Teoria do Chiclete.

Teoria do Chiclete

Algumas pessoas são que nem chiclete.
O gosto sempre acaba, sabe?

No final elas vão embora, deixa um gostinho de quero mais.
Temos o costume de mastigar o chiclete sem parar, achando que o gosto não vai acabar, que o sabor vai voltar do nada, sabemos que não vai voltar, mas continuamos ali, mastigando sem parar.

Ficamos com aquele gostinho de quero mais um chiclete.
Quem dera o gosto não nunca mais acabasse.

As pessoas são a mesma coisa.
Você faz de tudo pra ela ficar na sua vida, mostra que se importa, valoriza, diz o quanto você a ama, demostra seus sentimentos, mostra reciprocidade. Ou como dizem por ai, faz fechamento 10/10 com essa pessoa.

Algo que todo mundo sabe, que está muito raro no mercado, mas não, ela só pensa em ir embora. Ela deixa você sentir, aquele gostinho de quero mais, tipo ao ponto de querer dizer: “Fica, não vai embora, eu preciso de você.”
Só que infelizmente, nem adeus você consegue dizer direto, só vê ela indo embora.

Eu cansei de não sentir o mesmo gosto, já não era o mesmo sabor.

Sabe, eu decidi mudar, eu decido jogar esse tipo de chiclete fora.
Tudo isso é uma perda de tempo, mastigar algo que nem sabor tem mais.
Estamos cansada de saber, que algumas coisa tem que ter fim, tem que acabar, que uma hora vai acabar, nem tudo dura pra sempre, alguns contos de fadas não tem finais felizes, não é o que dizem por aí?

A melhor coisa a se fazer, é tomar cuidado pra não acabar engolindo esse tipo de chiclete ou melhor dizendo, evitar pessoas tóxicas, que não sabe o que quer, manter distância de pessoas, que são mal resolvidas dentro de si mesmas.

Como minha mamãe sempre disse:

“Não engole esse chiclete, eu já lhe disse que faz mal pro estômago. Chiclete gruda no seu estômago vamos ter que te levar você no medico.

Claro, que a minha mãe estava sendo exagerada em dizer, que teria que me levar ao medico, mas só assim pra eu não engolir os chicletes, eu detesto hospitais.
Assim com odeio ir ao médico, eu odeio sair magoada, investir em pessoas, pra no final sair decepcionada, então digamos que eu mudei a frase da minha mãe e usei ao meu favor.

Eu digo o mesmo:

“Pessoas de alma vazia, faz mal, são tóxicas, elas engolem sua alegria, seu amor próprio, sua beleza, sua paz, não tem coisa pior do quê não ter paz.
Faz mal, não só pro seu estômago, mas pro seu coração.
Descarte aquilo que faz mal pra sua alma.”

Autora: Milena Alves

Não deixa de me seguir nas redes sociais:

Instagram: @milavenue
Twitter: @milachiaratti
Facebook: Milena Chiaratti

Beijão da Mila! Gratidão!

Tá tudo bem…. Passou!

Tá tudo bem…. Passou!

Sabe quando tudo parece perdido? Literalmente tudo, você não faz nem ideia de como se sente, só sabe que não está bem com você mesma, você não quer sair de casa, pensa só nos problemas em sua volta, como arranjar um emprego, ou lidar com seu emprego.

Sabe aqueles problemas que a gente sabe que todo mundo tem, tipo ter que aguentar o estresse da faculdade, não podemos esquecer aqueles que se matam pra pagar às mensalidades e aqueles que acaba trancando a faculdade por falta de grana, tem aquelas garotas ou garotos de escola, que estão lidando com a pressão dos professores, pressão dos pais, dos amigos, se bobear até de familiares, ter que lidar com sociedade, preconceitos e por ai vai.

Isso acontece, quase todos os dias, com milhares de pessoas pelo mundo inteiro, são milhares de pessoas tentado lidar com um problema igual ao seu ou totalmente diferente do que você esteja passando ou que você já tenha passado.

São tantas pessoas, com tantos problemas. Eu também tenho problemas, assim com vocês aí do outro lado da tela.

Eu posso não saber o que você tem que enfrentar no seu dia-a-dia, mas eu sei muito bem, que cada passo que fazemos, cada problema solucionados ou não resolvidos, cada um deles, vão construir a sua história, cada um deles diz quem você é, no final vai valer a pena.

Na verdade, já vale a pena, antes mesmo de você saber na onde às coisas vão dar, isso já vale a pena. Cada solução e cada problema da sua vida vale a pena, cada lembrança que você tem na sua vida só mostra que você superou a morte dos seus avós, você superou o dia que teve que enterrar seu bicho de estimação, você superou quando caiu a primeira vez que andou de bicicleta, você superou quando teve que se mudar de casa ou cidade, principalmente porque era contra a sua vontade, você superou em ter que fazer novos amigos em uma nova escola, você superou o medo de dar seu primeiro beijo, você superou aquela amizade falsa, você superou e supera todas as brigas que teve ou tem com seus familiares, você superou em ter perdido uma grande amizade, você ganhou uma melhor amiga (o), você perdeu uma tia (o) querida (o), você também superou aquele friozinho na barriga, você sabe o friozinho que eu estou falando. Aquele que você sentiu quando você transou pela primeira vez, você amou a sua primeira vez ou pode ser que você seja aquela garota que odiou a primeira vez, eu faço parte desse time que odiou a primeira vez, por favor me adicionar na redes sociais, hahaha. Você também se apaixonou e se iludiu, mas você também iludiu, nem que tenha sido sem querer, você também se desapaixonou, sofreu e se apaixonou de novo, de novo e de novo e vai continuar achando que acertou, mas no final errou ou vai achar que errou e pode ser que acertou e vai ter aquele que você não faz a mínima ideia, mas você superou, como sempre, como toda vez.

Agora me diz, por que acha que agora não vai ser diferente?

Você superou tudo isso e muito mais, dê um tempo, você ainda tem muita coisa pra aprender, pra entender, pra superar.

Eu confesso, tem dias que a gente quer morrer, tem dias que eu também quero morrer, tem dias que a gente não quer sair de casa, tem dias que eu também não quero ter que sair de casa, tem dias que a gente não quer sair com nossos, tem dias que eu também não quero saber dos meus amigos, muito menos da minha família, me abraçar? Nem pensar.
Eu sei, tem dias que são assim, queremos ficar sozinhos e sofrendo e pensando a cada segundo: O que eu estou fazendo com a minha vida, comigo, com às pessoas a minha volta? Como elas me veem? Como eu me vejo?  Quem eu sou?

Eu conheço esses dias, eu também enfrento eles de vez em quando, mas eu também conheço outros tipos de dias. Sabe aqueles dias? Não aqueles que a gente fica menstruada, ou com as minhas tias sempre disseram: “Aqueles dias que a gente fica de chico…”
Não é desses dias que eu estou falando, esses dias eu quero bem longe, mas fala sério ninguém merece, não é?

Os dias que eu quero bem perto, são os dias que eu acho que são incríveis, aqueles que aquecem o coração, que as suas bochechas até queimam de alegria, eu sei que você também acha isso, porque você também já sentiu essa sensação, você também já tevê dias incríveis, pode ser que de vez em quando você também tenha dias bons. Vai dizer que eu estou enganada?

Aqueles dias incríveis com a sua melhor amiga ou com a suas melhores amigas.
Eu sempre pensei, que a gente sempre tem várias amigas na nossa vida, tem aquelas que a gente fala todos os dias, aquela amiga que a gente vê na escola, aquela bff 24/horas, amiga de trabalho, faculdade. Já parou pra pensar em todas as pessoas que você conversa ou já conversou por onde você andou? Imagina, às pessoas que você ainda nem teve a oportunidade de conhecer. É claro que tem aquelas amigas que são as mais especiais da nossa vida e isso também é a melhor coisa do mundo.

Enquanto, eu fiquei falando, falando e falando, você conseguiu nos seus momentos com seus amigos?

Isso, já pensou nesses dias? Porque eu continuo pensando nos meus dias com cada uma das minhas amigas, seja juntas ou separadas, cada momento com cada uma delas.
Os dias que fui tomar sorvete com elas, o dia que fomos no shopping, aquela ligação que fizemos por horas, as trocas de memes, quando matamos aula, às nossas primeiras festas, a nossa formatura juntas, ou aquele dia que saímos e ficamos bêbadas, pode ser que também voltamos pra casa totalmente bêbadas, o dia que tivemos PT em  alguma festa, quando fizemos às nossas primeiras festas e depois perdemos a conta de quantas festas já tínhamos ido ou feito, os dias que elas me esperaram chegar, mesmo quando eu estava super atrasada, também tem aquele dia que eu segurei vela pra ela, depois de tantas vezes segurar vela pra mim, ou aquele dia que eu estava péssima, com medo, assustada e cada uma delas me acolheu, me ajudou, me abraçou, me acalmou e me ajudou a sentir o medo passar. Nunca vou esquecer daquele dia, que ganhei a minha prima festa surpresa, foi esse ano, no meu aniversário de 20 aninhos. São tantos momentos, tantas histórias.

Você consegue ver os seus dias felizes com os seus melhores amigos? Eu consigo.
Eu fui longe, não pare de pensar, continue pensado, eu sei como elas são importantes pra você, por más que sejam lembranças boas ou ruins, elas ajudam você a crescer é a razão de você ainda estar aqui e ainda poder estar lendo o meu blog, vai saber não é mesmo? Nada acontece atoa nessa vida.

Eu já ia me esquecendo, também tem àquele dia sensacional que você sai com seus amigos pra fazer aquele role e depois percebe que todo mundo está sem rumo.

Isso, é desse tipo de role que eu estou falando, aqueles que não sabemos a hora que vai voltar e nem como vai voltar, as vezes achamos que não vamos voltar, mas no outro dia, você já está em casa e só quer que aquela ressaca passe e que aquele dia se repita de novo.

Às vezes, tem aqueles dias, que você está super animada pra ver um filme clichê da Netflix ou quem sabe ir pro cinema, ver um filme que adora… gzucristinho, eu amo cinema, vocês já sabem disso, já estão cansados de ouvir eu falar que amo cinema, poxa e aqueles dias de sair com o namorado ou @, eu adoro esses dias, você acorda, se arruma toda, procura a sua melhor roupa, monta looks, se maquia e vai arrasar no passeio com o boy ou um encontro com um gatinho que você conheceu.
E os dias que você tem que sair em família, eu sei que as vezes, você não quer sair com seus familiares, você chega até pensar, porra, eu não queria estar aqui com esse pessoal, só que no final fica feliz por ter ido e ter conseguido perceber a sua família tão feliz por você estar ali com eles.
Eu sei, eu também conheço essa sensação.

Putz, vocês também já devem ter tido aquele dia cheio de tédio, que você não aguenta mais ficar em casa. Tudo fica tão sem graça, sem cor, você nem sabe porquê. Eu odeio esses dias, eu não gosto de ficar parada.

Às vezes, eu me toco e penso que talvez, eu deveria fazer uma maquiagem. E não é que dá certo? Dê vez em quando, acaba dando certo e eu começo a cuidar de mim, me maquiar, colocar uma roupa legal. Eu acredito que tem dias que você também faz isso. O dia que você toma um banho, uma limpeza de pele, faz a unha, faz uma maquiagem, arruma o cabelo, passa um perfume, fica linda, mas não vai sair pra lugar nenhum, fica até um pouquinho triste, está tão maravilhosa e não vai poder exibir a sua beleza por aí, afinal você é linda.

Só que depois, acabamos tirando essa ideia ridícula da cabeça e ficarmos tirando mil fotos de nós mesma, pra acabar gostando de 5 fotos das 100 fotos que você tirou e dessas 5 postar 2, sim, com certeza eu também sou assim, acredito que todas nós somos assim.

Agora me diz, você ainda continua achando que tudo parece perdido? Eu sei que eu disse muita coisa pra você, falamos de várias lembranças boas e ruins e você superou todas, cada uma delas teve a sua dificuldade pra superar e você mesmo assim conseguiu superar. Pensa, nas coisas que eu mencionei lá, você ainda acha que não é forte? Você superou algumas das coisas que eu citei?

Eu sei que superou, caso ainda não tenha superado isso que você está passando, eu sei que vai passar, eu sei disso, você sempre vai superar mais e mais problemas, a vida tem seus altos e baixos e os problemas fazem parte disso, assim como as soluções, as alegrias e tristezas, algumas certezas e às dúvidas, etc.

Eu não estou aqui pra dizer que seu problemas são tolos, eu não sei a suas histórias, mas você sabe a sua história, eu nunca vou saber metade das coisas que vocês passam, assim como vocês não sabem tudo o que eu passo, com não sabem o que o colega da sua sala passa, o que a sua melhor amiga ou namorado/namorada, a vida do seus pais também.

Seus pais passaram por tantas coisas que vocês nem imaginam a quantidade de coisas que eles já passaram, algumas coisas eles vão conseguir dar os melhores conselhos, mas tem coisas da vida que eles não vão saber responder, também tem coisas sobre eles  que a gente nunca vai saber ou entender, assim como eles também não fazem ideia do que você passa, eles podem até ter a mesma noção do que vocês estão passando, mas nunca vai ser da mesma forma da adolescência que eles tiveram. Nunca sabemos tudo sobre a vida um do outro.

Sabe aquele ditado: Eu sou um livro aberto.
Ele até pode ser verdade.

Só que nesse caso, o livro aberto ainda está sendo escrito, como se você só estivesse acesso aos capítulos que já foram escritos pelo o autor, nesse caso pela pessoa.
Só sabemos sobre a vida das pessoas, até certo ponto, talvez até seja exatamente por isso, que acabamos quebrando a cara e vamos continuar quebrando a cara e também quebrando a cara das pessoas, por erramos e somos aprendiz no amor, somos aprendizes na vida, faz parte de todos nós.

Tem vezes que não temos controle das coisas, só temos que tentar parar pra racionar o que é melhor pra gente e não fazer o mesmo erros, mas as vezes erramos muitas vezes, até toma vergonha na cara e não continuar fazendo a mesma merda, e não tem nada de errado nisso, eu também acabo tendo que passar algumas vergonha mais vezes, tipo várias vezes no crédito, hahaha.

Então, tenta pensar que amanhã, tudo isso você está sentindo, não vai ser nada, que de qualquer forma, você vai continuar seguindo em frente. Eu sei que tá difícil, as vezes eu também tenho dias difíceis.

Sabe, já aconteceu tanta merda na minha vida, que hoje eu nem ligo para as merdas que acontecem ou que já aconteceram, eu aprendi abraçar todos eles.

Sério gente, pensa junto comigo, já acontece tanta merda na nossa vida, vai acontecer mais merda, porque você não abraça essa merda toda? Vocês não fazem ideia das merdas que já me aconteceram, por isso eu virei pra mim e disse: eu vou abraçar essa merda toda, as merdas que eu já fiz as, as merdas que eu irei fazer por aí, vou abraçar essa porra toda, junto com todas as consequências, a vida é uma loucura, é uma merda e vai continuar acontecendo merdas, mas eu acho que nós podemos fazer uma cagada bem melhor que essa, sempre tem como melhorar.

Agora eu dei uma risada bem alta. Eu sei, eu fui longe demais, mas sério, se você pensar é basicamente isso, acontece coisas ruins e boas, são coisas que fazem a sua história.

Eu sempre ouvir as minhas tias dizendo: Ou aprende pelo o amor ou pela dor. E realmente tem coisas que vamos aprender com amor e outras que vai ser pela dor, os dois são muito importantes pra contar a sua história.

Hoje eu abraço isso, tem coisas que eu ainda não abracei, mas não significa que eu não vá conseguir abraçar, tudo tem seu tempo, sua própria intensidade, é como se cada probleminha da nossa vida, tivesse o seu próprio remédio pra cura no seu tempo certo, o remédio vai fazer efeito e vai curar essa dor que você está sentindo.

É sua dor, ela vai levar o tempo que precisar pra curar.

Eu lhe prometo, que eu não vim aqui, forçar você a ser amar agora da noite pro dia, eu não vim aqui só para lhe falar: se lembre das suas lembranças boas e esqueças as ruins, eu não vi só pra isso, eu também não vim pra lhe dizer se ame, se cuida, não faça isso, muito menos aquilo, como eu já disse é sua dor, você que sente, você convive com ela, você sabe como se sente quando se olha no espelho, só você sabe como sente quando tira foto, quando toma um banho, quando dorme, quando acorda, quando come, etc.

Eu posso ter passado por problemas semelhantes ao de todas vocês, mas eu também tenho problemas totalmente diferentes da realidade de vocês, assim como eu não posso ter por passado por problemas que você enfrenta, cada um tem a sua dor, só você sabe como é, só você pode dominar ela, você conhece o que sente, no fundo você sabe que a resposta está dentro de você.

Eu sempre digo, que a resposta pra tudo está dentro de nós, pra tudo que gente conhece, você se conhece a vida toda, você sabe os seus pontos fracos e fortes, use ao seu favor, procure a resposta dentro de você, sempre tente tirar um tempinho pra você.

Eu não estou dizendo pra você só tomar um banho, se maquiar, olhar no espelho e dizer: “Estou linda.”

Quando eu digo, tire um tempinho pra você.

Eu quero dizer, reflita sobre você, sobre a sua vida, se questione.

Se questione sobre a vida, sobre seus pais, amigos, namorado ou @, se questione sobre a sociedade, faculdade, escola ou trabalho. Se conheça e faça perguntas pra você mesma, procure às respostas em você, só você sabe o que é melhor pra você.

Eu quero você se sinta linda, eu quero você tire um tempo pra passar com você mesma.

Sabe, seja sua própria melhor amiga, para de dar amor pra quem não merece, de esse amor pra outra pessoa: seja amigo, seja pra outro @ seja pra sua mãe e pro seu pai, nem que você dê esse amor pro primeiro que passar  na rua, mas não desperdice o seu amor com pessoas que não merecem. Se abrace.

Abrace suas escolhas, sejam as certas ou erradas e aprenda com as consequências de cada uma delas e abrace todas elas, porque é quem você é, comece a pensar de uma forma diferente, sabe aquelas coisas  que você fala de todas as garotas, os elogios que você faz pra todas elas, faça eles pra você também, também deixe de fazer críticas em outras pessoas, você também sabe como é se sentir mal consigo mesmo, todo mundo sabe disso, nem que seja um pouco, mas sabe muito bem como é a sensação.

Comece a pensar:

Se aquela garota se ama, porque eu também não posso me amar? Sabe, se aquela garota namora? Quem sabe eu também possa ter um namorado, mas ser solteira? Eu gosto? Qual dessas opções eu quero pra mim? Esse menino me ama mesmo? Será que ele também me merece? Porque ele me ama? Ele deveria amar uma garota melhor? Porra! Eu também posso ser essa garota melhor, não é? Porque não pode ser eu? Porque eu sempre tenho que pensar que aquela garota é melhor que eu? Ela não é melhor. Eu não sou melhor que ela, nos duas podemos ser melhores, cada uma com seu jeito, com sua personalidade, com seu estilo, com as suas características.

Sempre pense, que você pode ter o que quiser e ser o que quiser, desde que você seja você mesma e tenha empatia, amor, carisma com o próximo, não adianta querer ser linda, querer ser a melhor e não ser melhor de verdade.

Quando eu digo MELHOR DE VERDADE.

Eu penso, que é amar de dentro pra fora, de fora pra dentro e distribuir esse amor a todos, sem exceção, claro que tem pessoas que não merece seu amor, também vai ser difícil dar amor para pessoas que te magoou ou qualquer coisa desse tipo, eu sei que é difícil saber quem merece ou não, mas essa é a graça do amor, ele e puro, mão podemos tocar, mas só quem sabe amar, consegue sentir. Então, se se ame muito, se transborde de amor, distribuía esse amor, mas nunca deixei que o seu amor seja tóxico para outras pessoas, apenas respeite seus sentimentos e os sentimentos dos outros.

Todos os dias quando eu acordo, eu sempre repito pra mim:

Às vezes, eu posso fazer bem pra uma pessoa que é muito importante pra mim, mas ela me faz mal, me deixa pra baixo ou qualquer coisa do tipo, então, cabe a mim decidir, se eu quero ou não certas pessoas na minha vida, assim como também pode acontecer, de eu fazer mal pra uma amiga e ela se sentir péssima quando está comigo, então ela também tem o direito de decidir se eu devo ou não permanecer na vida dela.

Ficou claro?
Relacionamentos tóxicos não é legal, não importa qual tipo de relacionamento.
É tóxico pra você? Se afaste. O seu amor é tóxico pra outras pessoas? Se afaste também.

Decida o que é melhor pra você e ajude os outros a pensar no que é melhor pra eles, seja você e deixa os outros serem eles, porque você vai passar a vida inteira com você mesma, amor próprio é amar a sua própria companhia, se ame, você não está sozinha, eu também estou aqui, mas não existe coisa melhor que ser sua própria melhor amiga.

Se ame, até esse amor chegar na vida de outras pessoas, que todo esse amor, faça outros se amarem e que também consigam amar uns aos outros.

Gratidão! Beijão da Mila! 

Eu te transbordei, você me esvaziou.

flor

Eu te transbordei, você me esvaziou.

Eu me amo.
Eu te amei. Você nunca me amou.

Eu te amei ante-ontem,
Eu te amei ontem,
Eu te amei hoje,
Eu te amei no dia seguinte.
Quando você me amou?

Você não me amou ontem, nem hoje, muito menos na manhã seguinte.
Eu te amei, você nunca me amou.
Eu fui intensa, você foi superficial.
Eu não percebi, não observei, não olhei, eu não vi o quanto isso ia ser prejudicial ao meu coração.

Eu estava cega de amor, cega de paixão, cega de empolgação.
Tão cega que esqueci, o quanto sou azarada em jogos de amor.
Eu te transbordei, você me esvaziou. Você estragou o que nem começou.
Você ficou pra lá e pra cá.
Me jogou pra todos os lados.
Me deixou de lado, me fez seguir às suas pistas. Você não passava de uma golpista no amor.

Como eu fui tola de não perceber as suas migalhas de amor.
Foi a sua falta de amor.
Sua falta de reciprocidade.
Eu não deixei de ser prioridade.
Na verdade, eu nunca fui sua prioridade.
Foi a sua falta de afeto que me deixou no chão gelado, com frio, sem respirar e sem amor. Eu me perdi no meio da sua confusão.
Você me usou, abusou do meu amor, da minha compressão, pra no final eu magoar meu coração.

Como você pode me roubar de mim? E agora, o que restou de mim?
O que você ganha me deixando assim?
Isso é tudo culpa minha.

Eu deveria saber que você era vazia.
Eu acreditei que ia ser diferente.
Eu fui transparente, talvez você tenha sido indiferente.
Eu nunca deveria ter tratado como preferência. Eu nunca deveria…
Seu amor me causava overdoses. A sua ausência, conseguiu me deixar em abstinência.
Eu tive que tomar várias doses de amor próprio, pra sair dessa neurose.

Agora me dê licença. Eu vou ir embora.
Eu vou te deixar. Eu preciso ir.
Não adianta me puxar, eu não pretendo voltar.

Nem as curvas do seu corpo poderá me reconquistar.
Nem seus lábios vermelhos irá me convencer a ficar aqui.

Sai daqui. Eu quero amar e ser amada.
Eu quero transbordar e me transbordar.
Eu quero viver sem suas migalhas.
Eu não caio mas em suas armadilhas.
Minhas lágrimas secaram junto com sua fonte de amor.

Eu quero me encontrar, me reconectar com a reciprocidade.
Eu vou distribuir amabilidade.
Estou indo percorrer o mundo, vou pro interior, irei correr entre às plantações girassóis.
Irei ver o pôr do sol e arrancarei todas as nossas páginas de desamor.

Eu te amei. Você nunca me amou.
Eu nunca deveria ter deixado de me amar.
Eu não me amei. Eu te amei.
Eu me amo. Deixei te amar, pra nunca mais deixar de me amar.

Amanhã, pode ser que eu encontre alguém pra amar.

Autora: Milena Alves


Meus amores, eu espero que tenham gostando do meu pequeno textinho ou pequeno poema, fiz com muito amor e carinho.

Nunca esqueça: Quando se trata de amor, nunca merecemos menos do que retribuímos. Amor é pra somar, não pra diminuir.

Beijão da Mila!Gratidão!

Ei, se ame.

Olá minhas jujubas, hoje eu vim aqui mostrar para vocês todas as mudanças, de todos os ciclos da minha vida, que aconteceu nesses últimos dois meses. Foi fácil? Não!
Foram mudanças desesperadas para tentar me achar, tive muita vontade de desistir, teve muitas pedras no meu caminho e a vontade de parar era enorme, mas eu respirei fundo e decidi tentar mais uma vez, eu não vou te falar que foi o fim de um relacionamento, porque eu não tive um relacionamento com essa pessoa mas eu definitivamente amava mais ele do que eu, eu já estava desgastada, eu já estava fraca e mesmo assim eu tentava, eu passei por cima dos meus princípios, eu passei por cima do que eu acreditava para tentar manter uma pessoa ao meu lado, que não queria estar.
O que definitivamente me destruiu, mais do que deixar a pessoa partir, eu tinha um medo enorme de não ter essa pessoa do meu lado, mas vocês não sabem que depois de um tempo, eu senti um alívio de ter deixado essa pessoa ir.
Então, foi ai, que começaram as mudanças.

Eu vi uma foto minha na qual vou postar para vocês verem aqui no blog, é uma foto , que eu estou vestida com uma blusa amarela e eu estava muito acima do meu peso, quando eu olhei aquela foto eu me senti muito mal, então eu decidi mudar, qual foi o meu primeiro passo? Me arrumar, me maquiar, eu estava me sentindo linda, mas logo depois de uma parada de frente ao espelho a tristeza veio e foi só um minuto parada na frente do espelho, foi suficiente para acabar com uns 40 minutos que eu passei me achando bonita.

img_20180513_1725584691709020574.jpg

Então, eu decidi comprar um remédio pra emagrecer pela internet. No começo, eu já me sentir mais magra e estava mais confiante, mas logo depois eu percebi que eu estava engordando mais, e o remédio tinha acabado, quando eu fui me pesar e vi que tinha engordado 3 Kg a mais do que eu estava antes do remédio, o desespero bateu na minha porta de novo, e a vontade de desistir era maior do que eu.
Eu acredito muito em Deus e foi dele que eu tirei a minha força, eu não sei qual é a fé de vocês ou no que vocês acreditam, mas se você crê em alguma coisa ou se você não crê em nada, definitivamente isso não importa, a única coisa que realmente importa e que você CREIA/ACREDITE em você e na sua força de vontade, porque ela está bem aí gritando por você e só basta você ouvi-la.

Na primeira mudança, eu decidi cortar o cabelo e fazer uma franja, ajudou no começo só que não foi o suficiente, essa mudança precisava ser de dentro para fora e não de fora para dentro. Comecei a fazer uma dieta e ela começou a funcionar, com as calças mais largas eu comecei a me sentir mais confiante. Só que essa mudança não foi só no peso foi, também na minha cabeça e eu comecei a me olhar no espelho me sentir bonita independente do que eu tava vendo, eu era bonita de qualquer jeito, eu tenho auto estima baixíssima e todo dia eu tento me curar, e eu estou conseguindo.

Meu cabelo começou a crescer e minha raiz estava na cor natural na raiz, mas devia ter mais ou menos uns cinco palmos de raiz, desde quando decide cortar franja, então o meu cabelo ficou de duas cores, e começou a me incomodar, então decidi ficar loira, a profissional que fez o meu cabelo cagou na cor e eu não gostei nem um pouco, mas eu já estava mais confiante, eu já tinha emagrecido bastante, me sentindo muito bem e aquele cabelo não ia acabar com tudo que eu tinha conquistado, eu sou mais forte que um cabelo.

18-06-14-19-06-33-101_deco1431800156.jpg
Meu cabelo com franjinha e com a raiz enorme.

Então fiz o cabelo de novo o que gerou um corte químico, eu amava meu cabelo comprido e tive que cortar, eu tremia de medo, não queria cortar o cabelo só que era necessário, então eu fiz, porque definitivamente se der medo, vai com medo mesmo.

img_20180725_140552106~2745049579..jpg
Essa foi foto, foi quando eu fiz o cabelo pela segunda vez e tive que cortar, por causa do corte químico.
img_20180717_102026565~21004424126..jpg
Essa foi tirada durante a dieta.
img_20180801_100143_4591390364964.jpg
Essa é a minha foto mais recente! Estou amando essa nova fase da minha vida.

Eu sou a favor do sinta-se bem, sinta-se bem gordinha, sinta-se bem magrinha, se sinta bem no meio das duas coisas, FODA – SE O PADRÃO, perdoa o palavrão, mas eu precisa dizer essa frase.

Eu mudei, porque eu não me sentia bem, porque eu não gostava de abaixar minha cabeça quando eu chegava em algum lugar por me sentir feia, e eu sempre gostei de andar com a cabeça erguida, então eu comecei a fazer essa mudança dentro de mim.
Olha, eu nunca imaginei que cortar o cabelo ia me fazer bem, porque hoje eu me sinto MULHERÃO DA PORRA!

O conselho que eu deixo hoje pra vocês é que olhe para dentro de você, mude se for necessário, mas mude por você e não pelos outros e aprende a tocar o FODA -SE , até porque só merece estar ao seu lado, quem te ama do jeito que você, isso é o mais importante de tudo: que você se ame do jeito que você é.

Desenho Autoral – Todos os Direitos Reservados.

Artista: Byanka G. Nunes.

Beijos da Jujuba. 

ELE

ELE

É tão novo esse sentimento de ter medo, tipo ter medo de perder ele.

Medo de sentir falta dele.
Medo de ficar longe dele.
Medo de ficar sem os abraços dele
Medo de ter que ir embora e acabar perdendo ele pra distância.

Principalmente quando ele é motivo dos meus sorrisos.
Principalmente, quando é a voz dele que eu quero ouvir.
Principalmente, quando é ele que me protege.
Principalmente, quando é ele que me liga todas as noites antes de dormir.
Principalmente, quando é ele que me dá toda atenção.
Principalmente, quando é ele que mostra me amar como ninguém jamais me amou.
Principalmente, quando é o olhar dele que me faz delirar.
Principalmente, quando é ele que me faz ser uma pessoa melhor.
Tudo que se trata dele é o melhor.

Todos os dias, quando tenho que ir embora pra casa, enquanto nós estamos no carro, eu fico olhando pra ele, pelo incrível que pareça fico pedindo aos céus pra que não seja a última vez que eu vou olhar pra aqueles olhos castanhos.
Peço aos céus que eu sempre possa ver o sorriso dele.
Peço que ele sempre esteja comigo.
Peço pra nunca ter que ficar longe dele.
Peço pra ele nunca soltar a minha mão, jamais.
Pode parecer estranho eu dizer isso, porque eu já amei antes, mas acredito ou melhor tenho certeza que não era amor, era só uma paixão, coisa do tipo, não sei explicar qual foi aquele amor, mas sei dizer que esse é melhor.

Isso que e eu estou sentindo é amor, porque ferve dentro de mim quando penso nele. Ferve dentro de mim quando vou encontrar ele.
Ferve dentro de mim quando tenho que me despedir dele, logo depois eu sei que vou sentir saudades.
Ferve dentro de mim quando estou com ciúmes.
Eu sinto uma queimação dentro do meu coração, como se fosse água quente fervendo em um folgo alto.
Ferve dentro de mim a sensação de quando estamos se pegando, não é uma pegação qualquer, vai além disso, tem carinho, afeto, amor, muito amor envolvido.

Ele me mudou, não porque eu deveria mudar ou algo do tipo, mudanças foram acontecendo, ele realmente está me ensinando a amar, ele realmente me mostra que o amor deve ser demonstrado, deve ser sentido, tem que ser recíproco e principalmente acontecer naturalmente.
Quando passamos a noite inteira juntos, é tudo tão lindo.
A gente se abraça, a gente se beija, a gente olha um no olho outro do outro, sorri um pro outro, chora um pro outro, mostra todo o amor que sentimos um pelo outro. E só de imaginar que um dia eu posso ficar sem ele, eu choro, mas não é qualquer choro, eu choro de tirar o fôlego, choro sem parar.
Quando estou com ele, eu esqueço, disfarço a tristeza, as lágrimas, algumas vezes choro na frente dele, mas faço o possível pra ele não ver sofrendo, eu não quero ver ele mal se preocupando comigo.

Preciso daquele sorriso, preciso dele me zoando, falando que sou chata, que sou muito pequena. Que eu sou, a pequena dele.
Ele sempre me diz o quanto eu sou linda.
Preciso dele falando que meu corpo é lindo, o quanto meu sorriso é bonito.
Preciso ouvir ele dizer, qual vai ser a mudança que eu vou fazer no meu cabelo, porque ele ama todas as versões de mim.
Quando a gente toma banho juntos e eu tenho que ergue o pé para beija-lo, e ele me segura de forma “eu to aqui, não vou deixar você cair”
Cuida de mim como ninguém.

Cuidou de mim como ninguém.

Ele cuidava de mim.

Hoje só me resta saudades.

Hoje só me resta lembranças.

Eu perdi ele pra saudade.

Eu perdi ele pra mentira.

Eu perdi ele pela falta de reciprocidade.

Eu perdi ele por falta de respeito.

Eu perdi ele pela minha falta de amor.

Eu parei de me importar.

Eu parei de demonstrar.

Eu segui outro caminho e deixei de amar ele.

Hoje, eu ainda o amo.

O amor parecia que ia durar para sempre, mas só basta um parar de se importar para o pra sempre chegar ao Fim.
Não é todos os dias que temos aquele namorado ou aquela namorada.
Aquele relacionamento com afeto, paixão, amor, carinho, com reciprocidade.
Não vai ser todos os dias que vai aparecer na sua porta “um amor.”
Não é todos os dias que vai aparecer alguém para você amar e ser amado.
Apenas não se esqueça: ame, valorize, porque amanhã, pode ser que seja tarde,
O pra sempre, também acaba.

Autora: Milena Alves

Eu espero muito que tenham gostado desse textinho meu, costumo dizer teorias não é?, São só pequenas experiências minhas, contadas em algumas palavras.

Até a próxima!

Beijos da Mila!

Tag: Textos das Leitoras: O amanhã que nunca chega.

Olá minhas queridas e meus queridos, isso mesmo queridos, o blog está alcançando o público masculino, estou muito feliz com isso.
Hoje o post é tolamente feito pelas leitoras.

_"Oi? Como assim? Mila me explica isso!"

Calma, vou explicar, recentemente eu tenho recebido alguns textos, poemas, história de vida da leitoras e de leitores também, então, toda semana vamos abrir um espaço para os nossos leitores mandarem seus textos, seus desabafos, suas histórias de vida, se quiser até aquelo mico que você pago, hahaha, podem mandar tudo pra gente que vamos adorar ler e compartilhar com as pessoas que lê o blog!


O amanhã que nunca chega.

Se engana, quem acha que a gente nunca vai se cansar da falta de reciprocidade.
Do “deixa para amanhã” que quando chega o “amanhã” vira outro amanhã.
Que a saudade não vai deixar de doer.
Mas pode deixar vai acabar se tornando apenas mais uma lembrança.
Sim! Toda saudade deixa de ser dor! Tudo o que é vivo e não é alimentado, morre.

A gente perde a ansiedade em mandar uma mensagem ou receber uma ligação, até porque já não adianta mais, as falas são vagas, são frias, só um tem a verdadeira vontade de estar ali.
Um dia chega um “oi” que já não te deixa tão saltitante e você até deixa para responder depois. Quando percebe, já está silenciando a conversa, desativando as notificações. Os stalkes são cada vez menos frequentes, até não existirem mais.

A mesma geração do desinteresse é a geração que aprendeu a se amar em primeiro lugar.
Se amar é diferente de ter o ego elevado, não esqueçam.
O desinteresse gera desinteresse, até mesmo se tratando de amizade.
O sentimento acaba e a gente vai embora, sem vontade de voltar.

Perceba o que você tem, antes de perder.
Cuide, com o mesmo cuidado que teve pra conquistar.
As pessoas se vão! Se não por vontade própria, vão por destino e só vai ficar a saudade, a vontade de ter vivido e sentido mais.
O arrependimento por ter deixado para “amanhã”.

Esse é um desabafo de quem fez tudo para ficar, mas se cansou de esperar pelo “amanhã”, só chegou quando você percebeu que eu já tinha ido embora.

essa

Lidiane

Autora: Lidiane Z.N. – Instagram: @Lidizin


O que acharam? Eu achei muito profundo, um sentimento puro e verdadeiro, foi escrito com dor, com amor e com libertação!

Quer mandar o seu texto, seu poema, seu desabafo? Só mandar no nosso e-mail: adolescênciadelua@gmail.com.
Ah, já ia me esquecendo, se caso não quiser ser divulgando, podemos usar um condi-nome ou deixar no anonimo, vai da sua preferencia, mas não deixa de mandar, eu vou adorar ler e saber mais um pouquinho sobre você!
Não esqueça de deixar seu instagram, seu perfil do Facebook ou e-mail pra contato.
Não são obrigados a divulgar a sua identidade.

Beijos da Mila!

Convivendo com minha ansiedade

A intenção deste post é poder compartilhar com vocês, como é conviver com minha ansiedade, que muitas vezes vem de mãos dadas com a depressão. Semanalmente irei postar sobre este tema, e quero que saibam que o blog estará aberto para podermos discutir sobre o assunto, então conto com a participação de vocês.

Espero que através destes textos, eu possa de alguma forma ajudar pessoas a lidarem com esta doença, que afeta o dia a dia de quem tem que conviver com ela. Se sofrem ou convivem com alguém que passa pelo mesmo, espero que eu possa entrar no coração de cada um e ajude a lidar de alguma forma.

IMG_20180420_122248_802-01-01.jpeg

Bom, descobri que tinha ansiedade no início do meu ensino médio, quando minha vida começou realmente a desmoronar, pois comecei a entender e ter consciência de tudo que aconteceu e vinha acontecendo na minha vida. Como a separação dos meus pais, quando eu tinha quatro anos de idade, que foi o impulso para o transtorno. Desde então, comecei a passar por muitas coisas.

Minha mãe levava diversos homens para casa e eu tinha que conviver com eles e tentar fingir que não me incomodava o fato de passar a tarde sozinha na sala, vendo desenho, enquanto ela transava no quarto ao lado. Meu pai, por sua vez, começou a construir outra família e quase não ia me visitar, chegou a passar 2 anos sem me ver, e achava que uma misera pensão de duzentos reais, que ele pagava quando bem entendia, supria a ausência que ele fazia na minha vida. Minha infância foi resumida em pular de casa em casa, pois todo padrasto que minha mãe arrumava não gostava de mim, então eu era obrigada á morar com minha avó. Estudei em muitas escolas diferentes, justamente por sempre estar pulando de casa em casa, como se eu fosse um objeto reciclável.

Com quatorze anos, minha tia, percebeu que eu precisava ir á um psicólogo, porque ela sabia de tudo que eu passava e tinha certeza que havia algo de errado comigo, e então convenceu minha mãe…

No próximo post, irei continuar a história, então aguenta coração, pois quero que as próximas publicações sirvam como uma “auto-ajuda” para quem precisa.

Desenho autoral – Todos direitos reservados.

Autora: Byanka. G. Nunes

Bjs no coração e até mais.