Sinto tanto, mas não sinto muito

Te vejo passear pelo próprio corpo
Cada curva é um caminho que eu quero passear
Sem carro, sem pressa
Pra saborear
Cada gosto e essência que você traz
Me dão a sensação de paz
Vejo como as pintas formam uma constelação
E entendo, finalmente, a minha paixão por esse mundo todo que habita seu coração
Me vejo perdida em tanta vastidão
E acho lindo
Como cada sorriso seu tem uma explicação
Mas nada supera a sensação de ter descoberto
Que o amor da minha vida me acolhia perto
Que não me enche, pois já sou cheia
E sim me transborda
Mas nunca me afoga

Até a próxima escrita!

-TIATRACA.

Finalmente, você e eu.

Finalmente, você e eu.

Como vai ser bom te encontrar.
Eu não consigo parar de imaginar
os meus lábios tocando nos seus.

Finalmente, eu vou parar de sonhar e poder te abraçar.
Eu vou poder te olhar e lhe beijar, eu não quero pensar no adeus.
Eu sei que o tempo vai passar voando, mas eu só quero me preocupar em aproveitar esse momento com você.

Fico pensando em nosso envolvimento, será que tudo isso é mais que um lance?
Não sei lhe dizer, mas venha comigo viver esse romance.
Sinta o ritmo da música, balance comigo, eu quero ficar contigo.

Eu prometo ficar, mesmo depois do tempo passar.
Juntas podemos correr riscos, sentir o perigo.
O seu abraço vai ser o meu abrigo, mas a saudade será meu maior castigo.

Por isso eu te digo, vem comigo.
Sentir o fogo.
Me beija e se permita sentir o calor. Quem sabe, juntas vamos sentir o amor.
Eu sou aquele beijar flor, que se encantou, por uma linda flor. Você é essa flor.
Aquela flor que chegou e arrancou o meu sorriso sincero.

Eu me entreguei.
Você se entregou.
Será que algum dia você já amou?
Eu não quero um dia ter que lhe dizer adeus.
Sem você tudo fica tão monótono
Eu preciso lembrar de lhe dizer: Até logo.


Beijão da Mila! Gratidão, até a próxima!