenas felicidades da vida, como um doce, um sorriso, um presente ingênuo, que não tem mais a mesma “graça” que antes, fomos criados para um mundo já pronto, com toda a sua estrutura e mesmo fazendo parte dela, você se sente deslocada(o). Como se te faltasse algo ou alguém, como se faltasse paixão, faltasse amor, e o pior de tudo, faltasse esperança!

Por mais bocas que você visite, ainda vai chegar na sua casa e sentir um vazio invadindo o seu peito, mesmo depois de gozar uma, duas, três vezes (se é que chegou a gozar) vai sentir a solidão batendo na porta, entrando no seu coração sem a sua permissão. Diante toda essa rotina regulada só precisava de alguém que me entendesse como a palma da sua mão, que se passou despretensiosamente no meu corpo.

Era isso que eu precisava, era isso que eu queria, um sexo assim, sem interrupções, sem pressão, com carinho, com afeto, não importava se era rápido ou lento, só queria alguém que se importasse comigo como ele fez, que fosse cuidadoso como ele foi, que se importasse com meu prazer como se fosse para ele mesmo, que me tocasse como se tivesse o poder de parar o tempo, os ponteiros batendo no relógio em sincronia com nossos corpos, indo e voltando repetidas vezes.

Seu beijo, sua língua, tudo isso me fez feliz por várias horas, seu antídoto me tiro da realidade ansiosa que sobrevivemos, me fez ter brilhos nos olhos dinovo, me trouxe a magia que tinha esquecido na mochila, aquela que estava no fundo do guarda roupa kkkk já que as decepções fizeram questão de empurrar com tanta pressa, que nem tive chance de alcançar, escapou dos meus dedos como areia.

Mas ele me entende por completo, por dentro e por fora, entende meu cérebro, minhas ideias, meu ideais, meus sentimentos, porque ele se parece comigo, desde o dia em que nos conhecemos, se parece comigo até nas traições, a cada beijo que explora meu corpo, ele não está só me dando prazer mas sim, se reconhecendo com nossas almas, se reconhecendo em mim…

E agora tudo tem um brilho diferente, não como antes, já que antes eu era uma criança e diante todos os desafios/prazeres cotidianos, agora me tornei uma mulher. Mas nunca esqueço que me distraio, que eu me conheço, eu entendo os meus erros e acertos, eu me aceito e me reconheço todos os dias, quando vejo a última luz da lua e das estrelas se apagarem, quando fecho meus olhos no travesseiro e me amo, amo como nunca amei ninguém, eu estou feliz pois tirei a tristeza do me peito, já que o papel sempre me aceitou por completo como ele…

Espero que tenha gostado da história foi uma experiência maravigold kkk que me deu um animo, para continuar com a vida corrida.

Tenho Instagram, Canal no You Tube e Página no Facebook:

Instagram: @byanka.g.nunes

Facebook: Byanka.G.Nunes

YouTube: Byanka.G.Nunes

Email: byanka.g.nunes@gmail.com