Pesadelo do meu Interior.

20161229_163156-01-21771245.jpeg
Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados. Artista: Byanka G. Nunes.

Vamos falar sobre saúde mental? Acredito, que muitas pessoas devem ter ansiedade, enfrentar a depressão, tomar algum medicamento, fazer algum tratamento cotidiano. Só quem passa por isso, sabe como é difícil lidar com esse tipo de rotina, como é difícil criar força dentro do seu interior, podemos ate ter algum apoio, mas só funciona se a gente se esforçar, eu sei o quanto é difícil, o quanto isso depende mais de você do que dos outros.

Por isso eu resolvi compartilhar uns sentimentos meus, mostrando como eu tento lidar com a minha saúde mental.. Eu espero que gostem desse texto é super pessoal, com muito sentimento, que eu sempre guardo a 7 chaves.


Pesadelo do meu Interior!

Porque é tão difícil expressar em palavras como eu me sinto.

Uso desculpas como o gato faleceu, acordei agora, não vi as suas mensagem, entre diversas outras situações.

Eu não sei o que estou sentindo.

Eu só choro, eu sinto minhas lágrimas até adormecer….

Pra mim parece normal, esses sentimentos aparecem e desaparecem com frequência.
Faço mil planos na minha cabeça e não consigo nem os colocar em prática. Me sinto inútil mas não adianta, querer falar com alguma amiga, amigo, namorando, ou até mesmo a psicologa, porque isso não passa, não se pacifica. É um sentimento meu, as vezes eu acho, que só eu posso entender.

Sempre está a minha sombra, só acabo “deixando pra lá” como se não existisse dentro de mim. Todos esperam algo de mim, que eu seja forte, que eu vá ao psiquiatra, a psicologa, que eu tome os meus medicamentos, que eu tenha uma alimentação saudável, que eu não volte a me mutilar… Que não tente nada contra a própria vida.

Antes, eu não tinha nada a perder, quando comecei, eu fiz por mim e agora? Faço por mim? Ou pela as pessoas que eu tenho em volta? Ou pelas coisas que eu já conquistei? Como continuar seguindo em frente?

Eu juro, que procuro várias alternativas, mas dentre as opções não consigo enxergar a saída.
Sempre tive esses sentimentos e depois de anos sem me machucar, nem a coragem para isso habita em mim, porque não é mais o suficiente para minha dor.
Qual é a dor? Não sei decifrar.
Eu estou cansada de minha mesmice, das pessoas a minha volta, as vezes da vontade de brigar, lutar, gritar, seja lá qual for o motivo.
A um mundo tóxico ao meu redor, não quero fazer parte dele.

Não me sinto parte dele. Me sinto fraca, indisposta, com vontade de não existir…
Mas e os seus projetos?
O que tem eles? Não sei, são planos que nem sei como começar a colocar em prática, já é tao difícil pensar em não querer morrer que meus sonhos ficam tão menores…
Minha cabeça, explode de vozes, elas são fáceis de conviver, se tornaram rotina e percebi que não vão sair dali. Uma hora, você se acostuma.
Estou com 20 anos e eu realmente estou exausta de novo. Não é jogar fora ou menosprezar o que conquistei, porém é como se nada que eu fizesse, fosse tirar esse pesadelo do meu interior.


Uma experiência da Mila!

Contada com a colaboração da Bynd!

Eu espero que levem o texto pro coração e perceba que não é a única pessoa que se sente assim e que não está sozinha ou sozinho.

Isso é uma experiência 100% minha, é apenas um texto que descreve o que estou sentindo no momento, na verdade, durante uns meses. Eu não sei como funciona a sua saúde mental… Eu não sou médica, não deixei de procurar um médico, pra cuidar da sua saúde metal. Com saúde mental, não se brinca.

Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados. Artista: Byanka G. Nunes.

Mande a sua fanfic, história, poema, critica, desabafo, e etc para o nosso e-mail: adolescênciadelua@gmail.com.

Quero agradecer a todo mundo que está enviando seus poemas, seus textos, suas histórias, etc… Estou amandando, continue mandando, a sua história pode ser a próxima!


“Todos nós enfrentamos alguns pesadelos.” – Milena Alves

Beijos da Mila ❤️

20 comentários em “Pesadelo do meu Interior.

  1. Eu amo esse blog, sempre vejo seys posts, todos que vc divulga
    Eu só nunca sei o que comentar.
    Mas eu amei esse POST, eu tenho só 15 anos, mas eu me indentifico muitoo, tenho medo de ser adulta, gosto da tranqüilidade que eu tenho.

    Curtido por 1 pessoa

    1. AAAH QUE AMOR! Eu amei seu comentário, fico feliz que eu consigo me comunicar com vcs, através dos meus textos! Olha, as vezes parece que não tem solução, que ser adulto é a coisa mais difícil do mundo, mas não é, por que sendo adulto, vc tem liberdade de questionar as coisas que combina cm vc, pense nisso.. aproveita adolescência, deixa pra ser adulta, quando tiver que ser adulta… tudo no seu tempo! Bjs da Mila!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s