Teoria do Chiclete.

Teoria do Chiclete

Algumas pessoas são que nem chiclete.
O gosto sempre acaba, sabe?

No final elas vão embora, deixa um gostinho de quero mais.
Temos o costume de mastigar o chiclete sem parar, achando que o gosto não vai acabar, que o sabor vai voltar do nada, sabemos que não vai voltar, mas continuamos ali, mastigando sem parar.

Ficamos com aquele gostinho de quero mais um chiclete.
Quem dera o gosto não nunca mais acabasse.

As pessoas são a mesma coisa.
Você faz de tudo pra ela ficar na sua vida, mostra que se importa, valoriza, diz o quanto você a ama, demostra seus sentimentos, mostra reciprocidade. Ou como dizem por ai, faz fechamento 10/10 com essa pessoa.

Algo que todo mundo sabe, que está muito raro no mercado, mas não, ela só pensa em ir embora. Ela deixa você sentir, aquele gostinho de quero mais, tipo ao ponto de querer dizer: “Fica, não vai embora, eu preciso de você.”
Só que infelizmente, nem adeus você consegue dizer direto, só vê ela indo embora.

Eu cansei de não sentir o mesmo gosto, já não era o mesmo sabor.

Sabe, eu decidi mudar, eu decido jogar esse tipo de chiclete fora.
Tudo isso é uma perda de tempo, mastigar algo que nem sabor tem mais.
Estamos cansada de saber, que algumas coisa tem que ter fim, tem que acabar, que uma hora vai acabar, nem tudo dura pra sempre, alguns contos de fadas não tem finais felizes, não é o que dizem por aí?

A melhor coisa a se fazer, é tomar cuidado pra não acabar engolindo esse tipo de chiclete ou melhor dizendo, evitar pessoas tóxicas, que não sabe o que quer, manter distância de pessoas, que são mal resolvidas dentro de si mesmas.

Como minha mamãe sempre disse:

“Não engole esse chiclete, eu já lhe disse que faz mal pro estômago. Chiclete gruda no seu estômago vamos ter que te levar você no medico.

Claro, que a minha mãe estava sendo exagerada em dizer, que teria que me levar ao medico, mas só assim pra eu não engolir os chicletes, eu detesto hospitais.
Assim com odeio ir ao médico, eu odeio sair magoada, investir em pessoas, pra no final sair decepcionada, então digamos que eu mudei a frase da minha mãe e usei ao meu favor.

Eu digo o mesmo:

“Pessoas de alma vazia, faz mal, são tóxicas, elas engolem sua alegria, seu amor próprio, sua beleza, sua paz, não tem coisa pior do quê não ter paz.
Faz mal, não só pro seu estômago, mas pro seu coração.
Descarte aquilo que faz mal pra sua alma.”

Autora: Milena Alves

Não deixa de me seguir nas redes sociais:

Instagram: @milavenue
Twitter: @milachiaratti
Facebook: Milena Chiaratti

Beijão da Mila! Gratidão!