O que eu tenho pra mim sobre o amor.

É muito bom estar apaixonada por alguém, a vida se torna mais bonita, o dia fica colorido, o sorriso não sai do seu rosto, parece que você virou uma princesa da Disney e fica pelo mundo cantando, dançando e ouvindo os pássaros. Claro, de preferência pássaros azuis, que nem no filme da Bela Adormecida.

Você não para de observar tudo ao seu redor, mas ao mesmo tempo não presta atenção em nada, só no sorriso da pessoa que você ama, isso sim, não sai da sua cabeça.

Você começa a ver as coisas com outros olhos, acha as coisas lindas e perfeitas, nem um dia triste faz você ficar pra baixo, porque de novo apenas aquele sorriso, já deixa o seu dia melhor.

Você passa o dia inteiro contando as horas pra encontrar a luz que ilumina o seu dia, você chegar a pensar que todo mundo deveria se apaixonar.

Você começa a sentir muitas borboletas no estômago, por onde passa, basta você olhar pra qualquer pessoa na rua e você já sorri, você se sente feliz, sente o seu coração em paz, parece que você sente o seu corpo formigar de tanto transbordar de sentimentos que você sente por aquela pessoa.
Você não sabe o certo, nem o errado, mas já sabe que está apaixonado/apaixonada.

Você, começa a pensar que ficar ali do lado da pessoa que você gosta, é o melhor lugar que existe, é sempre aonde você queria estar, você não pensa em mais nada, começa até fazer planos malucos na sua cabeça, do que poderia acontecer se dessa vez, desse certo pra você, já que você é uma pessoa cheia de relacionamentos fracassados.

Só que você começa a pensar, pensar, pensar…

E começa a ter noção das coisas que você precisa fazer pra que isso de certo, você sabe o quanto é complicado ter um relacionamento, ainda por tudo que você já passou, até porque você já teve um coração partido e não gostaria de sentir essa sensação de novo, nos sempre queremos amar sem ser machucados.

Você sabe que pra um relacionamento dar certo, é necessário mais do que amor. Aquela pessoa, também tem que estar tão interessada, assim como você tem interesse, aí começa às incertezas: Será que aquela pessoa sente o mesmo que eu sinto?
Você não quer mergulhar em mar raso.

Você já sabe que quando passa a paixão de um dos dois, as coisas mudam, cai sobre os dois um labirinto, vão ficar se encontrando e desencontrando, ou ficar que nem ping pong. É exatamente nessa hora que vem a realidade para os dois ou pra um dos dois, as vezes tem o azar de apenas um amar.

Começamos a procurar desculpas, como a correria do seu dia a dia, começa a bater as diferenças, brigas e um mais um pouco de ciúmes e o famoso medo de perder a pessoa que você ama, você começa a não se sentir o suficiente pra aquela pessoa, vem mais dificuldade entre os dois, e se não tiver interesse das dua partes, dependendo da situação da relacionamento, tudo vai por água a baixo.

Eu sempre pensei, que não importa qual seja o tipo de relacionamento que você tem com aquela pessoa, pra dar certo, sempre vai depender de ambos e pra isso, as vezes você vai precisar ter que dizer o que sente ou demonstrar.

Os dois têm que fazer as coisas um pelo outro, sempre respeitando o espaço pessoal um do outro, sempre procurando entender o que podem fazer para melhorar o relacionamento de vocês, os dois crescem juntos, aprendem a evoluir juntos. É preciso a aprender a lidar com as pessoas inventando mentiras, fofocas, dando opiniões sobre o seu relacionamento.

Estamos cansado de saber, que quando uma pessoa, demonstra mais do que o outro, acaba ficando pesado e cansativo, e isso acaba com o namoro, começa a ter diversas cobranças, já que um dos dois não estão satisfeitos, com algumas coisas no relacionamento. Todo mundo sabe muito bem, que a base de um bom relacionamento é ter companheirismo, paciência, respeito acima de tudo, confiança e reciprocidade, mas principal é você saber quanto você está disposto a fazer essas por aquela pessoa.

Quando você aceita a namorar uma pessoa, você tem que ter consciência que você vai precisar fazer de tudo por ela, vai ter que aprender a pensar no que será bom pra você, pra ela, pra vocês dois/duas, não é mais só você. Claro, que vocês vão fazer muitas coisa em conjunto e outras coisas sozinhos, isso é importante também, mas quando você deixa de cuidar do seu parceiro/parceira que está do seu lado, com certeza os dois vão sair machucados, independente de quem está certo ou errado, é impossível apenas um sair machucado, podem agir de formas diferentes, superar de uma forma diferente, mas com certeza um  dos dois irá sair magoado.

O mal das pessoas é deixar de cuidar de que ama, param de demonstrar amor, que nem no início do relacionamento, deixam as mensagens de bom dia diminuir, não manda tantos textos como antes, não fazem mais carinho um no outro, deixam de conversar assuntos que são importantes um para outro, perdem a paciência um com o outro nas brigas e nas coisas simples, as coisas vão se complicando mais e mais, até virar uma bola de neve e namoro acabar e os  dois nem saberem qual foi o motivo do término.

Eu tenho pra mim, que todas as pessoas tem a mesma mania quando tem um relacionamento: elas param de se conhecer, pensam que já conheceu o suficiente daquela pessoa, já que está namorando ou já estão juntos a muito tempo, acham que não precisam mais se conhecer, isso é um erro enorme, pois estamos o tempo todo mudando, sempre tem como aprender mais um sobre o outro.

O amor, sempre vai ser muito mais que dar bom dia todos os dias, muito mais que dizer eu te amo toda hora, muito mais que se encontrar todos os dias ou trocar mensagens e horas na ligação. Os dois precisam ser recíprocos, estar dispostos a fazer o possível para namoro dar certo, olhar para a pessoa do seu lado e andar lado a lado com ela, se interessar pelas coisas que ela/ele, gostar das coisas que você também gosta, que a pessoa que você ama gosta, ou também não gostarem das mesmas coisa e mesmo assim fazer certas coisas pela pessoa que você ama, só pelo fato dela ficar feliz com isso. Amar, também é te apoiar nos seus sonhos, é querer construir algo com você, é te incentivar no que você acredita, é te ajudar quando tiver problemas, mesmo quando parece que não tem solução nenhuma, mas juntos buscar um solução.

Você vai precisar a amar os defeitos daquela pessoa e com certeza não vai ser fácil, vai ter coisas que você nunca vai conseguir entender ou aceitar, mas vai precisar perdoar, se todo erro que você ou sua parceira/parceiro cometer e voces quererem brigar e não tentar resolver e perdoar os erros um do outro, as coisas podem não acabar bem, óbvio que vão acabar terminando, sabemos que brigas e desentendimentos desgasta o namoro.

Amar, também é saber tolerar certos erros, porque você também erra, as pessoa que você ama também erra, os seus pais erraram muito e ainda erram as vezes, somos pessoas e todos nós erramos, estamos em constante mudança. Precisamos aprender com os nossos erros e não repetir, tem coisas que vamos errar muitas vezes, sempre nos mesmo erros, vamos sofrer, se magoar ou magoar outras pessoas, alguns erros nossos também podem decepcionar outras pessoas, mas uma hora você vai ter que aprender, uma hora vai acordar e perceber que precisa mudar isso em você, mas não pelo outros, mas por você… porque até você começa a ficar insatisfeito com o número de vezes que você erra, sempre na mesma mesma coisa, você cansa de ficar clicando na mesma tecla e não tendo nenhum resultado positivo.

Lembrando, que é obivo que tem cosias que não tem perdão e você não é obrigada/obrigado a aceitar ou perdoar, mas vai precisar ser sincera/sincero com você mesma e com a pessoa que você ama, dizer as coisas que te incomoda e não suportar nada além do que não consegue carregar.

As vezes, você vai precisar mudar por uma pessoa, mas não mudar e esquecer quem você é, mas mudar ações e atitudes que você tem, só pelo fato de magoar, ninguém merece um amor que mais machuca, do que lhe dá amor. Você vai parar de fazer certas coisas, só pelo fato das suas ações fazer aquelas pessoas ficarem tristes (ou aquele pessoa importante pra você). Você vai mudar porque naquele momento pra você aquela pessoa vale a pena. Eu sei que sempre dizemos: Se me ama, tem que me aceitar do jeito que eu sou. Me amar do jeitinho que vim pro mundo.
Sim, isso é verdade, tem que aceitar pelo que você é, mas nunca aceitar as atitudes babacas que você tem.

Amar, é se dar por inteiro, é tirar tempo de onde não se tem, é se dedicar pra aquela pessoa, é permanecer na onde tem tempestade, é entender que aquele abraço é o teu abrigo, é saber que aquele sorriso é a imagem mais bonita que você já viu.
Amar é ser vulnerável, amar é passar por cima do seu orgulho, amar é saber pedir desculpas, admitir que nem sempre você está certo, é saber perdoar. Amar é se dar por inteiro e não esperar nada em troca, amar, também é fazer grandes gestos de amor e pequenos gestos de amor, desde do simples aos mais elaborados, porque demonstração de amor não tem uma regra ou um tamanho certo, você apenas mostra o que sente, da forma que a sua intensidade é, amar também é saber reconhecer que as vezes as pessoas não estão pronta pro tamanho da sua intensidade, você tem que aprender a pesar na balança, porque algumas pessoas se sufocam, nem todas sabem nadar no mar de intensidade, mas não é porque essa pessoa não te ame, ou muito menos porque não gosta mais de você, alguma pessoa realmente tem dificuldade de ter intensidade e você precisa aprender a entender e respeitar isso. Se a intensidade que pessoa tem com você, não for o suficiente e te incomoda, então se retire. Já dizia a minha tia: Os incomodados que se mudem. Se te incomoda, se mude.

Seja intenso, mas saiba que algumas pessoas não estão prontas pra sua intensidade ou talvez pra intensidade nenhuma, não tem nada errado com você ou com aquela pessoa, apenas não se transbordam.

Todo mundo precisa aprender a cuidar das pessoa que ama, cuidar como se fosse durar pra sempre, mesmo você não tendo certeza do futuro, mas com certeza se cuidar agora, pode ser que continuem cuidando a vida inteira e você sabe que vale apena. Sempre vai ser mais fácil começar um relacionamento, mas também sempre vai ser fácil acabar e sempre vai ser difícil fazer durar.

Quando você começa um relacionamento é maravilhoso, mas quando chega ao ponto de tudo acabar, só vem dor atrás de dor. É exatamente por isso, que você tem saber aceitar a liberdade da sua parceira/parceiro. É saber aceitar que se o seu amor mais machuca do que cuida, já é hora de partir. Se tiver confuso? Converse e se ainda não tiver solução… Você tem que partir.

Amar, é não esperar um amor perfeito, amores perfeitos não existem. Seja recíproco, ame enquanto for recíproco… Mas o mais importante: ame muito, mas ame ao ponto de saber que também é hora de partir.


Minhas Luas, eu demorei mas postei, eu to tendo alguns bloqueios pra escrever, achei esse texto perdido aqui nos rascunhos e comecei a reescrever ele, eu espero que vocês gostem.

Obrigada por todos os acessos, os cometários, as curtidas, vocês são demais.

Eu não queria contar agora, mas não tô me aguentando… Vem conto erótico por ai… Me aguardem!

BEIJINHOS DA MILA!
Gratidão!