FANFIC: Como Funciona, O que é, Como Fazer? (Parte Final)

image

Olá pessoal, como vão? No post de hoje vou dar continuidade nas dicas de como escrever fanfic e histórias em geral. Esse post vai ser maior, mas é para acabar logo com o assunto e partir pra outro.

 

• Capítulos:

O.k. Comece a publicar a história quando estiver na metade ou concluída. Por quê? Se você publicar três ou quatro capítulos, vai começar a desanimar, ficar sem tempo, ter outra ideia e começar a trabalhar em cima dela. Eu já fiz isso, e todas as vezes que eu publiquei apenas três ou quatro capítulos, acabei retirando por conta de todos os motivos anteriores.

Quando você for colocar o nome em um capítulo, lembre-se que tem que manter um padrão, por exemplo: 1. Começo, 2. Ela. Entendeu? Quando você nomeia os capítulos de várias formas diferentes, os leitores vão ficar com um pé atrás de ler por causa da estética. A estética conta e muito no livro.

É difícil para uma pessoa que começa nesse ramo escrever muitas palavras. Quando eu comecei, a minha primeira história tinha no máximo 800 palavras, mas em 800 palavras não dá pra falar quase nada. Claro que você pode dividir a cena em vários capítulos, mas vai ficar meio chato, tirando o fato que vai ter muitos capítulos.

Eu escrevo no mínimo 2000 mil palavras, e acho que muitos escritos amadores como eu também fazem isso. É obrigatório? Não, mas é o ideal.

• Prólogo:

O prólogo não é obrigatório, mas em muitas histórias nós vemos ele. Como podemos começar o prólogo: com uma ideia do personagem, memórias da infância, algo que vai acontecer no futuro, algo que está acontecendo mas não com o personagem principal. Muitos prólogos, se bem feitos, prendem o leitor para querer saber mais.

O prólogo deve ser publicado antes da história de fato acontecer, por exemplo: informações+personagens, playlist, dicionário, epígrafe, prólogo, capítulo 1.Quando eu a conheci. Conseguiram entender?

Uma coisa que eu leio muito em fanfic’s e livros na internet é o autor usando o prólogo como descrição. É errado. A descrição do livro fica na sinopse, e não no prólogo. Não confundam pessoal.

• Epílogo:

O epílogo assim como o prólogo é opcional.

Geralmente acontece após algum tempo da última parte da história, como ” 10 anos depois…”. Pode ser um final feliz para os personagens, ainda mais se você terminou o último capítulo de uma forma misteriosa, ai no epílogo você explica.

Depois que você publica o epílogo, não deve colocar mais nenhum capítulo depois dele, assim como não devem colocar antes do prólogo.

• SÉRIES & SAGAS:

Pra vocês entenderem a diferença dos dois, se um dia quiser fazer algum deles.

* Séries: conjunto de livros únicos que todos têm algo em comum. Os personagens não tem que se interligar mas nas as histórias tem que coincidir no desenvolvimento.

* Sagas: uma coleção de livros que contam uma história principalmente. Geralmente tem vários livros, e quando eu digo vários são vários mesmo. Por exemplo: Harry Potter, J. K. Rowling ou Crepúsculo, Stephanie Meyer.

• Sequência/ Spin Off

Sequência: segundo livro — e assim por diante — sobre o mesmo personagem. Como, a sequência de Crepúsculo é Lua Nova ( é mesmo? Eu nem me lembro direito…)

Spin Off: o SO é uma história baseada em um personagem de um livro seu, mas não é o personagem principal. Eu acho muito interessante, já que você pode pegar um personagem que foi pouco usado, e fazer uma própria história mostrando como de fato ele é.

• Título:

Gente, o título do seu livro é o que vai fazer a diferença. O título é a segunda coisa que mais chama a atenção de qualquer pessoa ( a primeira é a capa), então você tem que tomar muito cuidado quando for colocar o título.

Títulos pequenos deixam o ar misterioso, mas muitas vezes grandes também. Vou dar dois exemplos:

Segredo – Giovanna Teodorico. Sim, eu tenho uma história — em desenvolvimento — com esse título, exatamente porquê a pessoa vai ler ele e vai pensar ” tá, segredo, mas que segredo?”

Assassinato no Expresso do Oriente – Agatha Christie. O título em si já da uma ideia de que vai ter muito mistério envolvido, além de um assassinato. É um título grande, ( não taaaao grande mas grande ) mas da mesma forma chama a atenção.

Tente colocar títulos que não existem. Por exemplo ( eu vou dar muitos exemplos, como perceberam ): A Dona do Morro, Prometida ao Alfa, Filha do Vingador, Sou filha do Stark, Instagram e por aí vai.

Todos esses títulos tem em baldes no Wattpad. E cara, quando você lê a sinopse dizendo ” plágio é crime então seja criativo ” eu quase morro e denuncio a história por plágio, pelo simples fato de quase todas as histórias com o mesmo título serem iguais. Claro que vai haver excessões, não vou generalizar também, mas a maioria é igual sim.

Uma dica de uma simples escritora amadora é, deixe o título por último, assim como a descrição ou sinopse. Por que? Porque durante o curso da história você vai conseguir fazer um título tão maravilhoso em cima daquilo que estava escrevendo que você vai querer sair correndo pelado(a) gritando ” eureka” pela cidade.

• Descrição ou Sinopse:

É a parte em que os leitores decidem se vão ler ou não, querendo ou não. Vamos classificar as partes que mais chamam a atenção do leitor: 1. Capa, 2. Título, 3. Descrição, 4. Como escreve a história. Então pega bem as dicas pra não errar em nenhuma.

A descrição deve conter o conteúdo do livro, sobre o que ele trata. Você não vai colocar tudo do livro nele, senão se chamaria resenha, mas deve colocar alguma coisa do livro. ” ah, não brinca Giovanna!” To brincando não meu povo. Já li várias descrições onde a pessoa escreveu paçoca e falou pamonha no livro. É decepcionante.

Você pode colocar algum parte de algum capítulo na descrição, o que eu acho super legal, ainda mais se for uma parte intrigante que nos deixe com uma pulga atrás da orelha.

Escreva conteúdos verdadeiros onde mostra que a sua história é original. Originalidade é tudo para você se sair bem, não apenas ficar famoso ( porque famoso mesmo são aquelas histórias quase todas iguais), mas ser reconhecido pelo trabalho bem feito.

• Capa:

É a imagem do trabalho, e querendo ou não, todos julgam o livro pela capa, e não adianta falar que não porquê você já julgou um livro pela capa.

Tente fazer uma capa original, sem tentar parecer com a capa de tal livro. Seja original sempre.

Tem vários programas e editores que podem te ajudar a fazer uma boa capa. Se você não sabe fazer uma, — o que é o meu caso, infelizmente — peça a alguém. A algum amigo, ou a uma pessoa da plataforma que você usa pra publicar a sua história. Na plataforma tem várias pessoas que fazem capas, o que facilita muito a nossa vida.

Geralmente: capaz horrorosas mas a história maravilhosa, ou capas lindas mas histórias sem sal, sem nada. Eu aprendi, por causa disso, a nunca julgar um livro pela capa ( principalmente usando plataformas digitais).

• Enfeitando:

Uma das partes mais legais que você fica ” ai meu Deus, acho que eles vão gostar”.

Coloque fotos, de como você imagina os personagens, lugares e outras coisas. Faça imagens que separam uma cena da outra, por exemplo:

Gabriela havia sumido.

[Imagem.]

Volto a ligar para a delegacia em busca de informações.

Algo que eu acho sensacional é quando o autor desenha os personagens, os lugares, roupas, e símbolos ( aqueles que separam uma cena da outra ). Se você quer saber como fazer que o desenho fique parecendo digital, assista aos vídeos da Bynd que ela explica certinho.

Um fato: quando colocar uma imagem no seu livro que não é seu, coloque os créditos de quem tirou ou do site que você pegou a imagem. Se não fizer isso pode receber um pequeno processo de direitos autorais.

• Conteúdo pesado:

Sempre, sempre, avise antes se o seu livro tem um conteúdo pesado. Coloque no capítulo de informações e de preferência destacado, pra que todos leiam e se sintam avisados.

Se o seu livro tratar de temas delicados, ( depressão, suicídio, uso ilícito de drogas… ) se disponha a conversar com os leitores se eles se sentirem maus, ou coloque o número de alguma central de ajuda.

• Publicando o livro:

Existe várias plataformas digitais onde você pode publicar a sua história, como o WordPress, o Spirit — mas esse é mais voltado para fanfic’s mesmo —, e a plataforma que eu mais uso (e que particularmente mais gosto) é o Wattpad. Não vou falar muito dele, mas acesse e veja qual você mais gostou, ou procure mais plataformas e manda bala.

Eu nunca publiquei nenhum livro fisicamente, e nunca fui atrás também, mas já ouvi falar por muitos autores que é uma pequena (grande) dor de cabeça. Então a dica que eu dou é, publique primeiro na internet pra ver se tem um bom resultado, se as pessoas realmente gostam, e se o resultado for positivo então vá atrás de alguma editora.

• Paciência:

Paciência é tudo o que você vai precisar — além da força de vontade, é claro — quando publicar o livro. Não é da noite para o dia que você vai sair de um anônimo para famoso, que a sua história seja muito conhecida.

Vamos com calma e paciência. Divulgue muito, seja persistente, original e paciente.

PS: esqueci de falar no post anterior. Se você está fazendo uma fanfic, pesquise tudo sobre o personagem, tente ver a história com os olhos dele. Já li várias vezes autores escrevendo os personagens de uma maneira totalmente errada, como eles realmente não são, principalmente em crossover do Teen Wolf com Supernatural. Eles muitas vezes fazem com que os Winschesters pareçam idiotas, sem nem mesmo saber como tirar o demônio de alguém, e pior, tiram a personalidade do Dean e do Sam. Não façam isso, pesquisem.

 

Eba, chegamos ao fim dessas dicas de como escrever uma fanfic/livro. Espero que tenham gostado, que eu tenha realmente ajudado vocês, porquê essas dicas me ajudaram muito e ainda me ajudam. Desculpe por ter falado demais nesse post, mas valeu a pena.

Mande a sua fanfic, história, poema, critica, desabafo, e etc para o nosso e-mail adolescênciadelua@gmail.com

Com amor, Giovanna Teodorico.

11 comentários em “FANFIC: Como Funciona, O que é, Como Fazer? (Parte Final)

    1. Ai meu Deu hahahaha imprime sim!! Espero ter te ajudado e, se você fizer alguma história ou algo do tipo mande para o nosso e-mail. Com amor, Giovanna Teodorico.

      Curtir

    1. Nem eu acredito! Olha, eu estou indecisa sobre dois temas, mas eu não vou contar quais são os temas hihihihi aaaaa, muito obrigada Vanessa. E eu adoro ver os seus comentários por aqui. Com amor, Giovanna Teodorico.

      Curtir

    1. Que bom, e aliás, mande a sua fanfic para o nosso e-mail, vamos ter o prazer de ler. Essas dicas na verdade foram mais para me ajudar do que ajudar vocês hahahahahaha com amor, Giovanna Teodorico.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s