FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark (Part.9)

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Eu sei que estamos demoramos muito pra voltar com as Fanfics, o blog está passando por muitas alterações, então só agora que tudo está voltando pro seu devido lugar.

A Giovanna, está passando por uns problemas pessoais, vamos desejar força pra ela melhora e voltar pro blog.
Enquanto ela fica ausente, vamos continuar postando a continuação da Fanfic, no caso a Giovanna vai continuar escrevendo e eu vou postando pra vocês!

Talvez, eu demore pra postar a continuação, pois dependemos da @giovannateodorico, pra que tenha continuação. Então, eu quero pedir pra vocês deixar sua curtida, que vocês deixem comentários, compartilhe em suas redes sócias, vamos motivar a @giovannateodorico.

Obrigada por todo o carinho, e pelos comentários.

Pra quem ainda não conhece a Fanfic é só acessar os links abaixo!

Part. 1: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 2: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark .
Part. 3: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 4: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 5: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 6: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 7: FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.
Part. 8:FANFIC: Vingadores – Filha de Tony Stark.

Eu espero que gostem da continuação de hoje.

Boa leitura!


IMG-20180531-WA0120.jpg

Vejo Natasha ao lado de Thor me olhando. Ela abre um minúsculo sorriso quando percebe que estou a olhando.

— Conversamos depois. — Anthony diz para mim, o que me deixa tensa.

Sabia dos riscos que era para mim vir até aqui, mas não queria encarar as consequências, principalmente se essas consequências tem nome e sobrenome.

— Iremos te soltar dessa jaula, mas com condições simples. Fique na linha, calmo, e nada irá acontecer a você. — Anthony sorri abertamente. Seus dentes brancos brilham no escuro. — Mas se você tentar algo, – Deus queira que tente – iremos te colocar nessa jaula de novo e te jogaremos daqui como se joga lixo fora.

Loki parece estar entediado, como se já tivesse escutado ameaças diversas vezes. Talvez realmente tenha. Natasha sai de perto de Thor e anda até o painel e aperta alguns botões, fazendo com que o uma parte do vidro da redoma deslize para o lado.

Loki sai de dentro da redoma e encara o irmão. Há uma tensão no ar quase palpável, como se a soltura de Loki tivesse um outro significado, um que eu não conseguiria entender ou perceber.

Thor quebra a tensão pegando o braço de Loki e o levando para longe daqui, sendo seguido pelos outros heróis de perto.

Tony e eu permanecemos no lugar. Encaro os meus sapato encardidos enquanto espero qualquer coisa da parte dele, um berro, um xingamento, um castigo, qualquer coisa. Mas nada disso veio.

Deixo de encarar os meus sapatos e encaro Tony. Ele está com os olhos pregados em mim, me vendo. Me senti incomodada porquê era como se ele estivesse lendo a minha alma. Depois de instantes em silêncio e muitos olhares, tomo coragem para quebrar o silêncio.

— Como você soube onde eu estava?

Ele ainda continuou me olhando com os olhos crispados.

— Natasha me disse que você a estava seguindo, e aliás, há câmeras por aqui docinho. — sinto a arrogância presente na voz dele, mas tem algo nela, algo oculto que deixa mais amargo a fala.

E claro que a Natasha percebeu que eu a estava seguindo. Sendo a incrível espiã que é perceberia uma garota normal atrás dela.

— Olha, eu sei que você não gostou muito do que eu fiz… — finalmente obtenho uma reação dele, mas não foi a que eu queria.

— Não gostei muito? — engulo em seco quando ele dá uma risada nasalada, o que me assusta. — Eu odiei, existe uma grande diferença.

— Também não é pra tanto… — e novamente ele me corta, cruzando os braços em frente ao corpo.

— O que foi que eu te pedi? — não respondo, mas ele espera uma resposta.

Percebi o que ele estava fazendo, e céus, como dói ter o orgulho ferido.

— Não me aproximar de Loki.

— Exatamente. Mas o que você fez? Correu diretamente para ele como uma presa. — levanto o olhar a Tony quando ele me associa a uma presa, exatamente como eu pensei que eu era.

Uma presa perto de Loki.

— Era uma tarefa simples. Ficar longe de Loki pela sua segurança. Eu confiei em você, confiei que pelo menos isso você faria, mas você traiu a minha confiança.

E com essas simples palavras ele me destruiu completamente, destruiu o meu ego e o meu ser. Sinto vontade de chorar, sinto vontade de cavar um buraco e sumir da vista de Tony.

— Me desculpe Tony, mas eu… — quando pensei que o discurso tinha acabado, que ele tinha terminado de me destruir, era apenas a ponta do iceberg.

— Precisava falar com Loki? — agora eu sei o que estava oculto no tom da voz de Anthony. A decepção. — Eu iria cuidar disso, faria com que ele saísse da sua cabeça, mas nãaao, você não confiou que eu cuidaria de você.

— Não foi isso! — minha voz sai mais forte do que eu esperava.

E novamente Tony me surpreende com a reação. Ele abre um sorriso largo enfiando as mãos nos bolsos da calça social.

— Então foi como? — a forma simplista que ele disse a frase me deixou mais assustada.

Mas o pior mesmo foi perceber que ele estava certo. Eu realmente não confiei nele, e por não confiar trai a confiança que ele depositou em mim, uma mera humana.

Tony estava certo, e ele sabe disso. Seu sorriso foi fechado, e as mãos tiradas de dentro dos bolsos. Anthony checa o relógio de pulso extravagante, e suspira. Por instantes ele pareceu ser mais velho.

— Castigo por um semana sem celular e essas coisas por ter me desobedecido. — encaro o homem a minha frente, mas saco o celular do meu bolso e entrego a ele.

Sem falar mais nada, Tony se vira e começa a andar para a saída.

Não me importo com a droga do castigo, mas sim que agora a confiança de Tony em mim não existe mais, e vai ser difícil reconquista-lo.

Continua…


Eu espero que a sua leitura tenha sido ótima, aproveita e faz uma maratona da Fanfic. Semana quem vem têm mais!

Beijão da Mila. Até o próximo post, gratidão!