Aprendendo a ser mais forte que a sua opinião.

Talvez eu seja burra
Mereça aquela surra
Por não saber nem mais pensar
Desaprendi quando criei poema
Poesia é um dilema
Que eu não sei mais navegar
O mar é muito alto
Me desculpa eu sou baixo
Difícil de avistar
Sinto muito já é rotina
Pedindo, as preces, adrenalina
Tô vendo o barco afundar
Relaxar, tentando sempre
Me afastar dessa gente
Que me prega e quer carimbar
Como o boi que é comprado
Ou mesmo o atum enlatado
Se fosse assim eu seria do lar
Mas do lar eu não sou
Comum também não
E desrespeito não a de me faltar
Sou mulher e artista
Guerreira, proativa
E esse emprego, você não vai me tomar
Não tente, nem se atente
Pois a sua atenção, eu não quero mais
Falar não me rouca
Gritar não me cansa
Marchar é esperança
E dessa fonte eu vou tomar!
Sou mulher guerreira!

Até a próxima escrita!

-TRACA.

4 comentários em “Aprendendo a ser mais forte que a sua opinião.

    1. Eu tenho um livro que falta editar e arrumar detalhes que tô prevendo publicar em 2020, capaz que se até lá eu tiver entre 100 e 150 poemas/poesias guardados, eu publique também

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s