O amor é aquele que te cura ou aquele que te fere?

O amor é aquele que te e cura ou aquele que te fere?

Tem aquele amor que te machuca.
Aquele amor que te salva.
Aquele amor que te afunda.
Aquele amor que te perdeu.
Aquele amor que virou dor.
Aquele amor que te matou.
Ou amor que ainda te mata.

O amor que apenas te ama.
O amor que lhe dá valor.
O amor que você ganha.
O amor que você perdeu.
Aquele amor que você rejeitou.
O amor que você só amou.

Aquele amor que você deixou ir embora ou amor que você pediu pra ficar, mas mesmo assim preferiu te deixar.

Do amor pra dor.
Da dor pro amor.

O amor, aquele que te cura e te envenena.
Amor, é quele encanta e que também te engana.
O amor, aquele que pode te preencher mas também pode te esvaziar.
O amor, aquele te faz sorrir, mas que também pode te fazer chorar.

Se você der sorte, o amor te transborda.
Mas se ser você der o azar, o amor te quebra até te desmontar. Ele te murcha que nem uma bexiga, leva embora toda a sua energia mais pura.

Da falta de amor, pro vazio.
Do vazio, pro frio.
Os ventos batem forte, o coração sente um calafrio.
O calafrio da dor, o calafrio do desamor.
O calafrio da falta de amor.

Todos procuram amor.
A final, o que é o amor?
Ele te cura ou te machuca?
Eu não sei o certo.
Só sei que por amor morremos, pelo amor matamos e sem ele nunca vivemos.

E com você?
O amor te cura ou te machuca?

Comigo? O amor brica de ping-pong, ele nunca sabe se me cura ou me machuca.

~ Milena Alves (Mila)


Eu sei que estou um pouco sumida, mas eu ainda estou por aqui, vamos dizer que a minha vida está um pouco bagunçada, preciso me organizar com as coisas que estão por vir.

Eu estou organizando vários conteúdos novos pra vocês, se preparem.

Obrigada por todo o carinho e por todos acesso nos últimos dias, mesmo sem postagens novas. Me aguardem, porque mesmo com essa bagunça toda, eu estou cheia da novidades pra vocês: algumas boas e outras ruins, mas no final até às notícias ruins, acabam sendo boas.

Beijinhos da Mila, até logo!

Gratidão!

Finalmente, você e eu.

Finalmente, você e eu.

Como vai ser bom te encontrar.
Eu não consigo parar de imaginar
os meus lábios tocando nos seus.

Finalmente, eu vou parar de sonhar e poder te abraçar.
Eu vou poder te olhar e lhe beijar, eu não quero pensar no adeus.
Eu sei que o tempo vai passar voando, mas eu só quero me preocupar em aproveitar esse momento com você.

Fico pensando em nosso envolvimento, será que tudo isso é mais que um lance?
Não sei lhe dizer, mas venha comigo viver esse romance.
Sinta o ritmo da música, balance comigo, eu quero ficar contigo.

Eu prometo ficar, mesmo depois do tempo passar.
Juntas podemos correr riscos, sentir o perigo.
O seu abraço vai ser o meu abrigo, mas a saudade será meu maior castigo.

Por isso eu te digo, vem comigo.
Sentir o fogo.
Me beija e se permita sentir o calor. Quem sabe, juntas vamos sentir o amor.
Eu sou aquele beijar flor, que se encantou, por uma linda flor. Você é essa flor.
Aquela flor que chegou e arrancou o meu sorriso sincero.

Eu me entreguei.
Você se entregou.
Será que algum dia você já amou?
Eu não quero um dia ter que lhe dizer adeus.
Sem você tudo fica tão monótono
Eu preciso lembrar de lhe dizer: Até logo.


Beijão da Mila! Gratidão, até a próxima!

Voce foi voar. Eu fiquei. Fiquei voando por aqui.

Voce foi voar. Eu fiquei. Fiquei voando por aqui.

Ela foi viajar
Foi pra outro lugar.
Ela foi realizar os sonhos mais sinceros que eu já vi.
Eu não pude te ver partir.

Eu fiquei aqui, assistindo você ir.
Eu não pude me despedir.
Apenas fiquei aqui, no mesmo lugar. Vendo você voar pra outro lugar. Eu sei que pra você, não é um lugar qualquer.
Estou observando você voar. Voar pro outro lado do mundo.

Eu tinha que ficar.
Tinha que ficar sem gostar de você, Eu tinha que ficar aqui.
Em questão de segundos eu tive que me desapaixonar.
Eu queria te amar mais. Só que eu não poderia gostar mais.
Eu tive que ver você voar.
Você se foi, foi voar pra lá.

Pode voar, eu não lhe culpo por isso.
Se eu tivesse no seu lugar.
Eu também não deixaria de bater as minhas asas.
Se você estivesse no meu lugar.
Com certeza iria apoiar o meu vôo. Somos sonhadoras. Sempre apoiamos uma a outra.

Só que isso não anula a minha saudade. Não muda, que eu fiquei aqui.
Fiquei aqui, com todas as nossas lembranças.
Fiquei aqui, com todos planos que fizemos
Fiquei aqui, com os nosso sonhos, pra que você pudesse partir. Você tinha que ir.

Fiquei com toda essa saudade. Eu tive que escrever diversas poesias, pra conseguir te esquecer. Tem dias, que é impossível não pensar em você.

Só que ao ao ler, tudo que já escrevi.
Eu descobri, que sempre estive pronta pra te ver partir. Pra te ver ir embora pro outro lado do mundo.

Sempre estive pronta, pra te ver voar.
Pode voar. Voe bem alto. Bata as suas asas.
Você pode voar pra lá.
Mas também pode voar pra cá.
Pode voar pro lado que for.
Eu sempre vou estar voando por aqui.
Esperando você voltar. Continuando a voar.
Quem sabe, podemos recomeçar?
Pois, eu sempre vou te amar.

Eu sempre disse a você:

O amor é Liberdade.
Ele não te prende. O amor te solta.
O amor lhe dá asas para voar. Pois, é voando que se aprende a amar.

Quem sabe um dia, podemos voar juntas.
Voar juntas pra lá.
Mas também, podemos voar juntas pra cá.

Por enquanto, eu fico por aqui. Eu vou ficar voando por aqui.

Você foi voar. Eu fiquei aqui. Fiquei voando por aqui.

~ Milena Alves


Beijão da Mila. Gratidão. Até a próxima poesia.

Era dor. Agora é amor.

Era dor. Agora é amor.

Ela, era uma flor. Um linda flor.
Uma flor que virou espinhos.
A flor que se transformou o mais puro amor em dor.

A primavera voltou, renovou toda dor.
Transformou, toda dor amor.

Um linda flor, que cresceu.
Um flor que com o tempo floresceu.

Uma flor que aprendeu. Que só o tempo pode curar.
Pra um dia poder viver um novo romance.

~ Milena Alves


Fotografia por Rúbia.

Não deixa de seguir ela nas redes sociais.

Instagram – @ruliberador

Me segue também.

Instagram – @milaavenue


Beijão da Mila! Até a próxima! Gratidão!