Tag: Textos das Leitoras: O amanhã que nunca chega.

Olá minhas queridas e meus queridos, isso mesmo queridos, o blog está alcançando o público masculino, estou muito feliz com isso.
Hoje o post é tolamente feito pelas leitoras.

_"Oi? Como assim? Mila me explica isso!"

Calma, vou explicar, recentemente eu tenho recebido alguns textos, poemas, história de vida da leitoras e de leitores também, então, toda semana vamos abrir um espaço para os nossos leitores mandarem seus textos, seus desabafos, suas histórias de vida, se quiser até aquelo mico que você pago, hahaha, podem mandar tudo pra gente que vamos adorar ler e compartilhar com as pessoas que lê o blog!


O amanhã que nunca chega.

Se engana, quem acha que a gente nunca vai se cansar da falta de reciprocidade.
Do “deixa para amanhã” que quando chega o “amanhã” vira outro amanhã.
Que a saudade não vai deixar de doer.
Mas pode deixar vai acabar se tornando apenas mais uma lembrança.
Sim! Toda saudade deixa de ser dor! Tudo o que é vivo e não é alimentado, morre.

A gente perde a ansiedade em mandar uma mensagem ou receber uma ligação, até porque já não adianta mais, as falas são vagas, são frias, só um tem a verdadeira vontade de estar ali.
Um dia chega um “oi” que já não te deixa tão saltitante e você até deixa para responder depois. Quando percebe, já está silenciando a conversa, desativando as notificações. Os stalkes são cada vez menos frequentes, até não existirem mais.

A mesma geração do desinteresse é a geração que aprendeu a se amar em primeiro lugar.
Se amar é diferente de ter o ego elevado, não esqueçam.
O desinteresse gera desinteresse, até mesmo se tratando de amizade.
O sentimento acaba e a gente vai embora, sem vontade de voltar.

Perceba o que você tem, antes de perder.
Cuide, com o mesmo cuidado que teve pra conquistar.
As pessoas se vão! Se não por vontade própria, vão por destino e só vai ficar a saudade, a vontade de ter vivido e sentido mais.
O arrependimento por ter deixado para “amanhã”.

Esse é um desabafo de quem fez tudo para ficar, mas se cansou de esperar pelo “amanhã”, só chegou quando você percebeu que eu já tinha ido embora.

essa

Lidiane

Autora: Lidiane Z.N. – Instagram: @Lidizin


O que acharam? Eu achei muito profundo, um sentimento puro e verdadeiro, foi escrito com dor, com amor e com libertação!

Quer mandar o seu texto, seu poema, seu desabafo? Só mandar no nosso e-mail: adolescênciadelua@gmail.com.
Ah, já ia me esquecendo, se caso não quiser ser divulgando, podemos usar um condi-nome ou deixar no anonimo, vai da sua preferencia, mas não deixa de mandar, eu vou adorar ler e saber mais um pouquinho sobre você!
Não esqueça de deixar seu instagram, seu perfil do Facebook ou e-mail pra contato.
Não são obrigados a divulgar a sua identidade.

Beijos da Mila!