Adeus 2018 e algumas coisas!

Antes de tudo, quero desejar um FELIZ ANO NOVO, que seja repleto de coisas boas e conquistas!!!… Era para esse post ter saído ontem (31/12/2018), mas acabei me enrolando e não deu, enfim, segue a vida né hahaha.

Minhas manas do coração, tudo bem com vocês? Espero que sim, que tenham passado bem esse Natal, queria pedir perdão pela ausência, é que aconteceu tanta loucura, tanta correria que eu mal consegui respirar, aliás, é sobre isso que quero falar com vocês, sobre a loucura que foi esse ano que passou, o que aprendi com ele, o que espero que esse ano que já ta logo ai, e que eu obviamente eu já to com umas metas na minha cabeça que provavelmente eu nem cumpra hahah.

Eu não preciso falar o quanto esse ano que já passou foi difícil, eu comecei meu tratamento, tive muita crise, perdi a Mel e depois o Astor, também perdemos parentes queridos, sem falar nos problemas do dia a dia, na preocupação se eu ia conseguir superar tudo que aconteceu, o medo de uma hora a minha ficha cair e eu perceber que teve mais dias ruins que dias bons, as piadas ridículas que tiver que aturar sobre depressão, os comentários maldosos, o quanto de pessoas tóxicas que me afastei e quantas pessoas de luz que eu me aproximei, foi eita atrás de eita, eu não sei dizer como eu tive medo esse ano, mas eu percebi que foi difícil pra quase todo mundo, e talvez essas dificuldades tenham nos dado muita força, o exemplo são as mulheres parando de se colocar umas contra as outras e se unindo, no meio de tanto caos, tantos acontecimentos que era impossível não sofrer no lugar de quem passou, eu vi as mulheres terem coragem e eu quis isso, eu quero isso.

Eu posso descrever 2018 em uma palavra: Reviravolta. Eu chorei até pensar que ia ficar desidratada, mas eu também sorri como se tudo estivesse maravilhoso, eu me decepcionei muito, mas eu também sei que decepcionei pessoas a minha volta, sonhei alto, cai muito, me machuquei feio, mas me levantei, eu senti saudades todos os dias, falei coisas que não deveria e deixei de falar algumas que eram necessárias, senti medo de fracassar, senti raiva de mim mesma e também senti orgulho, briguei, brinquei e também me arrependi de muita coisas, desapeguei de algumas mágoas que não tinha importância, mas também criei novas que pretendo deixar para lá em breve, me reinventei milhões de vezes, deixei coisas passarem, me senti fraca boa parte, mas continuei, eu não desisti e acho que pode ter dado certo.

Não espero que meu 2019 seja o melhor, mas tem tanta coisa que quero mudar, quero sair mais da minha zona de conforto, dar mais atenção para as pessoas que valem apena e que posso perder a qualquer momento, mesmo tendo mágoas, quero me dedicar mais a esse blog que foi uma das melhores e mais importantes coisas que me aconteceu, quero guardar dinheiro e parar de gastar com coisas que depois me arrependo, exceto comidas, ser uma pessoa melhor, dar mais chances para vida, a gente deixa tanta coisa passar por medo, eu não sei vocês, mas eu cansei de ter medo e essa é a minha meta principal.

Eu não tenho ideia do que está por vir, mas eu preciso parar de me tortutar pensando sempre nas coisas ruins, não quero repetir os mesmos erros desse ano, uma parte das coisas que aconteceram é culpa minha, pela forma que eu escolhi lidar, não quero carregar esse fardo, quero carregar malas para dentro do carro e ir viajar, ver que meu tratamento está dando certo e tudo isso e mais um pouco só depende de mim. Assim como as metas que vocês querem, depende de vocês para se realizar, depende da gente desapegar do medo.

Foi um ano tão louco e tenso que nem tive tempo para contar que adotei um cachorro, o Sherlock e uma gatinha também, a Sophi, logo contarei como eles surgiram na minha vida, sem falar que precisamos conversar mais, eu sou eternas grata por fazer parte desse blog e ter vocês me acompanhando, me motivam a ser melhor.

Mas enfim, por hoje e por esse ano que já acabou é só, me contem as metas de vocês, os assuntos que querem ver aqui no blog e um feliz ano novo, com amor: Abibi e sua galáxia! ❤💛🌻

Pra que a pressa?

Pra que a pressa?

Pra que a pressa?

Estamos o tempo todo querendo se encaixar nesse mundo maluco.

Sempre querendo as coisas pra ontem.

Correndo pra lá e pra cá, sem aos menos olhar para os lados.
Sem ao menos tentar ver o lado bom das coisas.

Estamos cegos. Sempre com pressa. Não conseguimos enxergar que vida pode nós trazer momentos incríveis.

A vida é uma só. Cada pessoa tem a sua história. Uma história única.
Cada pessoa tem ás suas experiências extraordinárias.

Então, pra que a pressa?

Temos um mundo enorme pra conhecer.
Um mundo, que é grande o suficiente pra que todos nós explorar.
Temos a vida toda pra aprender a se amar.
A vida inteira pra aprender o que é o amor.

Temos uma vida inteira pra se apaixonar.
Temos vida toda pra se encaixar nesse mundo, que é o tão louco.

Um mundo cheio de caminhos incertos.
Um mundo com vários caminhos corretos.
Ou com vários caminhos perdidos.
Um mundo, com mais milhões pessoas.

Pessoas que também podem estar perdidas, igual a você.

Elas estão com o mesmo intuito de se encontrar.
Com a mesma ideia de um dia poder amar e ser amado.
Com o mesmo sonho de ser respeitado e considerado.
Com o mesmo desejo de dar orgulho.

Assim como eu. Assim como você. Estamos todos procurando o seu próprio caminho.

Alias, qual é o caminho?

Quem é que sabe qual é o caminho correto.
Então… Porque a pressa?

Feche os seus olhos e não deixe de sonhar com a sua história.

Abra os seus olhos:

Imagine.

Brilhe.

Realize.

A vida é uma só.

Apenas, aprecie o seu momento de brilhar.

Porquê a pressa? Quem é que sabe qual é a hora certa pra poder brilhar?

~Milena Alves


Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados.
Artista: Byanka G. Nunes.

Beijão da Mila.
Feliz 2019!
Gratidão!