Eu sou a ABIBI, a nova autora no blog!

Eae manas, eu sou nova por aqui, mas só aqui mesmo, a Jujuba é a minha m.a e já me atura a uns bons anos, a gente tem muita história meu, vocês nem imaginam os roles, eu sempre gostei muito de escrever, jogava tudo para fora no papel e depois guardava, mas agora isso pode mudar, por que deixar no papel se posso compartilhar com vocês?

Então, como eu não sei falar sobre a minha pessoa posso primeiramente falar coisas básicas como: Meu nome é Ana Luiza Abibi, mas todo mundo me chama mais de Abibi, eu tenho 20 anos, assim que sai da escola eu comecei faculdade de enfermagem, namoro a quase 2 anos com o Pedro, ele é viciado em carro baixo e fez começar a gostar também, logo eu que amava carro alto (posso escrever sobre nós também, quem sabe), eu amo ler, já perdi as contas de quantos livros já li, mas acho que vou começar contando um dos motivos que me fazem ser como sou. Desde pequena eu sempre cresci com cachorros a minha volta, a primeira que marcou minha vida foi a minha Bethânia, ela literalmente cresceu comigo, ela era uma Dog Alemã brava, mas comigo era um doce, foram 14 anos de história e de amor, a história não é exatamente sobre a Bethânia, na verdade, Ela fez a história começar a acontecer.

Depois que a Bethânia perdeu sua fiel amiga Belisa (eu não me recordo muito dela, ela era da minha mãe), o meu pai teve a brilhante ideia de me dar a Loren quando eu tinha meus 6 para 7 anos, a Loren já veio pra casa toda errada, acontece que o dono do canil trocou os filhotes na hora de entregar ela e fomos surpreendidos com o passar do tempo que ela foi crescendo e não ficando como esperávamos, a Loren é um amor com a gente, se acha a dona da casa, que Deus perdoe ela pelas bundas e canelas mordidas, isso mesmo galera, ela é traíra e espera a pessoa virar de costas pra atacar, ela é terrível e toda vez que minha mãe sai, ela faz a festa em casa, ela e a Bethânia tinha uma boa amizade, mas a Loren ficava dentro de casa por ser pequena e nenhuma das duas eram muito sociáveis hahhaha.

Mais ou menos 2 anos depois eu ganhei o meu maior presente, o Astor, a o meu grandão, ele sempre foi puro amor, sempre deixando bem claro suas emoções com suas fortes expressões, Astor é um Mastif e em sua linhagem tem apenas 1 Fila que o fez herdar sua cor, ele é literalmente único, quando veio já era grande e atrapalhado, eu pirei, ele era o meu sonho e ficamos inseparáveis desde então, a Bethânia já estava ficando velinha e nós nos mudamos, ela não quis ir embora do quintal da vovó, então ela ficou tendo paz já que os dois faziam da vida dela um tormento, claro que eu ia ver minha ranzinza todos os dias.

Foi quando nós mudamos que ganhamos a Mel, uma legítima Golden caramelo do rostinho branco, quando eu fui escolher ela, me lembro que ela era a mais pequena de todos os filhotes, o Astor a adotou assim que ela chegou, lembro que ela queria brincar o tempo todo, pulava em cima dele, mordia, latia e levava os brinquedos dela até ele, ele arrastava ela para o meio de suas patas e ela dormia na hora, eles viraram irmãos, ela foi crescendo e destruindo tudo que via pela frente, eu achei que era por ela ser um bebê, mas ela fez 2, 5, 6, 8 anos e ainda destruía tudo, não adiantava brigar ou treinar. Uma certa vez ela começou a comer a mangueira de lavar o quintal, aos poucos ela comeu o suficiente pra não dar pra lavar nem uma sala, só ficou o toco e quando meu pai foi brigar com ela o Astor fez o que? Entrou na frente e não deixou de jeito nenhum, eles se protegiam, e juntos temiam a rainha Loren, Loren a menor deles, mas ela não deve saber disso e nem os dois, considerando que ela sempre comeu a ração da vasilha deles e eles ficavam esperando do lado, ela vivia saindo nas tretas com a Mel, pq a Mel tinha vez que cansava de ser a plebeia dela, era tenso o mma, vocês podem imaginar a felicidade da Bethânia quando o trio ia lá atormentar a paz dela, ela nunca foi de brincar, mas no final dessas tardes os 4 sempre estavam juntos pra fazer bagunça e me dar muito amor.

No meio de tudo isso eu resgatei a Bia, uma cachorrinha de rua que era muito alegre e amava brincar e a Bethânia pegou amor por ela, as duas ficaram com a minha avó, mas a Bia ficou pouco tempo entre a gente, ela tinha uma doença sem cura, não me lembro o nome, mas os poucos anos que ela ficou, ela mostrou tanta gratidão e amor, que abalou muito todo mundo quando partiu, principalmente a Bethânia, que logo depois desenvolveu câncer que se espalhou bem rápido, eu fiquei ao lado dela mesmo sem ter o que fazer pra salvar ela, ela olhava todos os dias nos meus olhos com um olhar calmo, como se quisesse me falar que estava tudo bem, que era o momento dela de ir descansar e que eu ia ficar bem. Eu perdi a minha primeira melhor amiga, o quintal da vovó ficou vazio e triste, eu demorei pra me recuperar, afinal, ela cresceu comigo e era a minha ranzinza que eu amava, sempre será.

Eu só não imaginava que quanto mais o tempo passava e eu crescia, todos os sentimentos se tornariam ainda mais forte, eu não imagina o que ia acontecer, muito menos o que aconteceu e como o trio da bagunça ia me tirar tantos sorrisos e tantas lágrimas, mas o texto já ta muito longo e eu tenho muito pra contar desses 3, muito para dizer o como eles mudaram a minha vida, como eles conquistaram amores onde fossem, como eles cuidavam um do outro e por ai vai. A Bethânia abriu uma porta no meu coração que não virou uma casa, mas sim uma galáxia e dentro dela eu criei um amor incondicional, eu abriguei filhos de 4 patas, essa história tem fim e ao mesmo tempo não, mas ainda não da pra contar ela toda, eu posso contar pra vocês, mas isso se quiserem, essa história não é conto de fadas, mas daria um filme e tiraria muitas risadas e lágrimas…

Com amor, Abibi e sua galáxia, até a próxima!

10 comentários em “Eu sou a ABIBI, a nova autora no blog!

  1. Seja bem vinda! Eu achei sua história linda, você ama cachorro em, eu nem posso ter o meu irmãozinho é super alérgico… Ele já morre com o gato que tem aqui em casa!
    Amei a sua relação com os cachorros depois posta uma foto deles aqui no blog e mais histórias com eles!
    Seja bem vinda!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Obrigado de coração, tem muito pra falar deles ainda, ai posto fotinhas!!!
      Tem algumas raças que não soltam muito pelo, a do Astor é uma delas,vai que um dia você encontre um e queira né! Beijinhos 😘❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s