Um Nu no Corredor – Capitulo 39 – Série Os Freitas

Capítulo 39

Conrado

Hoje foi meu último dia de fisioterapia, e estou muito melhor, na semana passada resolvi pedir Isabela em casamento, estou um poço de alegria, mas não consigo entender os sonhos que tenho tido, estou saindo da ala de fisioterapia acompanhado pela Isabela, quando vejo minha irmã e meu cunhado nos esperando, ao lado dela está aquela moça, Polly, que se levanta e vem na nossa direção  dá um tapa tão forte na Isa que ela cambaleia e assim que se recompõem tenta devolver o tapa, mas eu segurei seu pulso,  grunhi com as duas, apesar de ser errado a atitude da moça, não poderia deixa-la bater em uma mulher grávida. De longe vejo minha irmã se levantando, aproximando-se e parando ao lado da Polly se preparando para dizer algo importante, até conheço esse seu jeito.

– Conte a ele Isabela – ela se dirige a Isa, que começa a ficar tensa ao meu lado.

– Contar o que?

– A verdade. Contar o que aconteceu a dois anos, aliás Conrado, você perdeu a memória, não se lembra de nada que ocorreu nos últimos dois anos.

– O que? Como assim? – Fiquei perdido com tudo aquilo que ouvi, senti uma certa dor no centro da cabeça, minha irmã continua.

– Você sabe quem é ela Conrado? –  Apontando para Polly, que se recolhe, tenta impedir Anastácia de continuar, mas ela não para – Não é só sua ´´vizinha“, ela é sua noiva e está grávida de você e são trigêmeos! Essa mulher – aponta para Isa – Te enganou, mentiu e te fez de bobo. Conte a ele sobre o projeto da Helister… – por um momento tudo gira e enfim eu me recordo…Helister foi a primeira empresa em que trabalhei após terminar a faculdade, eu estava bem no início da carreira e tinha acabado de conhecer Isabela, eu estava muito apaixonado, meu chefe tinha acabado de me dar uma grande oportunidade de fazer o projeto de um prédio  me dediquei ao máximo, quando  terminei o projeto  era tarde da noite e  Isabela estava comigo, quando acordei, o projeto não estava mais lá, recebi uma ligação furiosa do meu chefe, dizendo que o concorrente havia comprado o projeto, por isso fui  despedido. Passou um tempo até que eu percebesse de que havia sido ela quem roubou meu projeto e o vendeu para o concorrente, isso me deixou completamente decepcionado com ela, logo depois terminei aquele relacionamento e procurei outro trabalho, foi aí que consegui o que estou no momento.

 Olhei para ela, que olhava para mim com certa arrogância, olhei para Polly…que havia tirado os óculos escuros e eu vi aqueles olhos, que tem me perseguido todas as noites… Violeta. Então ela desmaia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s