“Quem diria…”

“Quem diria..”

Quem diria, que um dia esse beijo sairia.
Se você me dissesse: que as suas mãos estariam passando pela meu corpo, com certeza eu nunca acreditaria que isso fosse acontecer.

Um beijo, em uma noite linda. Uma noite cheia de energia. Apenas um beijo pra me enlouquecer. Eu fiquei pensando nessa noite, até o outro anoitecer.
Quando outro beijo nosso vai acontecer?

Pode parecer loucura, mas vou esperar, por outra noite escura.
Por mim eu fico com você em qualquer lugar. Estou louca pra te beijar. Se precisar eu vou com você até a lua. Pra que eu consiga sentir de novo a aventura dos seus beijos.

Seus lábios me fez sentir calor. O meu corpo esquentava com os seus beijos quentes.

Aqueles beijos me fezia ferver. Eu sentia o meu corpo inteiro borbulhar.

O meu corpo não parava de lhe desejar. Os nossos arrepios pareciam que estavam em sintonia, era uma única melodia.

Eu quero te ver de novo. Em seus braços eu quero mergulhar, me encharcar com o calor do seu corpo. Eu sonho contigo, até delirar.

Quem diria, que isso iria acontecer.
Quem diria, que eu estaria aqui com você. Eu desejei tantos os seus lábios, ficava até o adormecer.

Eu não consigo parar de pensar:
Quando iremos nos beijar de novo?
Quem diria que isso iria acontecer.
Quem dirá que vá acontecer de novo. Talvez seja só mais uma lembrança da minha mente.

Quem dirá. Ou quem diria, que isso não poderia acontecer outra vez?

~Milena Alves


Beijinhos da Mila.

Até a próxima poesia.

Gratidão!