Vamos falar sobre estudos?

Oi pessoal, vocês estão bem? Espero que sim!

Um dos assuntos que vou postar aqui é sobre estudos, vou dar dicas sobre tudo relacionado a isso, eu espero de coração que eu possa ajudar vocês de alguma forma.
Nesse post, eu quero começar contando a minha experiência com estudos e vestibulares até aqui.

Bom, estudei em escola pública a minha vida inteira, porém, no ensino médio eu fiz em uma escola de período integral. Eu nunca fiz cursinho, porque não tinha condições, se eu pudesse eu teria feito, mas como as coisas não caem do céu né amigos, eu comecei a me planejar para estudar sozinha.
Sentei no meu quarto, e fiz meu planejamento direitinho, peguei o edital de todos os vestibulares que eu queria prestar, vi as matérias que eu precisava estudar e anotei tudo. Então comecei a estudar. Confesso que não foi tão fácil, porque eu nunca tinha estudado tanto tempo em casa e sozinha. Eu só revisava o conteúdo passado para as provas, e pronto. Então tive muita dificuldade. Mas aí eu fui pegando o jeito, fui deixando a preguiça de lado e foquei totalmente no meu objetivo.
Eu comecei a seguir alguns influenciadores de Educação, pelo Instagram, porque me motivava muito conversar com as pessoas com o mesmo propósito, me dava coragem de estudar, e eu pensava: ” Se fulano pode, eu também posso.” Além disso, depois de um tempo criei o meu próprio cantinho de estudos no Instagram, que é o @study.debs, sintam-se à vontade para estar conhecendo o conteúdo de lá.

Eu fiz cerca de 6 vestibulares, passei em alguns. Na faculdade que estou atualmente, eu consegui entrar pelo ProUni, eu sempre quis uma faculdade particular, diferente da maioria dos estudantes que querem públicas.

Mas eu acho que é basicamente isso minha “trajetória” nos vestibulares, eu sei que dá medo, ansiedade e nós ficamos inseguros, mas tenho certeza que com muito estudo, muito foco e paciência, vai dar tudo certo!

Fico por aqui, com essa breve introdução ao novo assunto do blog, espero que agregue e que vocês gostem, estou aqui para ouvir sugestões e críticas construtivas tá bom? Até o próximo post!

– Débora .