5 filmes pra assistir na Netflix!

Minhas Luas, vocês vão enjoar de tanta lista de filmes e séries que vão sair, uma vez por semana eu vou postar uma lista de filmes ou séries que eu já assisti ou estou assistindo.

Eu também, estou organizado crítica exclusiva de alguns filmes, lista de livros e resenhas, me aguardem!

Eu espero que gostem da lista de hoje!

1 – O Outro Pai

Filme: O Outro Pai

Sinopse:
Sara (Blanca Suárez), Lucía (Macarena García), Sofía (Amaia Salamanca) e Claudia (Belén Cuesta) são quatro irmãs com personalidades completamente diferentes. Quando sua mãe morre, elas descobrem que o homem que chamaram de pai sua vida toda na verdade não é seu pai biológico. Com suas vidas viradas de cabeça para baixo da noite para o dia, elas se unem e embarcam em uma jornada em busca de suas origens.

Cenas do filme: O Outro Pai

Quem me acompanha, sabe que eu adoro a atriz Blanca Suárez, além desse filme sensacional, ela ainda está no elenco de Ás Telefonista, uma série Original Netflix, eu amo essa série e já indiquei ela pra vocês. Mas focando no filme O Outro Pai, a sua atuação foi impecável e das outras atrizes: Marcarena García, Amaia Salamanca e Belén Cuesta, fizeram uma atuação incrível.

Cenas do filme: O Outro Pai

Na história elas são irmãs e totalmente diferentes uma da outra, a relação entre elas é instável, no decorrer da história ela embarcam numa aventura em busca do seu pai biológico, o tempo que elas passam juntas, ela acomeçam a aproximar, elas começam a se descobrir, a se aceitar, a darem muitas risadas e entender mais sobre o relacionamento com as pessoas, já que todas elas são cheias de conflitos e problemas pessoais. O filme, o tempo todo rende ótimas risadas, eu e meu namorado adoramos o filme, eu espero que vocês também gostem!


2 – Ana e Vitória

Filme: Ana e Vitória

Sinopse:
Rio de Janeiro. Ana (Ana Caetano) e Vitória (Vitória Falcão) já haviam até mesmo estudado juntas, mas apenas se aproximam de fato em uma festa realizada muito longe de sua cidade natal, a pequena Araguaína, no Tocantins. Após se apresentar na festa, Ana fica impressionada com a informal cantoria de Vitória, em uma rodinha de violão. Logo surge a ideia de gravarem algo juntos, que rapidamente explode na internet e chama a atenção do produtor Felipe Simas (Bruce Gomlevsky). A fama repentina as traz de volta ao Rio de Janeiro, para um show transmitido pela internet e a produção de seu primeiro CD.

Filme: Ana e Vitória

Eu chorei horrores com esse filme, a tilha sonora acabava comigo, a voz dessas duas tem uma perfeição incrível, não sei explicar o quanto eu achei esse filme sensacional, ainda mais se tratando de cinebiografia, me surpreendeu muito, o filme é feito com toque suave, com ângulos de câmera que contam a história de uma forma mais sensível, ao mesmo tempo muito real e muito fictício, mas não deixa de ser um filme sincero e cheio de sentimentos se passando pelas lentes da câmera, tudo se encaixa perfeitamente.

Cenas do filme: Ana e Vitória

Não posso esquecer da representatividade LGBT+, sobre a representatividade dos relacionamentos abertos, sobre o Poliamor e o essencial como cada um desses relacionamentos passavam a mesma mensagem: o amor.

Filme: Ana e Vitória

A cada cena do filme, você sente o amor das duas pela músicas, pelos personagens em sua volta, pelos fãs, o amor das duas uma pela outra, o amor pela sua carreira, deixa bem claro que tudo que elas criam vem do mais puro amor, vem de sentimentos sinceros.


3 – Onde está segunda?

Filme: Onde está segunda?

Sinopse:
2073. O aumento crescente da população faz com que os recursos naturais da Terra se tornem cada vez mais escassos, especialmente após a América do Sul tornar-se um imenso deserto. A saída é investir em alimentos geneticamente modificados, de forma a ampliar a produção em um espaço físico cada vez mais limitado. Entretanto, tal iniciativa gera como efeito colateral o nascimento cada vez maior de gêmeos, o que aumenta ainda mais o problema da superpopulação. Neste contexto, Nicolette Cayman (Glenn Close) surge com uma proposta drástica: cada casal pode ter apenas um filho, e os irmãos são confinados em ambiente criogênico para serem despertados quando a situação do planeta estiver sob controle. Todos os países adotam esta proposta, com a criação de uma agência implacável que fiscaliza os cidadãos através de pulseiras eletrônicas. Apesar de tamanha vigilância, Terrence Settman (Willem Dafoe) consegue salvar a vida de suas sete netas fazendo com que elas se revezem nos dias da semana, de forma que todas assumam o codinome Karen Settman – o mesmo nome de sua mãe, que faleceu no parto. Trinta anos depois, as sete irmãs seguem esta rígida rotina até que uma delas, Segunda (Noomi Rapace), misteriosamente não retorna para casa.

Filme: Onde está segunda?

Bom, eu não sei explicar o quanto esse filme é bom, eu assisti com o meu namorado e adoramos. Eu não sei o que elogiar no filme, seja no roteiro, por mas que o roteiro deixe algumas pontas soltas, o roteirista conseguiu causar uma certa tensão e curiosidade pra saber sobre o universo da história, digamos que o roteirista ele contou tudo, mas não contou, deixou uns segredinhos pra gente imaginar, já nos diálogos dos personagens, eu adorei muito, amei os ângulos de câmera, a edição de efeitos especiais, mas especialmente, a atriz Noomi Rapace, com uma grande atuação, protagonizando 7 identidades diferentes, ela realmente mostrou a atriz da porra, que ela é!

Filme: Onde está segunda?

O filme te prende do começo ao fim, você fica presa nas sete personagens, totalmente idênticas, mas com personalidades totalmente diferentes, Noomi Rapace, conseguiu ser uma atriz original e mostrou todo o seu talento pra Netflix. As cenas de ação, é o que mais te prende, o filme tem uma tensão desde da primeira cena.

Filme: Onde está segunda?

Outra coisa, para os fãs da série Orphan Black, preciso nem dizer que vão adorar esse filme, já que tem uma grande semelhança com a série.
Então, não perca tempo e assista esse filme sensacional!


4 – Mistério do Mediterrâneo

Filme: Mistério do Mediterrâneo

Sinopse:
Nick Spitz (Adam Sandler) é um policial que há tempos tenta se tornar detetive, mas nunca consegue passar na prova para o cargo. Envergonhado, ele diz para sua esposa (Jennifer Aniston) que trabalha na função, pedindo ao melhor amigo que o ajude nesta mentira. Um dia, ao chegar em casa, Nick é cobrado por Audrey sobre a sonhada viagem à Europa, prometida quando eles se casaram, 15 anos atrás. Pressionado, ele diz que já havia arrumado tudo e, assim, os dois partem em viagem. Ainda no avião, Audrey conhece o milionário Charles Cavendish (Luke Evans), que os convida para um tour a Mônaco a bordo do navio de seu tio (Terence Stamp). O casal aceita a oferta, sem imaginar que estaria envolvido com a investigação em torno de um assassinato em pleno alto-mar.

Filme: Mistério do Mediterrâneo

Eu amei o filme, eu dei muita risada, eu e meu namorado adoramos, eu também amei ver o Adam Sandler e Jennifer Aniston atuado juntos novamente, eles formam um bela dupla nos filmes. Porém, o filme foi previsível demais pra mim, eu conseguia adivinhar as cenas, antes delas acontecerem, conseguia adivinhar o porque de cada personagem na história.

Filme: Mistério do Mediterrâneo

Esse filme, também me fazia lembrar de todos os filmes que o Adam Sandler participou, como se seguisse um padrão das suas obras anteriores. O roteiro é muito bem feito, primeiro ato, segundo ato, terceiro ato, segue um modelo direto, tem alguns ângulos de câmera bem legais, mas o que te prende são as palhaçadas do Adam Sandler e da Jennifer Aniston e as cenas de ação que ficaram sensacionais. Digamos, que esse filme é bem sessão da tarde, pra assistir com o namorado, com os amigos, com a família.


5 – Megarromântico

Filme: Megarromântico

Sinopse:
Natalie (Rebel Wilson) é uma jovem arquiteta bastante cética em relação ao amor, que se empenha para ser reconhecida por seu trabalho. Um dia, ao saltar do metrô, ela é assaltada em plena estação e, ao reagir, acaba batendo com a cabeça em uma pilastra. Ao despertar em um hospital, ela descobre que, misteriosamente, foi parar dentro de um filme de comédia romântica.

Filme: Megarromântico

Pra começar, desde do inicio do filme, você já começa dando risada, até porque não tem como não rir com os filmes que tem a participação da Rebel Wilson, ela é pura comédia, pelo menos pra mim.

Filme: Megarromântico

O guincho do filme, é quando a personagem principal Natalie começa a criticar os filmes de comédia romântica. Ela faz criticas, que tem muito sentido no mundo real dos filmes clichês, como: mulheres que brigam pelo homem ideal, o amigo gay que é tratado como um acessório, que serve pra ajudar a protagonista durante todo enredo do filme, cítica principalmente as protagonista que tropeça e cai com frequência, como se fosse o charme dela, pra chamar atenção dos homens, também critica e faz piadas a respeito da sua obesidade, como sabemos brincar consigo mesma é a característica da atriz Rebel Wilson.

Filme: Megarromântico

Além disso, a personagem Natalie também vive dentro de um clichê. Natalie, é a personagem com baixa autoestima, que tem relacionamentos fracassados e pensa que nunca vai ser amada pelo príncipe encantado, devido ao seu corpo físico.

Filme: Megarromântico

Eu não disse, o mais puro clichê, o Filme: Megarromântico, é uma critica construtiva e uma homenagem a todos os filmes clichês e musicais, já que esse filme também tem cenas de musicais.

Filme: Megarromântico

Esse filme, tem uma grande mensagem por trás, sobre o amor próprio, que todo mulher deve ter, assista o filme e capite a mensagem!


Eu espero que tenham gostado da lista de filmes de hoje, semana que vem tem mais.

Beijos da Mila!
Gratidão!

Até aproxima lista!