Se está desanimada, leia isso!

Hoje eu queria falar com você e faz um certo tempo que isso não acontece por aqui, não é mesmo? Já tivemos várias escritoras novas e outras que saíram, como um ciclo de vida.

E a rotina pode nos deixar distante de quem gostamos e até mesmo de nos mesmos, não nos reconhecendo como pessoa, como personalidade e como amor. Sinto que minha vida esta se alinhando completamente mas tem sempre aquela questão que nos puxa para baixo, eu não sei qual é a sua…

Mas com meu desabafo espero ajudar e te motivar a continuar lutando como a guerreira que quer ser e sempre foi. Você é forte e essa mensagem que te escrevo tu não pode esquecer jamais! Um concelho que quero te dar é básico mas complexo, então vamos la:

Amiga, se perdoe. Entenda que todos nos erramos e que com você não vai ser diferente.

Não se cobre tanto e nem seja tão dura com você, porque você ainda esta aprendendo tantas coisas, até a lidar com seus sentimentos que habitam seu peito. Você esta dando seu melhor e acredite nisso pois te garanto que logo logo, vai colher os frutos e hamburguenses de todo seu esforço kkk.

Portanto seja mais carinhosa, gentil, com essa pessoa que você esta se tornando, nem mesmo ela sabe como sera o futuro! Quem dirá o seu medo

Vamos combinar isso?

Eu sei que você quer abraçar o mundo e tem um coração maior ainda, essa é a coisa mais linda que existe em você! Não deixe que nada, nem ninguém estrague isso contido no seu corpo e espirito, anule essas possibilidades que te trazem mal, não tenha medo de arriscar tudo e de muito menos ter uma nova vida.

Eu sei também que você acredita naquelas historias de amor. Não se sinta boba, nem ridícula por acreditar nelas. Elas podem ser reais e mudarem a sua história para sem ao menos esperar, então não deixe que te digam que é besteira e que não vai durar.

Acreditar no amor é desafiador e não é para amadores, podendo até ser doloroso também esse ato. E não estou dizendo só de relacionamentos de casais e sim sobre absolutamente tudo.

Desde a sua família que você escolheu para viver, até a sua biológica.

Desde a sua profissão que te sustenta até o do seus sonhos.

Desde seu sonho de ter uma habilidade até o acesso a ela

Desde a sua condição financeira a um respiro no final do mês.

E enfim o alivio…

Não quero te ver chorando pelos contos, não mais.

Não quero te ver lamentando por problemas que nem foi você que gerou.

Não quero ver você desistindo da sua própria vida, como eu quase fiz…

Pense sempre no amor e no alivio.

Pois você é você e suas circunstâncias!

Fazia um tempinho que não voltava ativa aqui no blog né? Hueheu pois é migxs, aconteceu tanta coisa nesse caminho, mas quem não me conhece eu sou a Bynd, ilustradora e um tanto quanto nerd kkkk, venha se tornar parte da família, tenho Instagram, Canal no You Tube e Página no Facebook é só clicar nos nomes que já vai direto:

Instagram: @byanka.g.nunes

Facebook: Byanka.G.Nunes

YouTube: Byanka.G.Nunes

Esse texto foi inspirado em algumas escritas da @acarolinamonsi e acontecimento íntimos meus.

NO CAOS. HÁ VIDA.

Oiii pra você que está lendo meu post, espero que esteja bem.

Por estes últimos tempos tenho percebido o quanto o ser humano é frágil, o quanto a vida é tão instável, imprevisível, incerta. Em um curto período de tempo com grandes acontecimentos pode-se perder o sentido, o significado. Ou em um grande período de tempo também, porém com pequenos acontecimentos. Embora o espaço de tempo seja um fator existente, ele não é a finalidade deste texto meu.

Em meio a essa decepção que pode vir a ocorrer, muitas vezes não sabemos como reagir, como lidar, e nos sentimos fracos, por vezes cheios de desesperança. Mas peço que reflita sobre isso: Nãose sinta mal por não saber como agir, somos seres humanos, condição que nós mesmos esquecemos no mundo atual. Não se olhe com maus olhos, somos almas todos os dias em busca de aprendizado, cura, salvação. Por sermos seres humanos, carregamos conosco o mundo material que são as sensações, e o mundo das ideias, e não nascemos com o domínio de total conhecimento deles.

A felicidade é possível, e a tempestade passa. A esperança é tão linda e tão cheia de significado. E se pra você ela não tem, atribua. Se olhe com carinho, com amor. Ao seu redor muita gente conspira contra isso. Se cuide, se trate com atenção. Lembre-se da sua humanidade. Seja feliz!!!!


Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados.

Artista:Byanka G. Nunes.


Com carinho, Laks!

Eu não sei o que eu sinto, só estou incômodada, com a nossa história inacabada.


Você me magoou, ao ponto de eu não conseguir escrever nada sobre você, muito menos, escrever algo sobre nós. 

Todos me dizem, que eu devo lhe esquecer.  
Dizem, que a minha vida eu devo seguir.  
Alguns, dizem que eu devo deixar você amadurecer.  
Já me disseram, que uma hora você iria perceber, até mesmo se arrepender.  
Todos esses conselhos, um dia vão me fazer enlouquecer, porque quando se trata de você, eu não sei o que fazer. 

Andávamos juntas e de mãos dadas, pra lá e pra cá.  
Eu lhe me mandava mensagem, dizendo: vem cá.  
Éramos grudadas, feito cola.
Eu ia na sua casa e você na minha, nos tratavamos feito namoradas.  
Você era o meu Pudimzinho e eu a sua Maluquinha.
A nossa loucura combinava.  
A lembrança do seu sorriso, até hoje ilumina o meu dia.  
Eu te chamava de melhor amiga, aliás o que você fez com ela? 

Íamos no shopping, entravamos em diversas lojas, não saiamos sem comprar blusinhas iguais, também comprávamos coxinha e Coca-Cola.  
Assistíamos um filme de terror no cinema ou debaixo das cobertas, sempre deitadas na minha cama.  
Juntas, voávamos alto, feito duas gaivotas.  
Vivemos, choramos, nos abraçamos, riamos até o amanhecer, 
demos os melhores roles.  
Madrugada de Void, muita cachaça, eu te passava o baseado, soltavamos fumaça pra todo lado.
Gritavamos alto, pro mundo inteiro saber:  
Somos Best Friends Forever.  
De novo, o que você fez com a minha melhor amiga? 

Eu não sabia descrever o que sentia por você e muito menos você por mim.
E agora, eu não sei a razão de estar escrevendo tudo isso. 

Me vem na memória, todas às lembranças mais aleatórias sobre nós duas.  
Lembranças, que eu nunca vou poder rimar.  
Um resumo sobre nós: uma declaração de amor, um selinho, estação de trem e metrô, nós duas andando pelos corredores da estação, muita troca de olhares e sorrisos envergonhados, um Uber e verdades foram ditas.  
Depois, muita cachaça e maconha, um beijo triplo, o nosso primeiro beijo com direito a plateia e mais e mais declarações…  
Tudo isso pra quê? Pra te ver partir? 

Naquela merda de mensagem, você me disse: “eu também gosto de você, se eu pudesse em jogaria tudo pro alto e ficava com você, eu nunca vou te deixar, você não vai me perder.”  
No final, eu perdi.  
Você não disse, mas a sua ação disse por você:  
“Eu não vou poder te escolher.”  
Com seu ex, você voltou.  
Você errou.  
Porque, eu nunca precisei que me escolhesse, precisava que fosse a minha melhor amiga. Mas que merda, o que você fez com ela? 

Não tomávamos Red Bull, mas nossas asas voavam alto, sem parar.  
Me diz: você parou de me amar? Senão, porque me deixou sozinha, voando até agora. 

Eu pensei que escrever sobre você, fosse ajudar aliviar a falta que eu sinto. 
Escrevo, escrevo e as palavras nunca bastam 
Eu não sei o que eu sinto, só estou incomodada, com a nossa história inacabada. 
Essa dor, só vai diminuir, na hora que eu te encontrar 
E dizer tudo que está entalado na garganta. 
Mas a vida anda e talvez eu nunca diga nada. 

Eu fico pra lá e pra cá, na minha vida eu tento me concentrar. 
Já procurei motivos pra essa história toda acabar. 
Eu não sei a razão, pra ainda querer uma solução. 
Eu não consigo acreditar… 
Talvez eu queira, uma simples resposta pro meu coração. 
Eu ficava assustada e sem chão, você sempre estava lá.
Guiava o meu caminho com a sua luz, sempre me salvando da escuridão 
Eu me lembro de sermos luz uma pra outra. 
Você era o meu abrigo nos dias de tempestade, você nunca me deixava sozinha e muito menos na mão. 

Como eu queria te dizer tudo o que eu sinto. 
Quando se trata de nós duas, eu entro em um abismo de sentimentos. 
Eu sinto a sua falta, você deixou a sua marca na minha alma. 
Eu imagino como você está, se se sente sozinha. 
Eu sempre lhe desejo, dias de alegria. 
Detesto saber que está triste. 
Odeio mais ainda, ler que está se despedindo aos poucos. 
Já estou na décima estrofe e não escrevi suficiente. 
Eu preciso encerrar essa escrita, mas antes eu preciso te lembrar de uma coisa: 

Todas as vezes que se sentir sozinha e insuficiente. 
Se lembre: pra mim, você sempre foi mais que suficiente. 
Se você se sentir, perdida, confusa, pedindo socorro, com o coração sangrando. 
Não se esqueça, que eu também sei como é sentir tudo se desmoronando. 
Então, nunca se esqueça, você sempre pode vim pegar na minha mão. 
Não importa como as coisas acabaram, 
eu sempre vou te levar no meu coração. 
Quando se sentir destruída, sozinha, com frio, sem saber pra onde ir 
se afogado no mar, sem ninguém pra te abraçar.
Você sabe onde me encontrar, nos meus braços você pode se abrigar 
Pode ter certeza, que em mim você pode confiar.
Nunca lhe dei motivos pra desconfiar, eu nunca vou te decepcionar, 
Se lembra quando eu lhe disse: “para sempre.” 
Eu nunca brinquei, eu quis dizer para sempre de verdade, pra toda eternidade. 
Eu sempre vou estar por aqui, você sabe onde me encontrar. 
Não desista, me leve no seu coração. 
Eu sempre vou poder ser encontrada por você. 
Eu sempre vou te puxar do fundo do mar. 
Eu nunca vou te deixar partir. 
Eu vou te iluminar na escuridão.
Porque eu sou uma guerreira, já me despedacei antes, 
estou sempre em prontidão, com minha espada e escudo na mão .
Eu sempre vou lhe estender a mão. 
Não desista, me leve no seu coração. 
Pois, sempre será o seu coração, que vai te guiar de volta pra mim. 
Quando precisar, eu estarei aqui 
Não hesite em me procurar, sempre estarei esperando. 
Você, sempre saberá o caminho pra me encontrar. 
Sempre será a minha Pudim. 

Se precisar, não ouse esquecer 
Você sempre saberá onde me encontrar. 

Autora: Milena Alves (Mila)


Normalmente, quando eu escrevo meus rabiscos, poesias, textos, como vocês estão cansados de saber, eu não dou rotulo para os meus textos, mas continuando o que eu quero falar…

Escrever esse texto, foi muito difícil, foi o texto mais doloroso que eu já escrevi, nunca imaginei que eu fosse postar esse texto, mas sabia que um dia iria postar pra você e por vocês, pois esse texto é sobre amizade, sobre coisas que dão certo e que dão errado, coisas que começam e acabam, sobre sentimentos sinceros e inacabados, sobre coisas que não tem o nosso controle, é um texto sobre amor, pode ter certeza, que tem muito amor, mas também um texto de auto conhecimento, um texto sobre a liberdade de perder… Tipo um adeus, mas sem dizer adeus, entende? Sabe quando seus pais resolvem se mudar de casa, bairro ou cidade e você não quer ir de jeito nenhum? Você chega a dar adeus aos seus amigos, mas dizendo que não vai embora pra sempre e que em breve vai voltar? Eu não sei se vocês já tiveram essa experiência, mas eu já e muitas vezes, eu sempre me mudei de casa, cidade ou bairro, meus pais sempre se mudaram e olha que eles não são ciganos, eles realmente gostam dessa vida de mudança. Mas, assim como eu mudei de casa varias vezes, em uma dessas mudanças eu cheguei a morar em bairros ou casas que já havia morado antes, não era igual antes, mas era melhor, que aquecia o meu coraçãozinho… Eu sei que viajei nessa história e exemplo… Mas o que eu quero dizer, é que pessoas chegam na nossa vida e marcam pra sempre e quando vão embora, marcam mais ainda, não importa o motivo, se aquela pessoa era importante, se ela foi embora, sendo que o seu desejo era que ela ficasse, realmente vai doer, mas não vai doer pra sempre, vai ter altos e baixos, não reprima seus sentimentos, se quer chorar? chore, se sente falta? Então, sinta, se puder dizer que sente falta, então diga, não tenha medo de sofrer e de sentir o que está sentindo, não esconda seus sentimentos, só porque fulano não sabe assumir o que sente e fica pagando de superado, fazendo aquele jogo: “eu me importo menos que você.” Fala sério, isso é ridículo! Seja sincero com você e com seus sentimentos, sinta tudo que tiver que sentir, não tenha medo porque só assim você encontrar formas de superar, eu sei, estou dizendo muitas coisas, pois eu sou uma dessas pessoas, que está dando tempo ao tempo, e realmente, as coisas estão melhorando, cheia dos altos e baixos, mas bem. Mas sendo mais direta, o que realmente quero dizer, não guarde rancor de pessoas que te magoaram, de pessoas que fizeram você rir muitas vezes e que secou a suas lagrimas e te aqueceu quando mais precisou, seja grato, seja aberto, não se culpe e perdoe você e aquela pessoa que se foi, porque a certeza que eu tenho é que algumas pessoas são como pássaros, você deixa voar, voar bem alto e pra bem longe e talvez, mas só talvez ela não se esqueça o caminho de volta pra casa e saiba onde te encontrar, mas se caso o pássaro não voltar? Bom, eu ainda não sei essa resposta, mas acredito que se caso o pássaro não volte, você já nem esteja mais esperando ou nem morando no mesmo endereço… Ou um novo pássaro, chega cantando em sua porta.

Eu nunca deixo uma nota em baixo dos meus textos, muito menos explicando o porque desses sentimentos, mas esse texto é importante pra mim, porque eu quero que ele seja luz, pra todas vocês que lerem esse texto, pra que saibam que nunca estão sozinhas, para que envie esse texto pra aquela pessoa amada que está sempre com você, para que esse texto te lembre que quando se sentir só e que tudo está perdido, vocês sabem onde me encontrar, sabem que do outro lado da tela eu mesma, a famosa Mila, vai estar esperando por vocês e no mesmo endereço.

Se cuidem e não desistam nunca! Você não está sozinho!
Beijos da Mila!
Gratidão!

Em um relacionamento sério, comigo!

Todos os dias eu acordo leve, eu não tenho que me justificar por aí, muito menos implorar por amor, não tenho que pensar em agradar, é tudo voltado as minhas vontades, não tenho hora para sair e muito menos para voltar, a vida é minha, a meu bem, eu não sou o amor da sua, sou o amor da minha, só demorei um pouco para perceber.

Eu me senti insuficiente por tanto tempo, eu me culpei por ter sido traída, eu procurei o erro em mim, quando eu só estava sendo demais para alguém, quando só estava vivendo por uma pessoa e não por mim. Tentava agradar sempre de todas as formas, o problema não era eu, a meu bem, você tinha tanta razão quando falava que não me merecia e que eu era maravilhosa, eu só demorei para perceber o quanto era verdade, eu deveria te agradecer? Não, não é mais sobre você, é sobre como eu vim parar aqui, como estou me encontrando.
Eu precisei deixar de amar ele, tive que desagradar muita gente para entender o quanto eu valia, o quanto merecia, tive que me sentir sozinha, fui até o fundo do poço, passei dias tendo uma crise atrás da outra, provei da solidão e de primeira não sabia o que fazer com ela, demorei um pouco para começar a gostar dela, a entender ela, para ver que a solidão não é ruim, ela fez eu me reencontrar para reconhecer que sou a minha melhor companhia, eu fui ao cinema sozinha, fui jantar, aceitei meu corpo, minha forma de pensar e de querer, eu não tô aqui para ser tua e nem de ninguém, eu sou minha, enfrento meus medos sozinha, comemoro minhas conquistas e me autorizo a viver minha vida, eu me viro, sozinha.

A vida é tão linda, agora eu me guio, encaro minhas crises de frente e as supero sem ninguém, eu sou livre, não preciso mais de alguém aqui, a sensação de liberdade vai além de poder fazer o que quiser, é sobre ser, ser eu mesma e se quiser, posso me reinventar a qualquer momento.

Não sinto falta de amar alguém, estou muito ocupada me amando cada vez mais, tão clichê, não estou dizendo que amar foi um erro, mas deixar de amar foi libertador, me fez ver que aquela não era eu, não era o que eu merecia, eu quero mais, não quero pouco.

Achava que o amor de alguém ia me transbordar, porém me deixou mais vazia, estou me transbordando agora, me vejo cumprindo minhas metas, seguindo os meus sonhos, sem ser atrapalhada, sem ser sufocada, sinto vontade de viver, vontade de viajar sozinha, sinto coisas que nunca tinha sido capaz de sentir, que nunca ninguém me fez.

Eu percebi que alguns ciclos servem para nos mostrar o que deveremos ser nos próximos dias que irão vir, que não devemos nos envergonhar por ser quem somos.

Eu tô pronta, estou me aceitando de corpo e alma, me olhando todos os dias no espelho e vendo meu potencial, estou desejando sorte para quem me perdeu, porque eu sou incrível e é assim que me sentirei todos os dias, porque sou capaz de tudo aquilo que quero, porque sei que vou me formar na faculdade, sei que meus planos vão dar certo e que esse amor que sinto é o que preciso, é o que não pode faltar.

Não estou nem aí para o que vão falar, pensar ou julgar, eu não preciso que me aceitem, não tenho que ser a recatada, se eu quiser passar um batom vermelho e entrar em um bar, quem é alguém para me julgar? Eu também não preciso provar que estou bem, não tenho que sair todo final de semana, agora eu respeito meu tempo, sei apreciar um final de semana todo sozinha, fazendo tudo que eu goste, tudo que me agrade, a sensação é tão única, eu não podia guardar ela só para mim.

A garotas, se vocês soubessem o quanto são lindas por serem vocês, seus corpos são únicos, nenhum nunca é igual, suas personalidades também, a sensação de se libertar do “padrão” é foda, poder se reinventar quantas vezes quiser, mudar o cabelo, mudar o estilo, mudar o que quiser e fazer o que bem entender, agradar a si mesma. Nós somos livres, não tem nada e nem ninguém que possa nos definir, nos limitar, nos moldar, ou seja lá o que tentem fazer para que sejamos “perfeitas”.

Eu ainda não me encontrei completamente, ainda estou explorando esse universo de aceitação, ainda acordo alguns dias me sentindo insuficiente, mas são apenas dias ruins que passam, que eu prendo meu cabelo e deixou para lavar e soltar no outro, que eu deito na minha cama e permito que ela me abrace, acabo fazendo novos planos, querendo mais coisas, os dias seguintes vão me motivando ainda mais. Isso me obrigou a sair da minha zona de conforto, me obrigou a sair do lugar que eu tinha medo, me mostrou que não devemos ficar e nem voltar para o que nos fere, que a única pessoa capaz de nos agradar, somos nós e eu aposto que já ouviram ou leram isso em algum lugar, é verdade, ter alguém é bom, é confortável e tudo mais, porém, antes disso precisamos nos ter para saber o que realmente queremos. Se arrisquem a se amar, seja o amor da sua vida.

Com amor, Abibi e sua galáxia incrível! 🔥❤️

Você quer dançar?

Processed with VSCO with h3 preset foto do meu antigo grupo de dança, no espetaculo no final do ano

Quando era criança, tinha o costume de dançar muito, porém infelizmente a patela do meu joelho saiu do lugar (foi tenso), fiquei um bom tempo usando muleta e gesso para melhorar o meu andar, fazendo fisioterapia para re ativar a musculatura, etc… Tudo por que um dia estava dançando e escorreguei no tapete, descobri que o fato de não ter usado palmilha na infância para consertar a minha pegada, fez deslocar meu osso, algo que nunca tinha imaginado, ainda não tenho condições financeiras de proporcionar as ferramentas adequadas para lidar melhor com isso.

E quando estava me recuperando e feliz por voltar mostra minha paixão, dancar. Fui surpreendida mais uma vez, (meu querido joelho…) Depois de dois anos, o joelho da outra perna deslocou, estava fazendo curso de dança (street dance) e mesmo assim não desisti, usei e uso até hoje faixa nas duas pernas praticamente todos os dias para conseguir fazer exercicios fisicos normalmente.

Mas Bynd por que ta dizendo tudo isso? Porque quero mostrar que é possível, mesmo com a rotina corrida, é importante fazer algum tipo de exercício, o tal ato faz liberar endorfinas (que são hormônios produzidos no nosso corpo para nos dar prazer, também serve como um analgésico natural, alivia as dores e proporciona mais felicidade). Sendo assim vou mostrar canais de dança que acesso, AMOOOO MUUUUUUUUITOOO!!. Mas lembre-se que é para se inspirar e não se comparar pois cada um tem sua vivência, como eu contei a minha mesmo que você ache seu ídolo incrível, todos tem “defeitos” e batalhas diárias, fatores por tras de todo o glamour de um vídeo.

O importante e se divertir dancando, não se compare, se aprimore.

VAMOS LA?!

Willdbeast Adams, foi fundada pelo William Adams, o mesmo é um dançarino americano e coreógrafo profissional especializado no estilo hip hop, tem cursos que ensina suas técnicas e alunos por todo o mundo.

Fit Dance, é um time que ensina coreografias, sempre usando movimentos acessíveis tanto com músicas brasileiras e internacionais, bem diversificado para qualquer pessoa já sair dançando e se divertindo em apenas um vídeo, sem restrição de idade.

Les Twins, são gêmeos da periferia francesa que ganharam o mundo pela sincronia da sua dança, é sobre hip hop mas ao mesmo tempo tão original e envolvente que parece um estilo proprio, tem conteúdos espalhados pela internet, propagandas, cantoras, atualmente são dançarinos da Beyoncé uma diva tanto de músicas quando de dança.

1MILLION DANCE STUDIO, é um grande grupo de 18 profissionais da área, alguns já participantes de grandes campeonatos de dança americanos. São coreanos e trazem uma nova visão do dançar nas suas coreografias.

Waveya, a mulheres da Coreia do Sul que dançam (bem sensualmente) todos os estilos de música, em 2018 o grupo passou a ser composto pela Ari e sua irmã mais nova Miu.

Ramara Borba, para finalizar uma brasileira talentosíssima, ela mostra a potencialidade da mulher através do funk, ensina formas de balançar o corpo e que nenhum outro canal brasileiro ensinou claramente.

Os links estão no nome de cada Creator, portanto fique a vontade para de aventurar nesse mundo, tem muitos coreografos e dançarinos para mostrar a você, se quiser a parte dois desse post, é só deixar nos comentarios.

Caso tenha curiosidade de me conhecer melhor, tenho Instagram, Canal no You Tube e Página no Facebook e E-mail, então venha ser da família também!:

Instagram: @byanka.g.nunes

Facebook: Byanka.G.Nunes

YouTube: Byanka.G.Nunes

Email: byanka.g.nunes@gmail.com

Pra que a pressa?

Pra que a pressa?

Pra que a pressa?

Estamos o tempo todo querendo se encaixar nesse mundo maluco.

Sempre querendo as coisas pra ontem.

Correndo pra lá e pra cá, sem aos menos olhar para os lados.
Sem ao menos tentar ver o lado bom das coisas.

Estamos cegos. Sempre com pressa. Não conseguimos enxergar que vida pode nós trazer momentos incríveis.

A vida é uma só. Cada pessoa tem a sua história. Uma história única.
Cada pessoa tem ás suas experiências extraordinárias.

Então, pra que a pressa?

Temos um mundo enorme pra conhecer.
Um mundo, que é grande o suficiente pra que todos nós explorar.
Temos a vida toda pra aprender a se amar.
A vida inteira pra aprender o que é o amor.

Temos uma vida inteira pra se apaixonar.
Temos vida toda pra se encaixar nesse mundo, que é o tão louco.

Um mundo cheio de caminhos incertos.
Um mundo com vários caminhos corretos.
Ou com vários caminhos perdidos.
Um mundo, com mais milhões pessoas.

Pessoas que também podem estar perdidas, igual a você.

Elas estão com o mesmo intuito de se encontrar.
Com a mesma ideia de um dia poder amar e ser amado.
Com o mesmo sonho de ser respeitado e considerado.
Com o mesmo desejo de dar orgulho.

Assim como eu. Assim como você. Estamos todos procurando o seu próprio caminho.

Alias, qual é o caminho?

Quem é que sabe qual é o caminho correto.
Então… Porque a pressa?

Feche os seus olhos e não deixe de sonhar com a sua história.

Abra os seus olhos:

Imagine.

Brilhe.

Realize.

A vida é uma só.

Apenas, aprecie o seu momento de brilhar.

Porquê a pressa? Quem é que sabe qual é a hora certa pra poder brilhar?

~Milena Alves


Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados.
Artista: Byanka G. Nunes.

Beijão da Mila.
Feliz 2019!
Gratidão!

Teoria do Chiclete.

Teoria do Chiclete

Algumas pessoas são que nem chiclete.
O gosto sempre acaba, sabe?

No final elas vão embora, deixa um gostinho de quero mais.
Temos o costume de mastigar o chiclete sem parar, achando que o gosto não vai acabar, que o sabor vai voltar do nada, sabemos que não vai voltar, mas continuamos ali, mastigando sem parar.

Ficamos com aquele gostinho de quero mais um chiclete.
Quem dera o gosto não nunca mais acabasse.

As pessoas são a mesma coisa.
Você faz de tudo pra ela ficar na sua vida, mostra que se importa, valoriza, diz o quanto você a ama, demostra seus sentimentos, mostra reciprocidade. Ou como dizem por ai, faz fechamento 10/10 com essa pessoa.

Algo que todo mundo sabe, que está muito raro no mercado, mas não, ela só pensa em ir embora. Ela deixa você sentir, aquele gostinho de quero mais, tipo ao ponto de querer dizer: “Fica, não vai embora, eu preciso de você.”
Só que infelizmente, nem adeus você consegue dizer direto, só vê ela indo embora.

Eu cansei de não sentir o mesmo gosto, já não era o mesmo sabor.

Sabe, eu decidi mudar, eu decido jogar esse tipo de chiclete fora.
Tudo isso é uma perda de tempo, mastigar algo que nem sabor tem mais.
Estamos cansada de saber, que algumas coisa tem que ter fim, tem que acabar, que uma hora vai acabar, nem tudo dura pra sempre, alguns contos de fadas não tem finais felizes, não é o que dizem por aí?

A melhor coisa a se fazer, é tomar cuidado pra não acabar engolindo esse tipo de chiclete ou melhor dizendo, evitar pessoas tóxicas, que não sabe o que quer, manter distância de pessoas, que são mal resolvidas dentro de si mesmas.

Como minha mamãe sempre disse:

“Não engole esse chiclete, eu já lhe disse que faz mal pro estômago. Chiclete gruda no seu estômago vamos ter que te levar você no medico.

Claro, que a minha mãe estava sendo exagerada em dizer, que teria que me levar ao medico, mas só assim pra eu não engolir os chicletes, eu detesto hospitais.
Assim com odeio ir ao médico, eu odeio sair magoada, investir em pessoas, pra no final sair decepcionada, então digamos que eu mudei a frase da minha mãe e usei ao meu favor.

Eu digo o mesmo:

“Pessoas de alma vazia, faz mal, são tóxicas, elas engolem sua alegria, seu amor próprio, sua beleza, sua paz, não tem coisa pior do quê não ter paz.
Faz mal, não só pro seu estômago, mas pro seu coração.
Descarte aquilo que faz mal pra sua alma.”

Autora: Milena Alves

Não deixa de me seguir nas redes sociais:

Instagram: @milavenue
Twitter: @milachiaratti
Facebook: Milena Chiaratti

Beijão da Mila! Gratidão!

Por que precisamos falar sobre bullying?

Eaeeee manas, tudo bem com você? Queria começar pedindo perdão pela ausência, tava tudo uma loucura, mas eu não me esqueci de vocês não, hoje eu vim contar um pouco mais sobre mim. O assunto de hoje é bullying, sim, eu sofri com isso e é um trauma que carrego até hoje, assim como o post em que eu contei sobre minua depressão, esse eu também demorei um pouco pra conseguir contar.

Vamos lá, eu ainda me lembro como começou, eu consigo me lembrar até mesmo do rosto de cada pessoa que me fez de piada, eu estava na segunda série do ensino fundamental, eu era uma criança de 7 anos apenas, eu nem sabia me defender, eu não vou citar os apelidos que ganhei, são humilhantes e foram anos ouvindo eles, não apenas dentro da sala de aula, era em todo o colégio, os apelidos se espalharam e eu não tinha nem amigas para me ajudar, a coordenação não fazia absolutamente nada, isso que era um colégio particular, eu aturei por muito tempo até finalmente eu mudar de colégio.

Eu já tinha 12 anos quando mudei, eu achei que séria bem melhor, mas é óbvio que não foi, algumas pessoas na sala já tinham estudado comigo e não levou muito tempo para os apelidos se espalhar, automaticamente chegou novos, novas piadas, eu pelo menos fiz amizades que tornou tudo mais suportável, mas as brincadeiras eram pior, porque todos tinham bem mais malícia, eu vi os meus “colegas” de sala fazer desenho me representando e colar na parede e a professora jogar fora e fingir que nada estava acontecendo, eu contei pros meus pais, a coordenação de outro colégio particular tinha que ser melhor não é mesmo? Mas não foi, porque nada aconteceu, nenhuma piada de péssimo gosto parou, eu aprendi a me defender, mas quando se é minoria, quando se acorda de madrugada tendo pessadelos com pessoas tirando sarro de você é bem mais difícil, é em vão, ninguém ousou encostar um dedo em mim, mas eu acredito que se eu tivesse apanhado teria sido melhor, quando você se torna alvo de piadas não é só tomar remédios que a dor passa.

Eu passei a odiar não só o colégio, mas eu odiava a mim mesma, eu não me encaixava, eu não era igual as outras meninas e não queria ser, eu nem mesmo achava elas ou os moleques que riam de mim símbolo de beleza, muito pelo contrário, mas eu não estava em paz para nada, eu vi minhas notas piorarem, eu me vi inventando desculpas para faltar, no meio de todo o bullying, aconteceu muita coisa junto, então eu não tinha forças para tentar sair daquele lugar, tinha aceitado a forma como me tratavam, eu tinha poucas amigas, mas para quem não tinha nenhuma antes estava ótimo, mas bullying machuca muito, eu chorava em casa, sentia vergonha, não fiquei eufórica com minha formatura e muito menos com o fato de entrar para o ensino médio, por que eu ficaria depois de passar por todo aquele pessadelo? Eu ainda teria que entrar pelas portas do inferno que era aquele colégio, teria que olhar na cara de quem me machucava emocionalmente de propósito, porque todos sabem quando a brincadeira para de ser uma, e nunca foi uma brincadeira.

Eu finalmente tomei iniciativa e pedi pros meus pais me tirarem daquele inferno, levei bastante tempo, já estava no meio do primeiro colegial, depois de anos fui para uma escola pública, ninguém me conhecia, ninguém me apelidou, o bullying tinha acabado, mas eu não me adaptei muito bem a aquela escola e mudei de novo, foi quando eu cai de paraqueda na sala da Jujuba e nossa amizade começou, mas isso é outra história.

Por que eu resumi e contei um pouco disso para vocês? A gente precisa ter cuidado com as pessoas a nossa volta, eu sitei pequenas coisas que aconteceram comigo, não entrei em detalhes, é um assunto que ainda me causa muita dor, ainda acordo de madrugada com pessadelos, ainda evitos aquelas pessoas, ainda me lembro de tudo e eu dei “fim” naquilo quando tinha 15 anos e hoje já tenho 20, não superei completamente, minha auto-estima não é a melhor, não tem um dia que eu não me lembre, eu dou graças a Deus por nunca ter sido como aquelas pessoas, por nunca ter causado a outra pessoa o que causaram a mim, eu nunca me perdoaria no lugar deles, mas apesar de nunca ter escutado um pedido de desculpas, eu perdoou, eu preciso perdoar para poder um dia superar de vez, poder me amar por completo, ser mais segura, não ter mais mágoas me fará mais feliz.

Pode parecer loucura para alguns perdoar as pessoas que fizeram parte de um dos fatos que me fazer ter depressão, mas eu não sou como eles e é isso que me faz poder seguir com a minha vida, é o que vem fazendo a dor de tudo isso sumir aos poucos, mesmo que demore, bullying é um assunto muito sério, infelizmente algumas pessoas ainda praticam isso e acham engraçado, não é, não tem a menor graça rir de alguém que seja gordo ou magro, que tanha cabelos diferentes, ou dentes separados, ou não ter a mesma condição, ou qualquer outra coisa que envolva a aparência e o emocional de outra pessoa, o bullying destrói, o bullying já fez muitos tirarem sua própria vida por não aguentar mais, ele deixa marcas para o resto da vida, nós precisamos falar sobre, mesmo que de vergonha, mesmo que não esteja passando por essa situação, não alimente a “brincadeira”, sempre tem algo que possamos fazer para acabar com isso.

Contar isso não me faz ter boas lembranças, isso é óbvio, não é para que as pessoas tenha pena, ou para ganhar mais atenção, contar isso é para alertar, é para quem passa por isso saber que não está só e que pode mudar, procure ajuda e não tenha vergonha, você não tem culpa de nada disso.

Espero que eu tenha de alguma forma ajudado quem sofre ou já sofreu com isso, compartilhem, deixa aquela curtida ou comentário que ajuda bastante a gente! Com amor: Abibi e sua galáxia! 😘❤

Eu estou aqui, viu?

PARA!

Só uns segundos pra ler o que vou te dizer agora:
Sei que pode ser DIFÍCIL diante tantas fotos passando no seu feed, tantos textos, tantas falas, TANTAS coisas acontecendo ao mesmo TEMPO na sua vida e a sua volta.
BOAS ou RUINS e você não para um segundo pra pensar né?

Sente que tá no botão automático SEMPRE, que o mundo NÃO PARA, nem sequer presta atenção EM você
Que as coisas acontecem e já até fugiram do SEU controle… Tem ansiedade pra TANTAS coisas mas cansada(o) pra TANTAS outras, querendo abraçar o MUNDO com os braços CURTOS, sei COMO se SENTE!
Eu vou te ouvir, serei sua amiga como nenhuma outra, te darei concelhos que talvez nunca recebi, tirarei uns sorrisos do seu rosto nos dias tristes, serei a psicologa da sua mais alta confiança…
Tô aqui viu? Você NÃO está sozinho!
❤Eu SEMPRE respondo ❤

Caso tenha curiosidade de me conhecer melhor tenho Instagram, Canal no You Tube e Página no Facebook e E-mail, então venha ser migxs:

Instagram: @byanka.g.nunes

Facebook: Byanka.G.Nunes

YouTube: Byanka.G.Nunes

Email: byanka.g.nunes@gmail.com

Setembro se vai, mas a nossa luta continua.

Alguns dias são alegres e ensolarados.
Outros dias são chuvosos e tristes.
E tem aqueles dias, que você acorda, levanta e não desiste.
São aqueles dias que você persiste.
Que você não desiste, que você não deixa a sua vida passar.
Sonhar é não deixar de acreditar.
Se você insiste, é porque acredita.
Se você acredita, é porque sabe que no final tudo se realiza.

 ~ Milena Alves

img_20171009_155819_072-01 (1)475726935..jpg
Desenho Autoral – Byanka G. Nunes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Beijão da Mila.
Gratidão!