O que eu tenho pra mim sobre o amor.

É muito bom estar apaixonada por alguém, a vida se torna mais bonita, o dia fica colorido, o sorriso não sai do seu rosto, parece que você virou uma princesa da Disney e fica pelo mundo cantando, dançando e ouvindo os pássaros. Claro, de preferência pássaros azuis, que nem no filme da Bela Adormecida.

Você não para de observar tudo ao seu redor, mas ao mesmo tempo não presta atenção em nada, só no sorriso da pessoa que você ama, isso sim, não sai da sua cabeça.

Você começa a ver as coisas com outros olhos, acha as coisas lindas e perfeitas, nem um dia triste faz você ficar pra baixo, porque de novo apenas aquele sorriso, já deixa o seu dia melhor.

Você passa o dia inteiro contando as horas pra encontrar a luz que ilumina o seu dia, você chegar a pensar que todo mundo deveria se apaixonar.

Você começa a sentir muitas borboletas no estômago, por onde passa, basta você olhar pra qualquer pessoa na rua e você já sorri, você se sente feliz, sente o seu coração em paz, parece que você sente o seu corpo formigar de tanto transbordar de sentimentos que você sente por aquela pessoa.
Você não sabe o certo, nem o errado, mas já sabe que está apaixonado/apaixonada.

Você, começa a pensar que ficar ali do lado da pessoa que você gosta, é o melhor lugar que existe, é sempre aonde você queria estar, você não pensa em mais nada, começa até fazer planos malucos na sua cabeça, do que poderia acontecer se dessa vez, desse certo pra você, já que você é uma pessoa cheia de relacionamentos fracassados.

Só que você começa a pensar, pensar, pensar…

E começa a ter noção das coisas que você precisa fazer pra que isso de certo, você sabe o quanto é complicado ter um relacionamento, ainda por tudo que você já passou, até porque você já teve um coração partido e não gostaria de sentir essa sensação de novo, nos sempre queremos amar sem ser machucados.

Você sabe que pra um relacionamento dar certo, é necessário mais do que amor. Aquela pessoa, também tem que estar tão interessada, assim como você tem interesse, aí começa às incertezas: Será que aquela pessoa sente o mesmo que eu sinto?
Você não quer mergulhar em mar raso.

Você já sabe que quando passa a paixão de um dos dois, as coisas mudam, cai sobre os dois um labirinto, vão ficar se encontrando e desencontrando, ou ficar que nem ping pong. É exatamente nessa hora que vem a realidade para os dois ou pra um dos dois, as vezes tem o azar de apenas um amar.

Começamos a procurar desculpas, como a correria do seu dia a dia, começa a bater as diferenças, brigas e um mais um pouco de ciúmes e o famoso medo de perder a pessoa que você ama, você começa a não se sentir o suficiente pra aquela pessoa, vem mais dificuldade entre os dois, e se não tiver interesse das dua partes, dependendo da situação da relacionamento, tudo vai por água a baixo.

Eu sempre pensei, que não importa qual seja o tipo de relacionamento que você tem com aquela pessoa, pra dar certo, sempre vai depender de ambos e pra isso, as vezes você vai precisar ter que dizer o que sente ou demonstrar.

Os dois têm que fazer as coisas um pelo outro, sempre respeitando o espaço pessoal um do outro, sempre procurando entender o que podem fazer para melhorar o relacionamento de vocês, os dois crescem juntos, aprendem a evoluir juntos. É preciso a aprender a lidar com as pessoas inventando mentiras, fofocas, dando opiniões sobre o seu relacionamento.

Estamos cansado de saber, que quando uma pessoa, demonstra mais do que o outro, acaba ficando pesado e cansativo, e isso acaba com o namoro, começa a ter diversas cobranças, já que um dos dois não estão satisfeitos, com algumas coisas no relacionamento. Todo mundo sabe muito bem, que a base de um bom relacionamento é ter companheirismo, paciência, respeito acima de tudo, confiança e reciprocidade, mas principal é você saber quanto você está disposto a fazer essas por aquela pessoa.

Quando você aceita a namorar uma pessoa, você tem que ter consciência que você vai precisar fazer de tudo por ela, vai ter que aprender a pensar no que será bom pra você, pra ela, pra vocês dois/duas, não é mais só você. Claro, que vocês vão fazer muitas coisa em conjunto e outras coisas sozinhos, isso é importante também, mas quando você deixa de cuidar do seu parceiro/parceira que está do seu lado, com certeza os dois vão sair machucados, independente de quem está certo ou errado, é impossível apenas um sair machucado, podem agir de formas diferentes, superar de uma forma diferente, mas com certeza um  dos dois irá sair magoado.

O mal das pessoas é deixar de cuidar de que ama, param de demonstrar amor, que nem no início do relacionamento, deixam as mensagens de bom dia diminuir, não manda tantos textos como antes, não fazem mais carinho um no outro, deixam de conversar assuntos que são importantes um para outro, perdem a paciência um com o outro nas brigas e nas coisas simples, as coisas vão se complicando mais e mais, até virar uma bola de neve e namoro acabar e os  dois nem saberem qual foi o motivo do término.

Eu tenho pra mim, que todas as pessoas tem a mesma mania quando tem um relacionamento: elas param de se conhecer, pensam que já conheceu o suficiente daquela pessoa, já que está namorando ou já estão juntos a muito tempo, acham que não precisam mais se conhecer, isso é um erro enorme, pois estamos o tempo todo mudando, sempre tem como aprender mais um sobre o outro.

O amor, sempre vai ser muito mais que dar bom dia todos os dias, muito mais que dizer eu te amo toda hora, muito mais que se encontrar todos os dias ou trocar mensagens e horas na ligação. Os dois precisam ser recíprocos, estar dispostos a fazer o possível para namoro dar certo, olhar para a pessoa do seu lado e andar lado a lado com ela, se interessar pelas coisas que ela/ele, gostar das coisas que você também gosta, que a pessoa que você ama gosta, ou também não gostarem das mesmas coisa e mesmo assim fazer certas coisas pela pessoa que você ama, só pelo fato dela ficar feliz com isso. Amar, também é te apoiar nos seus sonhos, é querer construir algo com você, é te incentivar no que você acredita, é te ajudar quando tiver problemas, mesmo quando parece que não tem solução nenhuma, mas juntos buscar um solução.

Você vai precisar a amar os defeitos daquela pessoa e com certeza não vai ser fácil, vai ter coisas que você nunca vai conseguir entender ou aceitar, mas vai precisar perdoar, se todo erro que você ou sua parceira/parceiro cometer e voces quererem brigar e não tentar resolver e perdoar os erros um do outro, as coisas podem não acabar bem, óbvio que vão acabar terminando, sabemos que brigas e desentendimentos desgasta o namoro.

Amar, também é saber tolerar certos erros, porque você também erra, as pessoa que você ama também erra, os seus pais erraram muito e ainda erram as vezes, somos pessoas e todos nós erramos, estamos em constante mudança. Precisamos aprender com os nossos erros e não repetir, tem coisas que vamos errar muitas vezes, sempre nos mesmo erros, vamos sofrer, se magoar ou magoar outras pessoas, alguns erros nossos também podem decepcionar outras pessoas, mas uma hora você vai ter que aprender, uma hora vai acordar e perceber que precisa mudar isso em você, mas não pelo outros, mas por você… porque até você começa a ficar insatisfeito com o número de vezes que você erra, sempre na mesma mesma coisa, você cansa de ficar clicando na mesma tecla e não tendo nenhum resultado positivo.

Lembrando, que é obivo que tem cosias que não tem perdão e você não é obrigada/obrigado a aceitar ou perdoar, mas vai precisar ser sincera/sincero com você mesma e com a pessoa que você ama, dizer as coisas que te incomoda e não suportar nada além do que não consegue carregar.

As vezes, você vai precisar mudar por uma pessoa, mas não mudar e esquecer quem você é, mas mudar ações e atitudes que você tem, só pelo fato de magoar, ninguém merece um amor que mais machuca, do que lhe dá amor. Você vai parar de fazer certas coisas, só pelo fato das suas ações fazer aquelas pessoas ficarem tristes (ou aquele pessoa importante pra você). Você vai mudar porque naquele momento pra você aquela pessoa vale a pena. Eu sei que sempre dizemos: Se me ama, tem que me aceitar do jeito que eu sou. Me amar do jeitinho que vim pro mundo.
Sim, isso é verdade, tem que aceitar pelo que você é, mas nunca aceitar as atitudes babacas que você tem.

Amar, é se dar por inteiro, é tirar tempo de onde não se tem, é se dedicar pra aquela pessoa, é permanecer na onde tem tempestade, é entender que aquele abraço é o teu abrigo, é saber que aquele sorriso é a imagem mais bonita que você já viu.
Amar é ser vulnerável, amar é passar por cima do seu orgulho, amar é saber pedir desculpas, admitir que nem sempre você está certo, é saber perdoar. Amar é se dar por inteiro e não esperar nada em troca, amar, também é fazer grandes gestos de amor e pequenos gestos de amor, desde do simples aos mais elaborados, porque demonstração de amor não tem uma regra ou um tamanho certo, você apenas mostra o que sente, da forma que a sua intensidade é, amar também é saber reconhecer que as vezes as pessoas não estão pronta pro tamanho da sua intensidade, você tem que aprender a pesar na balança, porque algumas pessoas se sufocam, nem todas sabem nadar no mar de intensidade, mas não é porque essa pessoa não te ame, ou muito menos porque não gosta mais de você, alguma pessoa realmente tem dificuldade de ter intensidade e você precisa aprender a entender e respeitar isso. Se a intensidade que pessoa tem com você, não for o suficiente e te incomoda, então se retire. Já dizia a minha tia: Os incomodados que se mudem. Se te incomoda, se mude.

Seja intenso, mas saiba que algumas pessoas não estão prontas pra sua intensidade ou talvez pra intensidade nenhuma, não tem nada errado com você ou com aquela pessoa, apenas não se transbordam.

Todo mundo precisa aprender a cuidar das pessoa que ama, cuidar como se fosse durar pra sempre, mesmo você não tendo certeza do futuro, mas com certeza se cuidar agora, pode ser que continuem cuidando a vida inteira e você sabe que vale apena. Sempre vai ser mais fácil começar um relacionamento, mas também sempre vai ser fácil acabar e sempre vai ser difícil fazer durar.

Quando você começa um relacionamento é maravilhoso, mas quando chega ao ponto de tudo acabar, só vem dor atrás de dor. É exatamente por isso, que você tem saber aceitar a liberdade da sua parceira/parceiro. É saber aceitar que se o seu amor mais machuca do que cuida, já é hora de partir. Se tiver confuso? Converse e se ainda não tiver solução… Você tem que partir.

Amar, é não esperar um amor perfeito, amores perfeitos não existem. Seja recíproco, ame enquanto for recíproco… Mas o mais importante: ame muito, mas ame ao ponto de saber que também é hora de partir.


Minhas Luas, eu demorei mas postei, eu to tendo alguns bloqueios pra escrever, achei esse texto perdido aqui nos rascunhos e comecei a reescrever ele, eu espero que vocês gostem.

Obrigada por todos os acessos, os cometários, as curtidas, vocês são demais.

Eu não queria contar agora, mas não tô me aguentando… Vem conto erótico por ai… Me aguardem!

BEIJINHOS DA MILA!
Gratidão!

Quebrada…

Quebrada…

Eu acho que você não entendeu minha definição de quebrada, não está tão quebrado quanto eu, você quer tentar de novo, quer algo que dê certo, diferente dos outros, mas mesmo assim quer, eu não, eu não quero tentar, eu não quero nada, eu mal consigo deixar as pessoas se aproximarem por vontade própria sem entrar em pânico, eu não quero ser vulnerável à mais ninguém, nunca mais, toda vez que alguém (por mais verdadeiro e incrível que a pessoa seja) quer alguma coisa eu me defendo como se fosse uma ameaça mortal e em seguida me afasto, como um animalzinho maltratado, encolhida o máximo que posso, pra ninguém me tocar, e não é porque eu quero, é porque não posso evitar, é mais forte que eu, eu sinto falta de acreditar, sinto falta de mim antes dessa confusão toda, eu sei que eu não vou aguentar outra dor como essa, eu não posso arriscar, por favor…
Você não ta quebrado como eu, você ainda quer…
– Lua 🌙✨

Autora: Lua.


Desenho Autoral: Lua. – Todos os Direitos Reservados pela autora do texto.

Meus amores, eu fiquei apaixonada por esse texto, eu recebi de uma garota anônima. No caso, Lua 🌒

Não deixa de enviar os seus textos ou desenhos/artes , eu amo compartilhar o talento de vocês.

Mande a sua fanfic, história, poema, critica, desabafo, e etc para o nosso e-mail: adolescênciadelua@gmail.com.

Eu espero que tenham gostado, eu sempre estou por aqui. Em breve as coisas se encaixam, isso serve tanto pra mim, como pra vocês! Se cuidem.

Beijinhos da Mila!

Gratidão!

Livros que eu li em 2018.

Oi meus amores, tudo bem? Eu estava morrendo de saudade de falar sobre livros com vocês, eu amo compartilha tudo com vocês, inclusive as minhas leituras.

O ano de 2018, foi o ano que eu voltei a ler, fazia uns 3 anos que não lia nenhum livro, eu sentia saudade de ler, mas fazia tanto tempo que eu não comprava livros e os livros que eu tinha lido, estavam tudo na casa da minha mãe, estão lá na verdade eu nunca fui buscar, eu espero que ela tenha guardado… (rsrsrs, provavelmente ele deve estar lendo esse post).

Como eu estava falando, esse foi o ano que eu voltei e consegui ler bastantes livros, eu praticamente me aventurei em todos as histórias que me interessou, a minha meta é ler diverso gêneros de livro, esse ano eu já andei comprando uns livros, que em breve eu vou postar pra vocês.

Como é uma lista de livros, eu só vou colocar o nome do livro + a sinopse, agora o que eu achei do livro, vocês vão saber depois, pois eu vou fazer resenha de todos os livros que eu li ano passado (2018).

Alias, eu postei uma única resenha de livro ano passado, eu vou deixar o link aqui em baixo.

Resenha #1 Livro: Todas as Coisas Belas.

Como eu já postei a resenha, eu não vou incluir ele nesse lista, mas o meu total de livros de 2018 foi 11 livros, incluindo o livro Todas as Coisas Belas. (Um dos meus livros favoritos do ano passado.)
Desse 11 livros, 7 livros foram os meus queridinhos de 2018. Os favoritos eu vou deixar uma Obs, pra vocês saberem quais foram os 7 livros queridinhos.

Agora vamos pra lista com os outros 10 livros.

Livro 1:
Meu Jeito Certo de Fazer Tudo Errado

Título: Meu Jeito Certo de Fazer Tudo Errado
Autor: Klara Castanho e Luiza Trigo
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 384
Ano de Publicação: 2017
Onde comprar: Amazon, AmericanasSaraiva.

Sinopse:
Em 2014, na Bienal do Livro de São Paulo, Klara Castanho foi pedir um autógrafo para Luiza Trigo, que estava lançando seu novo livro. Desse encontro nasceu uma amizade. Um ano depois, inquieta e cheia de ideias, Klara pediu ajuda de Luiza com o conteúdo de um programa jovem de entrevistas que planejava fazer na internet, baseado no que via no dia a dia. Depois de trabalhar um pouco no que Klara havia escrito, Luiza sugeriu: “Que tal pegarmos esses textos e transformarmos em um livro?”. Klara adorou. Assim surgiu a história de Giovanna, uma garota que acaba de se mudar com a família para São Paulo e que, de quebra, precisa encarar os dilemas da adolescência. Obedecer sempre aos pais controladores ou se aventurar em busca de independência? Ignorar suas convicções para andar com o grupinho popular do colégio, ou isolar-se com a amiga tímida e solitária? Viver um grande amor e perder o amigo, ou contentar-se com a friendzone? O resultado disso tudo são situações e personagens coloridos e autênticos, já que suas dúvidas, erros e acertos foram inspirados nas vivências das próprias autoras. E isso mostra um pouco do motivo pelo qual elas compartilham a paixão pela leitura: com ficção podemos exprimir grandes verdades.
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)

Livro 2: Volto quando Puder.

Título: Volto quando puder.
Autoras: Isa Prospero e Márcia Oliveira.
Editora: Hoo Editora.
Número de Paginas: 272 páginas.
Ano de Publicação: 2016
Onde eu comprar:
Amazon, AmericanasSaraiva.

Sinopse: Arthur é um garoto de 14 anos que mora com a mãe e vê o pai aos finais de semana, pois eles são separados. Depois da morte de sua mãe, ele começa a morar com o pai, Guilherme. Seu pai, é tatuador na Galeria do Rock e, como é um cara muito charmoso e extrovertido, Arthur se sente numa competição com o pai pela atenção dos outros. Quando muda de casa, o garoto é obrigado a mudar de escola e, a partir daí, começa uma nova fase na vida do Arthur. Além de não ser o cara mais popular da escola, ele faz alguns inimigos em muito pouco tempo. Mas há duas pessoas na escola que o Arthur curte muito: o Alexandre, que o Arthur considera o melhor professor do mundo, e a Priscila, uma garota muito interessante, que ele nem acredita quando ela se aproxima. O conflito de gerações e a dificuldade de comunicação entre pais e filhos, mesmo quando são próximos em idade, são abordados no livro. Além disso, traz questões sobre sexualidade e o primeiro amor.

Livro 3: O verão da minha vida (Nova Weetman)

Data Publicação: Novembro de 2017.
Título: O verão da minha vida.
Autor: Nova Weetman.
Editora: HaperCollins Brasil.
Número de páginas: 222.
Série: Coleção: Escolha o Seu Felizes Para Sempre #2
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: A vida é feita de escolhas, e ninguém sabe melhor disso do que as meninas! Terminar o dever ou ir para o shopping? Juntar a mesada para aquele celular incrível ou comprar o box da sua série mais amada? São tantas decisões… As personagens da coleção Escolha o seu felizes para sempre também têm muitas opções — aqui cada escolha delas é sua, e é você quem decide o caminho que elas devem tomar. Siga o seu coração e veja aonde ele leva, ou volte atrás e escolha tudo outra vez!É o último dia de aulas e Frankie só consegue pensar que seu verão não está prometendo: um calor de morrer e seu violão como única companhia… Isto é, até que surge uma oportunidade de ir para Londres nas férias! Isso pareceria ótimo se não significasse reencontrar Jake, o menino que partiu seu coração. Além disso, Frankie ainda precisa decidir se férias na praia com o pai são uma saída perfeita ou uma torta de climão, já que seu pai está com uma namorada nova, que também tem uma filha! Será que ela vai perceber que esqueceu Jake de vez? Ou vai acabar enterrando a nova “irmã” na areia? Cabe a você decidir o que Frankie vai fazer em O verão da minha vida!

Livro 4: Sábado Sem Noção

Autor(a): Luisa Plaja
Editora: iD
Data de Publicação: 2009 (original) – 2010 (Brasil)
Páginas: 327 (original) – 461 (Brasil) Nome original: Extreme Kissing
Coleção: 
Onde comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: Rebecca e Carlota, duas amigas inseparáveis. Rebecca é do tipo certinha. Ao conhecer Carlota descobre que a vida pode ser muito mais divertida. Carlota é do tipo rebelde. Ao conhecer Rebecca descobre a utilidade de ter uma amiga ajuizada. Ambas são fanzérrimas da revista Teen Spice, cujos conselhos nem sempre devem ser levados ao pé da letra…Juntas, Rebecca e Carlota vivem uma AVENTURA RADICAL , um passeio alucinante pelas delícias e perigos de uma cidade como Londres. Contado de dois pontos de vista diferentes, este SÁBADO SEM NOÇÃO envolve passeios de limusine, beijos, muitas encrencas e a descoberta do valor da amizade e da capacidade de perdoar.
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)

Livro 5: Pressa de ser Feliz.
Crônicas de um ansioso.

Data de Publicação: 2018
Título: Pressa de Ser Feliz: CRÔNICAS DE UM ANSIOSO
Autor: Matheus Rocha
Editora: Planeta
Número de Paginas: 208
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: Textos inéditos do autor do blog Neologismo: o cotidiano de alguém que sabe ser feliz apesar da ansiedade. Matheus Rocha, autor do blog Neologismo, gosta de falar sobre a vida. E a vida tem dessas coisas: paixões, relacionamentos desencontrados e amores que marcam o coração. Ele acha, de verdade, que esse mundo pode ser um lugar bem legal pra se viver, e sonha em abraçar as pessoas por meio de suas palavras. Em Pressa de ser feliz, reuniu crônicas do cotidiano de um ansioso. É a experiência de alguém que, como todo mundo, aprende pouco a pouco a lidar com as loucuras da vida e com a urgência da felicidade.

(Obs: Eu ainda estou lendo esse livro, sim eu comecei a ler ele ano passado e me apaixonei assim que eu li a primeira pagina, eu fiquei triste só de pensar que uma hora ele vai acabar, além de ser um livro maravilhoso, a cada pagina você se sente motivado a continuar. Então, eu resolvi ler uma capitulo por dia, assim eu posso me sentir motivada todos os dias.)
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)

Livro 6: A Luz que Perdemos

Data de Publicação: 02/04/2018.
Título: A Luz que Perdemos.
Autor: Jill Santopolo.
Editora:Arqueiro.
Número de Paginas: 272.
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse:

Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.
Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.
Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.
Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?

Livro 7: Onde mora o Coração

Data da Publicação: 23 de setembro de 2016.
Título: Onde Mora o Coração
Autor: Uiara Barazzotto
Editora: Universo dos Livros
Número de Paginas: 187
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: Ninguém sabe quais os reais motivos que levaram Anne Williams a sair de Laguna Beach há cinco anos, e voltar à cidade não era algo que estava em seus planos. Mas, agora, com sua mãe prestes a morrer, ela se vê forçada a retornar para sua antiga casa. Luke Daniels é um grande astro da música pop, aclamado por onde passa, não só por seu talento, mas, também, por sua bela aparência, que deixa qualquer mulher enlouquecida. Porém, seu coração só pertenceu a uma pessoa em toda sua vida: Anne. Quando decide dar uma pausa em sua carreira e voltar a Laguna Beach para descansar e compor novas músicas, Luke não esperava rever seu amor da adolescência, muito menos que seu coração voltasse a bater com tanta força. Apesar disso, o amor deles poderá não ser o suficiente para perdoar o segredo que Anne guardou dele por tanto tempo.
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)

Livro 8: Como se fosse Magia.

Data da Publicação: 11 de outubro de 2016
Título: Como se fosse Magia
Autor: Bianca Briones
Editora: Gutenberg
Número de Paginas: 206
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora, ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer. Enquanto tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é. Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela. Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir.
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)

Livro 9: 50 Noites em Tons de Cinza

Data de Publicação: 2013
Título: 50 Noites em Tons de Cinza
Autor: L. Elias
Editora: Planeta
Número de Paginas: 112
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.


Sinopse: ‘Quero aprender’, diz a curiosa narradora para seu misterioso amante, logo que nossa história começa. Asiim, no decorrer de 50 noites ardentes, ela caba tendo aulas muito instrutivas e aprendendo tudo sobre srtitease, bondage, fetiches e brinquedos eróticos, explorando sensações de prazer, dominação, submissão e até mesmo dor. Quem diria que seu ‘professor’ exigiria uma aluna tão dedicada? Em 50 noites em tons de cinza, você se verá em meio a uma deliciosa jornada erótica, recheada de imagens sedutoras e também de dicas essências para aqueles leitores que não resistirem e resolverem seguir os mesmos passos da personagem. Será que você também experimentaria 50 noites como essa?

Livro 10: O Diário
Internacional de Babi


Data de Publicação: 11 de julho de 2016
Título: O Diário Internacional de Babi
Autor: Chris Salles
Editora: Planeta
Número de Paginas: 270
Onde eu Comprar: Saraiva,
Amazon, Americanas.

Sinopse: Mudar nunca foi a palavra preferida de Bárbara. Porém, depois da separação dos pais, a garota de 15 anos se vê obrigada a migrar com a mãe e os irmãos para Orlando, a cidade americana onde os sonhos ganham vida. E descobre que a fronteira entre o real e o ilusório pode ser mais difícil do que parece. “Como a terra do Mickey, o livro de Chris Salles é cheio de magia, pois nos transporta instantaneamente para a vida da Babi, a protagonista. Com o diário dela nas mãos, nos sentimos íntimos, como se ela fosse uma amiga querida que nos escolheu como confidentes. Através de suas experiências, ela nos mostra que a primeira imagem de uma pessoa pode enganar, que devemos ser mais receptivos, que processos de adaptação podem ser complicados, mas não duram para sempre. Acima de tudo, Babi nos ensina que a vida real também tem seus momentos de contos de fada. Basta a gente permitir que eles aconteçam. E, especialmente, nunca deixar de sonhar.” PAULA PIMENTA Romance juvenil da carioca Chris Salles, autora que teve mais de 5 milhões de leituras na rede social de escritores Wattpad, tendo vendido dois prêmios Wattys 2015.
(Obs: preciso nem dizer que esse foi um dos meus favoritos.)


Minhas Luas, eu fiquei muito feliz em ter lido 11 livros ano passado, a minha meta esse ano é fazer um novo record de livros. Quantos livros que eu vou conseguir ler? Bom, isso eu não sei, mas até o final do ano a gente descobre.

E você, leu quantos livros esse ano? Tem algum favorito? Me conta aqui nos comentários vou adorar saber e quem sabe o seu livro favorito, não entra para a minha lista de livros de 2019.

Eu quero agradecer pela paciência, pelo carinho e pedir desculpas pela bagunça que está o blog, mas aos poucos eu vou consegui me organizar.
Eu sempre vou estar por aqui, pode ter certeza!

Beijão da Mila!
Gratidão!