Setembro se vai, mas a nossa luta continua.

Alguns dias são alegres e ensolarados.
Outros dias são chuvosos e tristes.
E tem aqueles dias, que você acorda, levanta e não desiste.
São aqueles dias que você persiste.
Que você não desiste, que você não deixa a sua vida passar.
Sonhar é não deixar de acreditar.
Se você insiste, é porque acredita.
Se você acredita, é porque sabe que no final tudo se realiza.

 ~ Milena Alves

img_20171009_155819_072-01 (1)475726935..jpg
Desenho Autoral – Byanka G. Nunes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Beijão da Mila.
Gratidão!

 

 

Eu te transbordei, você me esvaziou.

flor

Eu te transbordei, você me esvaziou.

Eu me amo.
Eu te amei. Você nunca me amou.

Eu te amei ante-ontem,
Eu te amei ontem,
Eu te amei hoje,
Eu te amei no dia seguinte.
Quando você me amou?

Você não me amou ontem, nem hoje, muito menos na manhã seguinte.
Eu te amei, você nunca me amou.
Eu fui intensa, você foi superficial.
Eu não percebi, não observei, não olhei, eu não vi o quanto isso ia ser prejudicial ao meu coração.

Eu estava cega de amor, cega de paixão, cega de empolgação.
Tão cega que esqueci, o quanto sou azarada em jogos de amor.
Eu te transbordei, você me esvaziou. Você estragou o que nem começou.
Você ficou pra lá e pra cá.
Me jogou pra todos os lados.
Me deixou de lado, me fez seguir às suas pistas. Você não passava de uma golpista no amor.

Como eu fui tola de não perceber as suas migalhas de amor.
Foi a sua falta de amor.
Sua falta de reciprocidade.
Eu não deixei de ser prioridade.
Na verdade, eu nunca fui sua prioridade.
Foi a sua falta de afeto que me deixou no chão gelado, com frio, sem respirar e sem amor. Eu me perdi no meio da sua confusão.
Você me usou, abusou do meu amor, da minha compressão, pra no final eu magoar meu coração.

Como você pode me roubar de mim? E agora, o que restou de mim?
O que você ganha me deixando assim?
Isso é tudo culpa minha.

Eu deveria saber que você era vazia.
Eu acreditei que ia ser diferente.
Eu fui transparente, talvez você tenha sido indiferente.
Eu nunca deveria ter tratado como preferência. Eu nunca deveria…
Seu amor me causava overdoses. A sua ausência, conseguiu me deixar em abstinência.
Eu tive que tomar várias doses de amor próprio, pra sair dessa neurose.

Agora me dê licença. Eu vou ir embora.
Eu vou te deixar. Eu preciso ir.
Não adianta me puxar, eu não pretendo voltar.

Nem as curvas do seu corpo poderá me reconquistar.
Nem seus lábios vermelhos irá me convencer a ficar aqui.

Sai daqui. Eu quero amar e ser amada.
Eu quero transbordar e me transbordar.
Eu quero viver sem suas migalhas.
Eu não caio mas em suas armadilhas.
Minhas lágrimas secaram junto com sua fonte de amor.

Eu quero me encontrar, me reconectar com a reciprocidade.
Eu vou distribuir amabilidade.
Estou indo percorrer o mundo, vou pro interior, irei correr entre às plantações girassóis.
Irei ver o pôr do sol e arrancarei todas as nossas páginas de desamor.

Eu te amei. Você nunca me amou.
Eu nunca deveria ter deixado de me amar.
Eu não me amei. Eu te amei.
Eu me amo. Deixei te amar, pra nunca mais deixar de me amar.

Amanhã, pode ser que eu encontre alguém pra amar.

Autora: Milena Alves


Meus amores, eu espero que tenham gostando do meu pequeno textinho ou pequeno poema, fiz com muito amor e carinho.

Nunca esqueça: Quando se trata de amor, nunca merecemos menos do que retribuímos. Amor é pra somar, não pra diminuir.

Beijão da Mila!Gratidão!

ELE

ELE

É tão novo esse sentimento de ter medo, tipo ter medo de perder ele.

Medo de sentir falta dele.
Medo de ficar longe dele.
Medo de ficar sem os abraços dele
Medo de ter que ir embora e acabar perdendo ele pra distância.

Principalmente quando ele é motivo dos meus sorrisos.
Principalmente, quando é a voz dele que eu quero ouvir.
Principalmente, quando é ele que me protege.
Principalmente, quando é ele que me liga todas as noites antes de dormir.
Principalmente, quando é ele que me dá toda atenção.
Principalmente, quando é ele que mostra me amar como ninguém jamais me amou.
Principalmente, quando é o olhar dele que me faz delirar.
Principalmente, quando é ele que me faz ser uma pessoa melhor.
Tudo que se trata dele é o melhor.

Todos os dias, quando tenho que ir embora pra casa, enquanto nós estamos no carro, eu fico olhando pra ele, pelo incrível que pareça fico pedindo aos céus pra que não seja a última vez que eu vou olhar pra aqueles olhos castanhos.
Peço aos céus que eu sempre possa ver o sorriso dele.
Peço que ele sempre esteja comigo.
Peço pra nunca ter que ficar longe dele.
Peço pra ele nunca soltar a minha mão, jamais.
Pode parecer estranho eu dizer isso, porque eu já amei antes, mas acredito ou melhor tenho certeza que não era amor, era só uma paixão, coisa do tipo, não sei explicar qual foi aquele amor, mas sei dizer que esse é melhor.

Isso que e eu estou sentindo é amor, porque ferve dentro de mim quando penso nele. Ferve dentro de mim quando vou encontrar ele.
Ferve dentro de mim quando tenho que me despedir dele, logo depois eu sei que vou sentir saudades.
Ferve dentro de mim quando estou com ciúmes.
Eu sinto uma queimação dentro do meu coração, como se fosse água quente fervendo em um folgo alto.
Ferve dentro de mim a sensação de quando estamos se pegando, não é uma pegação qualquer, vai além disso, tem carinho, afeto, amor, muito amor envolvido.

Ele me mudou, não porque eu deveria mudar ou algo do tipo, mudanças foram acontecendo, ele realmente está me ensinando a amar, ele realmente me mostra que o amor deve ser demonstrado, deve ser sentido, tem que ser recíproco e principalmente acontecer naturalmente.
Quando passamos a noite inteira juntos, é tudo tão lindo.
A gente se abraça, a gente se beija, a gente olha um no olho outro do outro, sorri um pro outro, chora um pro outro, mostra todo o amor que sentimos um pelo outro. E só de imaginar que um dia eu posso ficar sem ele, eu choro, mas não é qualquer choro, eu choro de tirar o fôlego, choro sem parar.
Quando estou com ele, eu esqueço, disfarço a tristeza, as lágrimas, algumas vezes choro na frente dele, mas faço o possível pra ele não ver sofrendo, eu não quero ver ele mal se preocupando comigo.

Preciso daquele sorriso, preciso dele me zoando, falando que sou chata, que sou muito pequena. Que eu sou, a pequena dele.
Ele sempre me diz o quanto eu sou linda.
Preciso dele falando que meu corpo é lindo, o quanto meu sorriso é bonito.
Preciso ouvir ele dizer, qual vai ser a mudança que eu vou fazer no meu cabelo, porque ele ama todas as versões de mim.
Quando a gente toma banho juntos e eu tenho que ergue o pé para beija-lo, e ele me segura de forma “eu to aqui, não vou deixar você cair”
Cuida de mim como ninguém.

Cuidou de mim como ninguém.

Ele cuidava de mim.

Hoje só me resta saudades.

Hoje só me resta lembranças.

Eu perdi ele pra saudade.

Eu perdi ele pra mentira.

Eu perdi ele pela falta de reciprocidade.

Eu perdi ele por falta de respeito.

Eu perdi ele pela minha falta de amor.

Eu parei de me importar.

Eu parei de demonstrar.

Eu segui outro caminho e deixei de amar ele.

Hoje, eu ainda o amo.

O amor parecia que ia durar para sempre, mas só basta um parar de se importar para o pra sempre chegar ao Fim.
Não é todos os dias que temos aquele namorado ou aquela namorada.
Aquele relacionamento com afeto, paixão, amor, carinho, com reciprocidade.
Não vai ser todos os dias que vai aparecer na sua porta “um amor.”
Não é todos os dias que vai aparecer alguém para você amar e ser amado.
Apenas não se esqueça: ame, valorize, porque amanhã, pode ser que seja tarde,
O pra sempre, também acaba.

Autora: Milena Alves

Eu espero muito que tenham gostado desse textinho meu, costumo dizer teorias não é?, São só pequenas experiências minhas, contadas em algumas palavras.

Até a próxima!

Beijos da Mila!